O Mistério da Casa de Bambú (1955)

O Mistério da Casa de Bambú - Poster 3

Título Original – House of Bamboo

 

10 anos depois do fim da guerra entre USA e Japão, Hollywood vai até ao “pais do sol nascente” para filmar.

Quem dá ordens é um grande Mestre de Cinema – Samuel Fuller.

 

As autoridades de Tóquio vivem em sobressalto devido a uns violentos ataques a estruturas estatais. O gang parece bem organizado, mas não há grandes pistas.

Eddie Spannier chega à cidade e começar uma actividade de extorsão. Imediatamente capta a atenção de Sandy Dawson. Sandy não decide eliminar Eddie e convida-o para a sua organização.

Eddie ganha afecto a Mariko, viúva de um antigo membro da organização. A relação de ambos complica-se devido a invejas internas. O trabalho de Eddie é comprometido por desconfianças de elementos do grupo, mas também pelas denúncias de um infiltrado na polícia.

House of Bamboo - lobbycard 1

Um muito competente, entretido e envolvente thriller criminal clássico, na variante do tema do infiltrado, com o luxo exótico de ter o Japão como cenário.

Argumento simples, mas bem estruturado nos seus três actos. Começamos com muito mistério sobre quem é quem e o que se passa, segue-se para um desenvolvimento emocional dos personagens (os seus sentimentos, motivações, parcerias frágeis e desconfianças rápidas), até terminarmos em eventos plenos de surpresas, reviravoltas, revelações, ameaças, suspense e acção (onde, à maneira de Hitchcock, tudo se resolve nas alturas).

No meio de tanta intriga, mistério e acção, há lugar para uma simples e crescente história de amor.

House of Bamboo - screenshot 8

Robert Ryan muito bem, com todo o seu amargo e viril carisma, adequado para ser um líder criminal.

Robert Stack muito convincente, como um homem frio e duro na sua dedicação ao trabalho, para depois ficar sentimentalmente fragilizado.

Shirley Yamaguchi é um verdadeiro miminho nipónico. Por alguma razão era chamada de “The Judy Garland of Japan”.

 

Samuel Fuller dirige com vigor e elegância, sempre atento ao equilíbrio entre as regras do género e o encanto pela beleza da paisagem natural e arquitectónica do Japão.

 House of Bamboo - screenshot 6

Excelente fotografia do grande Joe MacDonald, em glorioso CinemaScope.

 

“House of Bamboo” não tem edição portuguesa. A edição americana tem legendas em Inglês e Espanhol, um ilustrativo comentário de um Historiador de Cinema, contando também um pequeno e simpático boooklet. O preço está bom, mas requer um leitor multi-region.

House of Bamboo - screenshot 1

Realizador: Samuel Fuller

Argumentistas: Harry Kleiner, Samuel Fuller

Elenco: Robert Ryan, Robert Stack, Shirley Yamaguchi, Cameron Mitchell, Brad Dexter, Sessue Hayakawa, Biff Elliot, DeForest Kelley

 

Trailer

 

House of Bamboo - screenshot 4

Filmado em Tóquio e Yokohama.

Remake livre de um outro filme, de narrativa semelhante (mas passado nos USA) – “The Street with No Name”, de 1948, realizado por William Keighley, com Mark Stevens, Richard Widmark e Lloyd Nolan, que partilham argumentista (Harry Kleiner) e fotógrafo (Joseph MacDonald).

Gary Cooper ia participar no filme, mas teve de sair de cena. Isto porque Cooper era muito conhecido no Japão e tal iria prejudicar o seu personagem (que devia sempre andar pela calada no meio da população) e a forma como ele seria olhado pelos bystanders nas cenas de ruas. Como tal, Robert Stack foi preferido. Victor Mature também foi considerado.

Numa determinada cena, Fuller pediu a um actor para andar muito curvado. Sem conhecimento, um atirador tinha a zona em mira e as balas que se ouvem e circulam são reais. Perante o susto do actor, Fuller tranquilizou-o dizendo que o atirador sabia o que estava a fazer.

Sessue Hayakawa foi dobrado por Richard Loo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s