A Vida de um Campeão (2019)

 

Título original – The Art of Racing in the Rain

 

O Cão é mesmo o melhor amigo do Homem.

Eis um drama simpático que ilustra bem isso.

Continuar a ler

Mank (2020)

 

“Citizen Kane” (1941) é um dos maiores filmes de sempre.

Já foi eleito o “Maior Filme de Sempre” (actualmente é “Vertigo”, de Alfred Hitchcock).

Orson Welles estreava-se em Cinema e logo pela porta grande, dando provas de génio como realizador.

Parte da qualidade (elevadíssima) do filme deve-se à genialidade do argumentista Herman J. “Mank” Mankiewicz.

Eis um filme sobre Mank e todo esse processo.

Continuar a ler

You Should Have Left (2020)

 

David Koepp tem o seu bom nome ligado a muitos blockbusters, como argumentista (“Spider-Man”, “Mission Impossible”, “Indiana Jones 4”).

Mas também se revelou um capaz realizador no campo do thriller (“The Trigger Effect”), terror (“Stir of Echoes”), comédia (“Mortdecai”), actioner (“Premium Rush”) e suspense (“Secret Window”).

Ei-lo de volta ao terror.

Continuar a ler

Ted 2 (2015)

Ted 2 - Poster 4

Perante o (enorme) sucesso de “Ted” (mas também motivado pelo flop – relativo – de “A Million Ways to Die in the West), Seth MacFarlane volta ao ataque com o seu adorável e traquinas Ted.

Continuar a ler

Epic – O Reino Secreto (2013)

O Reino Secreto - Poster 9

Em conjunto com a Pixar e a Disney, os Blue Sky são uns dos melhores estúdios de animação digital da actualidade. De lá vem a popular saga “Ice Age”, mas também vieram pérolas como “Robots” e “Horton Hears a Who”.

Desta vez somos levados a um novo mundo.

E de uma forma absolutamente espectacular e esplêndida.

Continuar a ler

A Million Ways to Die in the West – Mil e Uma Maneiras de Bater as Botas (2014)

Mil e Uma Maneiras de Bater as Botas - Poster 2

 

Uma rábula ao Western feita por Seth MacFarlane, um dos grandes comediantes da actualidade.

Continuar a ler

Lovelace (2013)

Lovelace - 6

Goste-se ou não, é incontornável o impacto e o lugar de “Deep Throat”.

Clássico absoluto do cinema pornográfico, o filme atingiu receitas de bilheteira com valores nunca vistos e inseriu o porn dentro da pop culture americana (e até mundial).

Inseparável do mito está a protagonista, Linda Lovelace.

Este filme foca grande parte da sua vida.

Continuar a ler