The Rose Tattoo – A Rosa Tatuada (1955)

A Rosa Tatuada

A entrada da mítica Anna Magnani em Hollywood não poderia ser da melhor maneira.

E logo com um argumento de Tennessee Williams.

 

Serafina Delle Rose é uma italo-americana da Louisiana. Mãe empenhada, esposa devota, dona-de-casa trabalhadora, mulher de grande moral, Serafina é uma mulher respeitada na comunidade. A morte do seu amado marido é um grande choque. Mas a dor é ainda maior quando sabe que o falecido era um ladies man. Um dia, conhece Alvaro, um alegre camionista. O entendimento entre ambos é grande e divertido. Mas estará Serafina pronta para uma nova relação sentimental?

 

Entre a comédia e o drama, um belo filme sobre a força (sentimental e moral) de uma mulher, mãe e esposa, no campo matrimonial e maternal.

Durante a primeira metade, o filme segue um tom mais dramático, mas com toda aquela energia típica dos meios italiano (e Magnani é mesmo um vendaval humano). Quando entra em cena o “macho”, há uma total mudança de tom, de um inocente e divertido sentimentalismo.

Burt Lancaster parte a louça toda com um personagem puro, honesto, simples, de bom e grande coração.

Anna Magnani é absolutamente bravíssima, criando uma das suas mais fantásticas personagens, plena de alma, coração, força e sentimento, dando-nos a ideia que as verdadeiras donne italiane são mesmo assim – fogosas, ardentes, fortes e fiáveis.

A química entre os dois é absolutamente perfeita e hilariante, com cenas que ficam na memória.

E depois há todo o know-how do grande Tennessee Williams e da sua escrita sobre pessoas fortes, relações intensas, paixões explosivas.

Uma preciosidade.

 

Penso que está inédito em Portugal, em matéria de edição nacional. Contudo, o filme pode ser encontrado num pack chamado “Essentials Divas”, com outros dois filmes (“The Black Orchid”, com Sophia Loren e Anthony Quinn; “Walk on the Wild Side”, com Capucine, Anne Baxter, Barbara Stanwyck e Jane Fonda) – o pack é uma edição espanhola, está à venda em Portugal e tem legendas em português (os 3 titulos).

 

Trailer – http://www.tcm.com/mediaroom/video/81795/Rose-Tattoo-The-Original-Trailer-.html

 

Marylin Monroe e Marlon Brando promovem o filme

 

A entrega do Oscar a Anna Magnani. Jerry Lewis direcciona, Marlon Brando appresenta (em Manila)

http://www.youtube.com/watch?v=6snlFNM6fZI

Anna Magnani e Burt lancaster - A Rosa Tatuada

“Melhor Actriz”, “Melhor Fotografia – P&B” e “Melhor Direcção Artística – P&B”, nos Oscars 1956. Esteve nomeado para “Melhor Filme” – perdeu para “Marty”.

“Melhor Actriz – Drama” e “Melhor Actriz Secundária”, nos Globos de Ouro 1956.

“Melhor Actriz Estrangeira”, nos BAFTA 1957.

“Melhor Actriz”, pela National Board of Review USA 1955 e pelo Círculo de Críticos de Nova Iorque 1955.

 

Filmado em Key West, perto da casa de Williams e Frank Merlo (amigo e amante de Williams). Williams mandou fazer um mosaico com a rosa tatuada conforme se vê no filme. Esse mosaico manteve-se durante décadas.

Na cena passada no The Mardi Gras Club assiste-se a cameos de Williams, Merlo e Hal B. Wallis (o produtor).

Williams escreveu a peça sempre com Magnani em mente para interpretar Serafina. Em 1951 a peça chegou à Broadway, mas a actriz não dominava a língua inglesa. Maureen Stapleton foi escolhida e a sua interpretação foi muito elogiada. Stapleton voltaria ao universo Williams com a peça “Orpheus Descending”. Curiosamente, Magnani interpretaria a personagem na versão cinematográfica. “The Rose Tattoo” durou 308 exibições e recebeu um Prémio Tony para “Melhor Peça”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s