Agente Secreto 007 (1962)

 

 

Título original – Dr. No

 

James Bond é uma feliz criação de Ian Fleming, que se inspirou nalgumas das suas peripécias na Royal Navy durante a Segunda Guerra Mundial (ele até teve algumas no nosso Casino do Estoril, que lhe serviram para inspiração para o primeiro romance protagonizado por Bond – “Casino Royale”).

James Bond é um espião, duro, machista, assassino, cínico, não deixando de ser um apreciador do bom da vida, um verdadeiro connaisseur de diversas áreas (bebidas, comidas, arte, lugares), um jogador sempre cheio de sorte (quase sempre no chemin de fer) e um grande conquistador de mulheres, sendo assim toda uma fantasia masculina (muito derivada de muitas fantasias do próprio Fleming).

Os livros eram populares e mais ainda ficaram por recomendação de JFK, grande fã dos livros.

O Cinema interessou-se e nasceu a mais popular franchise da 7ª Arte.

Eis o titulo que tudo começou.

Foi há 60 anos.

Continuar a ler

007 – Ao Serviço de Sua Majestade (1969)

 

 

Título original – On Her Majesty’s Secret Service

 

Começou por ser o mais mal-amado filme da saga “James Bond”.

O tempo transformou-o num dos mais bem-amados.

Porque será?

George Lazenby substitui Sean Connery.

(não, não é essa a razão – principal, pelo menos)

Continuar a ler

A Casa Maldita (1963)

The Haunting - 1963 - Poster 1

 

Título original – The Haunting

 

Um clássico do terror, vindo de um realizador com bom curriculum na área (“The Body Snatcher”, “The Curse of the Cat People”), mas não muito associado ao género (ficou mais popular por “West Side Story” e “The Sound of Music”) – Robert Wise.

Continuar a ler

Lolita (1962)

Lolita - 1962 - Poster 1

 

Vladimir Nabokov escreveu um dos romances mais controversos de sempre.

Stanley Kubrick não lhe ficou indiferente e assinou uma adaptação adequada (e igualmente controversa).

Continuar a ler