Beat the Devil – O Tesouro de África (1953)

O Tesouro de África - Poster 6

Elenco de luxo, dirigido por um Mestre de Cinema.

O difícil é catalogar o filme – é comédia, drama, aventuras, thriller, paródia ao film Noir?

Ora é aí que está o gozo. É tudo isso.

Numa pequena povoação italiana, várias pessoas se cruzam, com o mesmo interesse – fazer fortuna, rápida e fácil, em África, à volta de um negócio que muito promete.

Mas quem engana quem?

 Beat the Devil - The Cast - screenshot 1

O filme é sobre golpadas.

Pois bem, a maior é aquela que Huston e companha dão ao cinéfilo.

De facto, desde o primeiro ao último segundo, é visível o quanto todos se divertem, o quanto enganam e o quanto Huston nos puxa sempre o tapete quando achamos que percebemos o que se passa e que género de filme estamos a ver.

Mas em nada nos preocupamos com a forma como somos “vigarizados”.

O espectáculo (e a diversão) dos actores compensa.

Bogart, Lorre (apelidado de O`Horror) e Morley partem a loiça toda.

Jennie e Gina estão esplendorosas. Vejam as duas, na praia e em fato de banho, a fazerem concorrência uma à outra na forma como falam de infidelidade; Jennie e a sua entrada em cena, preocupada porque nenhum homem olha para as suas… pernas; ela a jogar xadrez, a fazer check-mate, quase sem olhar para o tabuleiro; Gina a seduzir o marido do casal oposto.

Beat the Devil - Jennifer Jones e Gina Lollobrigida - screenshot 1

Lamenta-se a “censura” num momento – Gina inclina-se, com um generoso decote, e quando o espectador sorri, Huston “vigariza-nos” e muda de plano. Hmmmmmmmf…

Uma grande diversão e uma paródia magnífica a duas obras-primas de Huston (“The Maltese Falcon” e “The Treasure of Sierra Madre”).

E o resultado é uma preciosidade de Cinema.

Infelizmente, “Beat The Devil” está inédito no nosso mercado doméstico. Mas em Espanha, pode ser encontrado a bom preço, em várias edições. Se o Espanhol não for problema, em termos de legendagem…

Deixem-se vigarizar. Neste caso, é tão divertido e excitante.

Beat the Devil - Gina Lollobrigida e Humphrey Bogart - screenshot 1

Realizador: John Huston

Argumentistas: John Huston, Truman Capote, segundo o livro de Claud Cockburn (com o pseudónimo de James Helvick)

(Anthony Veiller e Peter Viertel também participaram, mas sem direito a crédito)

Elenco: Humphrey Bogart, Jennifer Jones, Gina Lollobrigida, Robert Morley, Peter Lorre

Beat the Devil - Humphrey Bogart e Jennifer Jones - screenshot 1

Trailer

O “duelo” entre Jennie e Gina

O Filme

Beat the Devil - Gina Lollobrigida e Peter Lorre - screenshot 1

“Top 10 do Ano”, pela National Board of Review 1954.

Beat the Devil - Jennifer Jones, Humphrey Bogart e Gina Lollobrigida - scrrenshot 1

Fotografia do grande Oswald Morris (“Moulin Rouge”, “The Guns of Navarone”, “Lolita”, “Sleuth”, “Reflections in a Goldne Eye”).

Humphrey Bogart sofreu um acidente automóvel durante as filmagens. Tal deixou-o sem alguns dentes e com alguma dificuldade em falar. John Huston contratou um jovem actor inglês, com notáveis capacidades de imitação, para dobrar Bogart. Esse jovem é um “tal” Peter Sellers.

Quinto e último encontro entre Bogart e Peter Lorre, depois de “The Maltese Falcon” (1941), “Casablanca” (1942), “All Through the Night” (1941) e “Passage to Marseille” (1944).

Claud Cockburn escreveu uma primeira versão do argumento, a partir do seu livro. Truman Capote foi chamado para terminar o guião, dado que Cockburn tinha abandonado o projecto (não é claro se saiu por vontade própria ou foi despedido).

Bernard Lee (o futuro M da saga “James Bond”) interpreta um investigador de nome Jack Clayton. Clayton é o operador de câmara, que se tornaria um reputado realizador (“The Innocents”, “The Great Gatsby”).

O filme entrou muito cedo no public domain, daí que os masters que começaram a surgir eram de péssima qualidade, vindos de diversas editoras.

Bogart sempre quis Huston para realizador. Mas Huston andava ocupado com um projecto que envolvia Katharine Hepburn. O projecto ficou cancelado (Hepburn resolveu sair de cena para que Huston se dedicasse a “Beat the Devil”). Huston ainda andava ocupado com a post-production de “Moulin Rouge”. Nicholas Ray era o Plan B, caso Huston ficasse mesmo indisponível.

Huston queria que o filme fosse uma paródia a “The Maltese Falcon” (que Huston realizou) e a outros títulos do género.

Beat the Devil - Backstage 1 - John Huston e Gina Lollobrigida

Filmado em Ravello, zona de Amalfi.

A zona – http://www.amalfiscoast.com/inglese/town/ravello.htm

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s