Silent Night (2021)

 

 

Comédia negra sobre os encontros familiares de Natal.

 

Um grupo de amigos encontra-se para as celebrações de Natal.

Muita emoção (e libertação) na festa.

Mas há um problema – todos vão morrer nessa noite, devido a uma pandemia mundial.

Filme sobre o Natal tanto dão para ternurentos (ou lamechas) dramas (ou dramalhões) como para comédias (desde as mais inteligentes às mais parvas).

Aqui entramos no campo do humor negro, mostrando como o lado patético do ser humano surge sempre que há (grande) agrupamento de pessoas, relações intensas, situações por resolver, emoções por libertar e tragédias inevitáveis.

Mais ainda, o que faz o filme bem pertinente nos nossos dias, é que tudo ocorre em tempos de uma pandemia (portanto, tem ressonância com a do Covid-19).

Não é o “documentário” que os tempos actuais pedem, mas já se consegue uma divertida ilustração das mudanças sociais que se deram nos últimos dois anos.

O resultado, ainda que não inteiramente fluido, profundo, dinâmico e devidamente exagerado ou “realista”, é suficientemente divertido, graças ao diálogo aberto e à galeria de personagens.

Pena que o final caia num exagero dramático e desnecessário, que destoa com algum do bom humor que marcou os dois primeiros actos.

Bom conjunto de canções.

Elenco com bons nomes, a cumprirem muito bem, em boa sintonia com o tom e entre si.

Uma forma simpática de nos rirmos dos clichés de uma quadra e tempos que são muito propícios a tal.

 

“Silent Night” move-se em streaming nalguns países. Não há notícias sobre se irá estrear nas nossas salas.

Realizador: Camille Griffin

Argumentista: Camille Griffin

Elenco: Keira Knightley, Matthew Goode, Annabelle Wallis, Lucy Punch, Lily-Rose Depp, Sope Dirisu, Kirby Howell-Baptiste, Rufus Jones, Davida McKenzie, Roman Griffin Davis, Gilby Griffin Davis, Hardy Griffin Davis, Trudie Styler

 

Site – https://www.marv.com/future.html

 

“Melhor Argumento”, “Prémio do Público”, em Sitges 2021.

É o primeiro filme de Camille Griffin. Até então tinha feito apenas curtas-metragens.

 

Produção de Matthew Vaughn.

Reencontro entre Keira Knightley e Matthew Goode, depois de “Imitation Game” (2014) e “Official Secrets” (2019).

Keira Knightly contracena com Lily-Rose Depp. Lily é filha de Johnny Depp. Keira contracenou com Johnny nos primeiros três episódios da saga “Pirates of the Caribbean”.

 

Os três filhos de Camille Griffin (Roman Griffin Davis, Gilby Griffin Davis e Hardy Griffin Davis) interpretam os filhos dos personagens de Keira Knightley e Matthew Goode.

 

O filme terminou as filmagens dias antes do primeiro confinamento na Inglaterra, devido à pandemia Covid-19. Filmagens adicionais foram feitas em Setembro de 2020.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s