Um Lugar Silencioso (2018)

A Quiet Place - Poster 1

 

Título original – A Quiet Place

 

Terror low-budget em ambientes de cabana no bosque.

 

A Terra foi invadida por criaturas que matam e se orientam através do som.

Uma família procura sobreviver numa zona campestre que criou como lar.

A Quiet Place - screenshot 23

A Quiet Place - screenshot 2

Notável scary movie que se torna numa admirável experiência no campo do som.

O som é reduzido ao mínimo pois é elemento mortal, sendo captado de forma muito natural.

A música causa calafrios e está muito bem utilizada.

A Quiet Place - screenshot 4

A Quiet Place - screenshot 5

A Quiet Place - screenshot 6

A Quiet Place - screenshot 7

Sendo um filme de terror, este reserva-os bons sustos e medos, capazes de nos deixar pregados à cadeira, sem respirar e sem fazer barulho (o nascimento do bebé com a “visita” doméstica; o bebé a chorar e a “ajuda” que chega; o “afogamento” dos petizes no celeiro e a “invasão”; a confrontação final), como a fazer-nos dar um grande grito (o primeiro ataque).

A Quiet Place - screenshot 8

A Quiet Place - screenshot 9

A Quiet Place - screenshot 10

Mas o filme não se fica pelo (impecável) poder de susto.

A narrativa assenta numa dinâmica e união de família, na sua capacidade organizativa contra o medo, como no enfrentar da tragédia.

A Quiet Place - screenshot 11

A Quiet Place - screenshot 12

A Quiet Place - screenshot 15

A Quiet Place - screenshot 17

Muito boa prestação do elenco, de grande naturalidade. Os petizes são prodigiosos na sua química e convicção.

A Quiet Place - screenshot 22

A Quiet Place - screenshot 21

John Krasinski dirige com mestria, sabendo gerir muito bem o som, o espaço, os sustos e a tensão, sem cair na banalidade, sempre firme na emotividade familiar.

A Quiet Place - screenshot 16

A Quiet Place - screenshot 13

A Quiet Place - screenshot 20

Estamos a caminho da terceira década do Século XXI e é bom vermos (bons) exemplos na nova geração de filmmakers que aprenderam (bem) as lições de Hitchcock, Carpenter e Shyamalan – terror não é uma exibição de sangue & tripas, mas sim uma perturbação do quotidiano.

“A Quiet Place” é um excelente exemplo.

 

Obrigatório.

 

“A Quiet Place” ainda está nas nossas salas.

A Quiet Place - screenshot 19

Realizador: John Krasinski

Argumentistas: Bryan Woods, Scott Beck, John Krasinski

Elenco: Emily Blunt, John Krasinski, Millicent Simmonds, Noah Jupe, Cade Woodward, Leon Russom

 

Trailers

 

Orçamento – 17 milhões de Dólares

Bilheteira (até agora) – 176 milhões de Dólares (USA); 296 (mundial)

 

A Quiet Place - Backstage

Produção de Michael Bay.

John Krasinski & Emily Blunt são um casal na vida real.

Millicent Simmonds é mesmo surda e muda.

 

Krasinski recusou inicialmente, para se dedicar à série “Tom Clancy’s Jack Ryan” (estreia em 2018, pela Amazon Prime). Foi Blunt que o convenceu a realizar o filme.

O argumento inicial só tinha uma line de diálogo.

 

Filmado em 36 dias.

Krasinski interpreta o monstro, através de motion capture.

A cena de Blunt na banheira foi filmada num só take.

As fotos mostradas do casal interpretado por Krasinski & Blunt são mesmo da vida real do casal, com os seus filhos.

 

Stephen King teceu enormes elogios ao filme, o que deixou Krasinski muito contente.

 

Segredos de “A Quiet Place”:

https://www.empireonline.com/movies/features/13-secrets-learned-quiet-place-john-krasinski/

 

A Quiet Place - Poster 4

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s