Trailer – The King`s Man

“Kingsman” é um excelente comic criado por Mark Millar & Dave Gibbons.

Matthew Vaughn (grande fã de comics – assinou “X-Men: First Class” e “Kick-Ass, este também de Millar) fez uma magnífica adaptação em 2014 – “Kingsman: The Secret Service” tinha tom de comic, ares de spy thriller à 60s e 70s, brincadeira a James Bond como era feito nos 60s e 70s, com um incrível Colin Firth como action hero.

O sucesso (público e crítico) originou uma sequela em 2017 – “Kingsman: The Golden Circle”, mantinha as virtudes do original, trazia surpresas e assentava numas estonteantes cenas de acção.

Prometeu-se terceiro capítulo.

Cá vem ele. Como prequela.

Continuar a ler

Harley Davidson e o Cowboy do Asfalto (1991)

Harley Davidson and the Marlboro Man - Poster 5

 

Título original – Harley Davidson and the Marlboro Man

 

São dois nomes e imagens icónicas dos USA.

Porque não dar-lhes rosto e fazer um actioner?

Continuar a ler

Morto a Tiro (1989)

Dead Bang - Poster 1

 

Título original – Dead Bang

 

John Frankenheimer é um sólido nome do actioner ao longo dos 60s (“Grand Prix”, “The Train”) e 70s (“The French Connection II”, “Black Sunday”). O seu nome foi algo negligenciado nas décadas seguintes, mas ainda o vimos a dar cartas no género em títulos muito capazes (o famoso “Ronin”).

Don Johnson ganhou fama com a relevante (e influente) série televisiva “Miami Vice”.

Ambos juntam esforços, num policial que procura mostrar as mais-valias de cada um.

Continuar a ler

The Italian Job (1969) – 50 Anos

The Italian Job - 1969 - Poster 2

 

Grupo de larápios britânicos leva a cabo um audacioso roubo em Itália (na cidade de Torino).

O cerco das autoridades é imenso, mas tudo se resolve com um trio de Minis.

 

Misto de comédia, caper movie e actioner, é um título pleno de frescura, acção, humor e engenho, evocando o duelo da época entre Inglaterra e Itália (futebol, moda, música e… carros).

 

O grande momento (e que é sempre evocado quando se aborda o filme) é a desenfreada fuga e perseguição com 3 Minis, que nos fazem sentir que o “pequenote britânico” é o melhor carro do mundo (e na época, era mesmo) – para turismo (em Itália e não só) ou para fugas.

 

E um cliffhanger que é o rei dos cliffhangers.

 

Michael Caine lidera com o todo o seu carisma irónico, num perfeito exercício de star vehicle. Noël Coward é um nobre Rei do Crime. Benny Hill (ainda nos seus early days) faz uma divertida perninha.

 

Pena que não tivesse sequela (que chegou a andar planeada).

Teve direito a um (bem divertido) remake em 2002.

 

Um clássico, bem representativo da sua época.

Continuar a ler

Trailer – Mulan

Mulan é uma história (com algo de lenda) muito importante na História da China.

A Disney já a adaptou à animação.

O cinema chinês também já o fez em imagem real.

(ambos são bem merecedores de visão)

Seguido a norma da casa do Uncle Walt em refazer clássicos de animação em imagem real, aqui vem uma nova versão desta guerreira asiática.

Continuar a ler

Homem-Aranha: Longe de Casa (2019)

Spider-Man - Far From Home - Poster 6

 

Título original – Spider-Man: Far from Home

 

Spider-Man foi alvo de um (novo) reboot de forma a ser colocado dentro do Marvel Cinematic Universe.

Ocorreu em “Captain America: Civil War” (2016) e teria o seu titulo autónomo com “Spider-Man: Homecoming” (2017).

A saga do aranhiço regressava à adolescência e à vida escolar, num perfeito exercício de nostalgia das comédias de John Hughes, sensibilidade e inteligência na abordagem teen & school, perfeitamente fiel ao espírito Spidey. Jon Watts mostrava ser tão capaz de comandar o destino cinematográfico de Spider-Man como Sam Raimi, Tom Holland mostrava-se como um excelente Spider-Man/Peter Parker (tão capaz dramaticamente como Tobey Maguire e Andrew Garfield, conseguindo puxar pela veia humorística do herói como Garfield o fez, sendo perfeito na imagem teen e imberbe).

Perante o enorme sucesso (público e crítico) do primeiro filme deste novo reboot, eis a sequela.

Continuar a ler

Trailer – Shaun The Sheep Movie: Farmageddon

A Aardman é uma das grandes companhias de animação de sempre.

Mantém-se fiel a um estilo próprio e old school (o stop-motion) e usa uma matéria-prima única (a plasticina). Mesmo assim, o estúdio já fez umas experiências com animação digital.

Shaun The Sheep é uma das suas grandes criações.

Já andou pela Televisão e pelo Cinema.

Eis a sua nova aventura no grande ecran.

Continuar a ler