O Agente Oculto (2022)

 

 

Título original – The Gray Man

 

Bons nomes populares, num actioner sobre os operacionais dos serviços secretos.

Continuar a ler

Carter (2022)

 

 

Da Coreia do Sul surge este imparável actioner.

Continuar a ler

Interceptor (2022)

 

 

Elsa Pataky já tinha mostrado como sabia ser uma aguerrida action woman num par de episódios de “Fast & Furious” (“F&F 5”, “F&F 6”).

Ei-la novamente em tal registo, mas como total protagonista.

Continuar a ler

Kate (2021)

 

 

A habitualmente cativante Mary Elizabeth Winstead torna-se uma hitgirl.

Continuar a ler

O Culpado (2021)

 

 

Título original – The Guilty

 

“The Guilty” (2018, já aqui visto) teve imenso sucesso e prémios, pelo que suscitou o interesse de Hollywood em fazer um remake.

E cá está ele.

Continuar a ler

Não Olhem para Cima (2021)

 

 

Título original – Don’t Look Up

 

Elenco de luxo numa comédia sobre ciência, cataclismos, extermínio, destruição, política e… negacionismos.

Continuar a ler

Indesculpável (2021)

 

 

Título original – The Unforgivable

 

Sandra Bullock num registo mais sério e dramático.

Continuar a ler

Aviso Vermelho (2021)

 

 

Título original – Red Notice

 

Reunião de um popular trio, já com vasta experiência em action comedy.

Continuar a ler

Exército de Ladrões (2021)

 

 

Título original – Army of Thieves

 

“Army of the Dead” (2021) marcou o regresso de Zack Snyder ao terror zombie (a sua carreira cinematográfica começou com o excelente remake do “Dawn of the Dead” de George A. Romero).

A combinação de heist movie, actioner e zombie terror funcionava e logo se falou em prequelas, sequelas, spin-offs, série e comics.

Alguém viu potencial no personagem do larápio alemão e aqui vem um spin-off sobre ele.

Continuar a ler

Fear Street – A Trilogia

 

 

A Netflix faz um verdadeiro evento cinematográfico no campo do streaming e do Terror.

Uma trilogia filmada em simultâneo, com todos os capítulos ligados entre si (não se podem ver de forma autónoma nem em cronologia alterada).

Estamos no campo do Teen Slasher e em muito bom nível, com uma energia e frescura, que quase parece um renascer do género.

Continuar a ler