Um Lugar Silencioso 2 (2020)

 

Título original – A Quiet Place – Part II

 

“A Quiet Place” (2018) foi um dos grandes filmes de terror recentes e um dos maiores de sempre. Pela atmosfera criada, pela ideia, pela experiência “sonora” e pela qualidade da realização.

A ideia tinha potencial para desenvolvimento e aqui está a esperada sequela.

 

Na continuidade dos eventos contados no filme anterior, os Abbots restantes continuam em movimento, em busca de um refúgio, de mais sobreviventes e de uma forma de combater e destruir as criaturas.

O título (original) é adequado.

Isto não é sequela, é mesmo a Part 2 da história.

Estamos, portanto, em regime de continuidade (a acção da Part 2 começa onde termina a Part 1).

Mas como boa sequela/continuação, não se limita em mais do mesmo (ainda que mantendo as suas virtudes e organização narrativa), procurando desenvolver o conceito (alarga-se em matéria de espaço e personagens) e dar algumas explicações/soluções (o primeiro ataque, a descoberta de algumas fraquezas das criaturas).

Tal como a Part 1, estamos mais uma vez numa admirável experiência no campo do som (a forma como se gere o silêncio e os pequenos sons), do medo (está sempre presente em cada canto, em qualquer movimento) e da montagem (a forma como acompanhamos vários eventos ao mesmo tempo, sempre com o coração aos pulos).

Se a Part 1 era um conto sobre a união familiar contra uma ameaça, esta Part 2 é um conto sobre o fim da inocência face ao Mal (as atitudes finais dos petizes face ao inimigo).

E isto reforça a personalidade e pertinência desta sequela/continuação.

John Krasinski repete o virtuosismo do filme anterior.

E tendo em conta o original e como estamos em sequela, nesta Part 2 ele consegue criar ainda mais peripécias assustadoras, capazes de nos fazer roer tudo o que tenhamos ao alcance dos dedos (o primeiro ataque, a stunt com o autocarro, a cena no comboio, a cena na doca, os vários ataques ao refúgio, as confrontações finais).

Krasinski confirma-se um realizador de talento no género (rivaliza muito bem com James Wan) e a ter em conta.

Bom trabalho do elenco (agora com mais elementos), com destaque para os petizes.

Sequela de grande nível, que iguala o original e abre novos caminhos.

E temos mais um dos grandes filmes de terror de sempre.

 

Obrigatório.

 

“A Quiet Place – Part II” já está nas nossas salas e já se move em streaming nalguns países.

Realizador: John Krasinski

Argumentista: John Krasinski, a partir dos personagens criados por Scott Beck & Bryan Woods

Elenco: Emily Blunt, John Krasinski, Millicent Simmonds, Noah Jupe, Cillian Murphy, Djimon Hounsou

 

Trailer

 

Orçamento – 60 milhões de Dólares

Bilheteira (até agora) – 150 milhões de Dólares (USA); 279 (mundial)

 

John Krasinski não se queria envolver numa sequela, mas o estúdio convenceu-o a desenvolver ideias para tal.

Emily Blunt hesitou em participar, pois achava que não se conseguiria igual o primeiro filme. Mas o marido John Krasinski convenceu-a graças às ideias que tinha.

Scott Beck e Bryan Woods (argumentistas do original) não puderam repetir as funções pois já estavam comprometidos com outros projectos.

 

Djimon Hounsou substituiu Brian Tyree Henry (teve de sair por conflitos de agenda).

Cillian Murphy volta a cenários apocalípticos, depois de “28 Days Later” (2003).

Filmado em película 35mm.

Filmado na Bethlehem Steel, uma unidade industrial no metal, já desactivada há mais de 40 anos. Chegou a empregar 22.000 pessoas.

 

Na cena inicial vemos um “”Brody’s Pizza” – é uma referência a “Jaws” (o protagonista tinha o nome Martin Brody).

 

A estreia do filme teve de ser adiada devido à pandemia Covid-19 (ia estrear em Março de 2020). Mas ficou a promessa de combinar estreia nas salas com disponibilização via streaming.

 

William Friedkin (o realizador de “The Exorcist”, um dos maiores filmes de terror de sempre) considerou “A Quiet Place – Part II” com um “a classic horror film” e disse que “Cinema is back“.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s