O Pirata Vermelho (1952)

 

 

Título original – The Crimson Pirate

 

Burt Lancaster continuava em grande no campo do Swashbuckler.

 

O Capitão Vallo é o denominado “Pirata Vermelho”.

A sua mais recente acção foi o saque a um navio britânico. Tal vai levá-lo a enfrentar uma série de esquemas e conspirações que envolvem os rebeldes das Caraíbas, um nobre inglês e uma bela cortesã.

É aventura de piratas, em mar e terra.

É muita intriga, traições e lealdades.

É muita peripécia e romance.

Tudo envolto em muito humor.

É o género na sua plenitude.

Agora com um toque de burlesco cartoonesco (as cenas de fuga na cidade são dignas de Tex Avery), carregado de muita acrobacia circense (a primeira fuga na cidade).

E onde há espaço para delírios científicos (bem avançados para a época) – balões, submarinos, granadas, metralhadoras, lança-chamas).

 

A batalha final é bem cheia de acrobacias e humor.

Burt Lancaster e Nick Cravat novamente em grande forma, química e destreza.

Burt leva as meninas ao delírio com o seu cabelo loiro, sorriso branquinho, corpo musculado e bronzeado, frequentemente com vestes vermelhas.

Atenção ao travesti de Burt e Nick.

Perdoa-se aqui e ali um certo overacting (as mudanças de tom de voz, os excessivos maneirismos – algo habitual em Burt), mas que não destoa no tom do filme.

Bom acompanhamento do restante elenco.

Magnífica fotografia, que dá ao filme (já um bailado de acrobacias e peripécias) um bailado de cor.

Robert Siodmak era mais virado para o Film Noir e Suspense.

Mas ei-lo, surpreendentemente, colorido na forma como conduz o filme.

Comédia, acção, aventura, romance, ambientes exóticos.

Grande Cinema (mesmo que para escapismo e entretenimento) também é isto.

 

“The Crimson Pirate” não tem edição portuguesa.

Existe noutros mercados a bom preço.

Realizador: Robert Siodmak

Argumentista: Roland Kibbee

Elenco: Burt Lancaster, Nick Cravat, Eva Bartok, Torin Thatcher, James Hayter, Leslie Bradley, Margot Grahame

 

Trailer

 

Clips

 

A música

 

Orçamento – 1.75 milhões de Dólares

Bilheteira – 2.5 milhões de Dólares

 

Reencontro entre Burt Lancaster e Robert Siodmak, depois de “The Killers” (1946, o primeiro filme de Lancaster, ao lado de Ava Gardner).

Produção de Burt Lancaster com Harold Hecht.

O argumento inicial era de Waldo Salt (que já tinha escrito para Burt Lancaster outro swashbuckler – “The Flame and The Arrow”, em 1950). Mas Salt tinha ligações ao comunismo e os produtores recearam que o argumento evidenciasse tal, pelo que o recusaram.

Burt Lancaster e Harold Hecht eram contra o McCarthyism, pelo que fizeram do filme um pequeno manifesto contra tal. Daí a referência Crimson no título e ao protagonista, bem como o facto deste lutar contra um governador que oprime direitos à sociedade local.

Segundo Christopher Lee (que faz um cameo, ainda no seu começo de carreira), foi Robert Siodmak quem mudou o argumento. Este era sério e mais negro, com o realizador a querer enveredar pela comédia.

O tom, as roupas, os personagens, o final e o título recebem influência de “The Black Pirate” (1926, com Douglas Fairbanks).

Apesar de interpretar mudos, Nick Cravat não era (ao contrário do que se acreditava na época) mudo. O seu sotaque era do Brookly e era muito definido.

O navio do Barão Gruda é uma réplica do “Santa Rosa”, um navio da Marinha de Espanha, construído em 1765.

Burt Lancaster executou todas as stunts, dada a sua experiência como acrobata de circo.

Nos anos 70, Burt Lancaster tentou fazer uma sequela. George MacDonald Fraser (popular escritor de aventuras de época) foi chamado, mas nada avançou.

Acredita-se que a attraction “Pirates of the Caribbean” (que inspirou uma saga cinematográfica) da Disneyland foi inspirada em “The Crimson Pirate”.

Burt Lancaster e Nick Cravat tinham sido colegas de circo e eram grandes amigos. Fizeram nove filmes juntos, sendo os mais populares “The Crimson Pirate” (1952) e “The Flame and The Arrow” (1950).

Devido aos elevados custos de “His Majesty O`Keefe” (1954), a Warner Brothers exigiu que os futuros filmes de Burt Lancaster neste género ficassem limitados ao milhão de Dólares. Lancaster mudou-se para a United Artists.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s