Godzilla: Os Filmes – Parte 2: Anos 60

Godzilla - 1960s

Assim continua o meu passeio com Godzilla e pelos seus filmes.

Agora vamos até aos filmes feitos nos 60s.

Uma década cheia de filmes. A cores, com mais acção e humor, mais positivos, mais infantis, com mais espectáculo, mais vilões, mas desafios, mais criaturas.

E com Godzilla a mudar de atitude face a nós.

Comecemos.

Continuar a ler

Godzilla (2014)

Godzilla - 2014 - Poster 4

 

GODZILLA sopra 60 velinhas.

E esta é a prenda.

A que este Deus merece e a que os seus acólitos anseiam.

Continuar a ler

Godzilla: Os Filmes – Parte 1: Anos 50

Godzilla - 1954 - Image 1

GODZILLA celebra 60 anos de vida.

A prenda surge esta semana. É para ele e para os fãs.

O épico Godzilla movie que há muitos esperamos e que ele merece.

 

Godzilla é um dos grandes ícones da pop culture da segunda metade do Século XX.

É um “produto” surgido dos medos do nuclear, que serve para reflectir (através do entretenimento) sobre tal tecnologia.

É certo que o seu poder é maior no Japão (país onde foi criado), mas conseguiu alastrar-se a outros países do mundo (principalmente aos USA).

A galeria de filmes, incluindo rip-offs e spin-offs, atinge as largas dezenas.

 

A saga Godzilla divide-se em 3 fases:

Showa – de 1954 a 1975.

Heisei – de 1984 a 1995.

Millennium – de 1999 a 2004.

 

Godzilla tem vários looks, ao longo dos filmes:

Kingoji – nos primeiros filmes.

Mosugoji – a partir de “Mothra vs. Godzilla”

 

Godzilla inicia um estilo de filmes denominado de Kaiju (que Guillermo del Toro tão bem homenageou no espectacular “Pacific Rim”). De forma simples, pode-se dizer que tal género é uma espécie de Monster Movie made in Japan.

 

Ao longo das próximas semanas irei abordar todos os títulos feito para o “Lagartinho”.

Como são muitos, divido a viagem por partes. Mais concretamente, décadas.

Comecemos pela de 50.

Continuar a ler

Pacific Rim – Batalha do Pacífico (2013)

Pacifi Rim - Poster 6

Guillermo del Toro, um dos mais brilhantes cineastas da actualidade, conhecido pelos seus filmes bizarros e sinistros (“Cronos”, “Mimic”, “El Laberinto del Fauno”) faz a sua estreia no mundo dos blockbusters.

Continuar a ler