Morituri (1965)

Morituri - Poster 1

 

Os anos 60 já não são tão intensos para Marlon Brando como foram os 50s. Mas ainda era possível vê-lo em produções de envergadura e onde nos brindava com a sua densa seriedade.

Eis um bom exemplo.

 

Um oficial alemão, dissidente do regime nazi, vive tranquilamente na Índia.

Um dia, é “recrutado” por um alto cargo dos Serviços Secretos Britânicos, para uma missão de alto risco. Deve-se passar por um oficial da SS, infiltrar-se num cargueiro, que parte do Japão para a Alemanha com um vasto carregamento de borracha. Como os ingleses não querem que tamanha carga se perca, o “bom alemão” deve desactivar as cargas explosivas a bordo e fazer tudo para tomar o navio e levá-lo às mãos dos Aliados.

O comandante do navio é um homem rigoroso, mas não fanático.

A tripulação divide-se entre os fiéis à Alemanha e os devotos a Hitler.

Em quem confiar?

Morituri - screenshot 2

Muito interessante e curioso filme, que visa menos as acções heróicas e espectaculares de good guys vs bad guys, procurando ser mais um “estudo” sobre o debate de consciência à volta do Certo & Errado, no que envolvia a luta entre a fidelização à moral alemã e a entrega ao fanatismo nazi.

Alguma tensão e algum suspense (tudo estala nos 15 minutos finais), onde a riqueza narrativa e emocional está no duelo ético entre os dois protagonistas.

Morituri - backstage - Yul Brynner and Marlon Brando

Marlon Brando cumpre com a sua habitual segurança (ele aqui não está a fazer “favor”; e que bem que ele cria e lhe cai o sotaque alemão) e até dá um ar de graça como action hero (mas ninguém espere acções à John Wayne, Errol Flynn ou Steve McQueen).

Yul Brynner dá-nos mais uma daquelas intensas interpretações como só ele sabia (poucos sabiam fazer do olhar, da voz e do rosto uma “arma” de representação como Brynner sabia).

 

Bernhard Wicki era um austríaco que teve alguma actividade em Hollywood (é ele o responsável pelo “capítulo germânico” em “The Longest Day”). Era um tarefeiro eficaz e aqui dá mais uma prova disso.

 

Poderosa música do grande Jerry Goldsmith.

Morituri - screenshot 3

No campo do sabotage action war film há (bem) melhor (“The Guns of Navarone”, “Where Eagles Dare”, “The Dirty Dozen”, “Force 10 from Navarone”), mas “Morituri” cumpre bem e com eficácia a sua capacidade de bom entretenimento.

 

Vê-se bem.

 

“Morituri” não tem edição portuguesa. Pode ser encontrado noutros mercados, a bom preço.

Morituri - screenshot 1

Realizador: Bernhard Wicki

Argumentistas: Daniel Taradash, a partir do romance de Werner Jörg Lüddecke

Elenco: Marlon Brando, Yul Brynner, Janet Margolin, Trevor Howard

 

Orçamento – 6.3 milhões de Dólares

Bilheteira – 3 milhões de Dólares

Mercado doméstico – 4 milhões de Dólares

 

Trailer

 

Clips

http://www.tcm.com/mediaroom/video/297943/Morituri-Movie-Clip-You-Are-Under-My-Authority.html

 

Atenção a um esplêndido movimento de câmara, com zoom in e zoom out, com recurso aéreo.

 

Brando “fala” sobre “Morituri”

 

 

Morituri - Poster 4

Nomeado para “Melhor Fotografia P&B” e “Melhor Guarda-Roupa P&B”, nos Oscars 1966. Perdeu para “Ship of Fools” e “Darling”, respectivamente.

Morituri - Poster 3

“Morituri” vem do latim e significa “aqueles que vão morrer”. Vem da saudação que os gladiadores davam nas arenas – “Morituri Te Salutamus” (Nós, os que vamos morrer, vos saudamos).

Morituri - backstage - Marlon Brando and Yul Brynner

O filme falhou (tremendamente) nas bilheteiras. Acredita-se que foi devido ao título, que ninguém percebia. Quando reposto, recebeu o título “Saboteur: Code Name Morituri”.

Morituri - backstage - Yul Brynner, Janet Margolin, Marlon BrandoBrando fez o filme devido à ”dívida” que tinha com a 20th Century Fox – 10 anos de contrato.

Reencontro entre Brando e Howard – tinham-se encontrado em 1962 em “Mutiny on the Bounty” e reencontrar-se-iam em 1978 com “Superman”.

Morituri - Poster 2

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s