The Men – O Desesperado (1950)

O Desesperado  - Poster 1

Para a História do Cinema, fica como o primeiro filme com Marlon Brando.

Mas há mais.

Muito mais.

 

Ken é um soldado. Ferido em combate, que o deixou paralisado da cintura para baixo, Ken procura adaptar-se ao seu novo estado.

Mas a revolta de Ken é grande. Quando a sua noiva Ellen regressa para retomar a relação, Ken recusa-a e afasta-a.

Estimulado pelo seu médico, Ken decide lutar por uma nova vida e adaptar-se às suas limitações motoras.

Mas muitas são as adversidades. Quem prevalecerá? Os obstáculos que derrubam Ken ou o amor de Ellen?

The Men - Marlon Brando - screenshot 1

Um título que tem a coragem de, no início dos 50s, mostrar as feridas das consequências da guerra e o sofrimento dos seus combatentes, ilustrando a luta deles perante a reabilitação (física e social), aceitação das suas limitações (físicas), a (difícil) adaptação ao quotidiano, levando-os aos mais duro combate das suas vidas.

A duração é curta (menos de 90 minutos), mas a narrativa é precisa, directa, intensa, emotiva, profunda, dolorosa e sentida.

The Men - Marlon Brando - screenshot 4

Marlon Brando estreia-se no grande ecran e mostra logo a galáxia de talento que tinha dentro do seu corpo. Raiva, dor, sofrimento, impotência, carinho, determinação, humildade e paixão, tudo se move por todo o seu rosto, corpo e voz. Uma das suas cinco melhores interpretações, seguramente uma das três, possivelmente a melhor.

Everett Sloane é estupendo como o médico que procura, acredita e luta pelo fim da deficiência/limitação dos seus pacientes.

Teresa Wright é o grande miminho do filme, (sempre) linda e (eternamente) adorável. Recria na perfeição uma mulher que usa todo o seu amor, dedicação, lealdade, receios e espírito de sacrifício na conquista do homem que ama.

The Men - Marlon Brando e Teresa Wright - screenshot 1

“The Men” praticamente que abre as portas para um certo tipo de cinema liberal que surgiria nos 60s e 70s, que focaria precisamente este tipo de dramas. O filme de Fred Zinnemann não se inibe de comentários sobre certas questões, deixando também espaço para a reflexão do espectador.

The Men - Marlon Brando - screenshot 9

Uma pequena obra-prima.

Foi uma (grande) descoberta para mim. Entrou para a minha galeria de filmes favoritos.

(obrigado às duas mais adoráveis e devotas Brando Girls que conheço)

The Men - Marlon Brando - screenshot 8

“The Men” não tem edição portuguesa. Quem não tiver problemas com legendas em Espanhol, pode adquirir a edição espanhola, que anda a bom preço.

 

Realizador: Fred Zinnemann

Produtor: Stanley Kramer

Argumentista: Carl Foreman (story), Carl Foreman (screenplay)

Elenco: Marlon Brando, Teresa Wright, Everett Sloane

 

Momentos:

The Men - Marlon Brando - screenshot 11

Nomeado para “Melhor Argumento”, nos Oscars 1951. Perdeu para “Sunset Boulevard”.

Nomeado para “Melhor Filme”, nos BAFTA 1951. “All About Eve” levou a melhor.

“Diploma de Mérito” (Marlon Brando), nos Prémios Jussi 1952.

“Um dos 10 Melhores do Ano”, pela National Board of Review USA 1950.

“Prémio Robert Meltzer – Argumento que melhor lida com dramas actuais americanos”, pelo Writers Guild of America 1951. Também tentou “Melhor Argumento”, mas “Sunset Boulevard” venceu.

The Men - Marlon Brando - screenshot 5

Brando preparou-se passando imenso tempo num hospital para veteranos de guerra, deixando-se na cama. Durante as filmagens, Brando passava imenso tempo numa cadeira de rodas. Durante tal processo, Brando foi a uma festa para conhecer Charlie Chaplin. Shelley Winters, que acompanhava Brando, tinha-lhe pedido para ele deixar a cadeira de rodas em casa.

Brando, então actor da Broadway, foi levado até à agência de Lew Wasserman, a Music Corp. of America (MCA), por Jay Kantor, um empregado da empresa. Brando ficou de tal modo impressionado com Kantor, que o nomeou o seu agente.

Apesar de ser a sua estreia no grande ecran, e do inicial cepticismo do realizador Zinnemann e do produtor Kramer, Brando conquistou o aplauso de todos (e até lágrimas de Wright).

The Men - Marlon Brando e Teresa Wright - screenshot 3

O filme conta com a participação de 49 veteranos do Birmingham Veterans Administration Hospital.

O Lux Radio Theater emitiu uma versão radiofónica de 60 minutos a 17 de Dezembro de 1951. Teresa Wright retomou a sua personagem.

The Men - Marlon Brando e Teresa Wright - screenshot 2

One comment on “The Men – O Desesperado (1950)

  1. Quando alguem eh talentoso e nasceu para ser um astro basta um filme para mostrar tudo isso o Divo Marlon brando em sua estreia cinematografica esbanjou talento carisma e beleza maiores que muitos outros atores em anos de carreira!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s