Mortalmente Perigosa (1950)

Gun Crazy - Poster 7

 

Título original – Gun Crazy

Título alternativo – Deadly is the Female

 

Film Noir que é uma crazy love story.

Com um par de sonho que entrou para a História do Cinema.

 

Bart é fascinado e dotado para as armas desde criança.

Annie usa a sua destreza para as armas em feiras.

O encontro entre os dois é mais explosivo que a pólvora. Fazem parceria e decidem assaltar todo o lugar onde haja dinheiro.

Para Annie a ambição e a violência não têm fim, mas Bart procura um limite.

Gun Crazy - screenshot 1

We go together, Laurie. I don’t know why. Maybe like guns and ammunition go together“.

(assim diz Bart a Annie)

Gun Crazy - screenshot 3

Gun Crazy - screenshot 5

E assim é.

“Gun Crazy” é uma crazy love story, onde homem e mulher são como arma de fogo e pólvora. Dois fanáticos por armas, que explodem numa paixão tão ou mais explosiva que o apertar de um gatilho.

Gun Crazy - screenshot 11

Gun Crazy - screenshot 16

No meio do aproximar irracional da paixão, o duelo racional – ele não mata e procura um fim àquela espiral de violência, ela aponta e dispara a tudo e todo o que lhe surge pela frente, sem vontade de parar nem ressentimentos.

Gun Crazy - screenshot 8

Gun Crazy - screenshot 9

A embrulhar tudo está toda uma forte pulsão sexual de um casal, onde tudo é ilustrado pelas palavras, pelos olhares, pelas vozes, pela expressividade corporal.

Tudo tão intenso, que dispensa o grau de explícito que o Cinema teria necessidade hoje.

Gun Crazy - screenshot 12

Gun Crazy - screenshot 13

Joseph H. Lewis foi sempre um bom artesão B, apto para todo o género.

Mas aqui tem o seu blaze of glory.

Lewis dá ao filme um ritmo infernal, vibrante, energético, violento, de subtil erotismo e pleno de ideias de mise en scène (a cena inicial, sem diálogo; a evolução dos primeiros tempos do casal, só com imagens e música; a cena do carro, em plano-sequência).

Um realizador no seu momento alto de inspiração, seja pelo argumento, seja pelos actores, seja pelo que seja.

 

Se nada mais Lewis fizesse depois ou tivesse feito antes, com este filme Lewis já deixa o seu nome (bem) marcado na História do Cinema.

Gun Crazy - lobbycard 2

Gun Crazy - screenshot 14

Gun Crazy - lobbycard 1

Peggy Cummins e John Dall nasceram para protagonizar este filme e contracenarem juntos.

Dall defende bem a sua integridade.

Cummins é toda uma lethal weapon de fúria, desejo e sensualidade.

A química entre os dois é constantemente explosiva, a entrega de ambos é arrebatadora e a energia sexual queima o ecran.

 

Se as carreiras cinematográficas de ambos se limitassem a este filme, também está garantido o brilho de ambos na galáxia do Cinema.

Gun Crazy - screenshot 15

Gun Crazy - screenshot 17

Um digno antecessor de “Bonnie & Clyde” (1967).

 

Mas “Gun Crazy” não deve ser limitado a tal comparação. É um filme único, irrepetível e inigualável na História do Cinema.

Gun Crazy - screenshot 18

Gun Crazy - screenshot 20

Uma combinação perfeita de love story com crime story.

 

Obra-prima total.

Clássico indiscutível.

 

Obrigatório.

 

“Gun Crazy” não tem edição portuguesa, mas existe noutros mercados. Os preços ainda andam algo “crazies”.

Gun Crazy - screenshot 19

Realizador: Joseph H. Lewis

Argumentistas: MacKinlay Kantor, Dalton Trumbo (sem crédito – o seu pseudónimo era Millard Kaufman)

Elenco: Peggy Cummins, John Dall, Berry Kroeger, Morris Carnovsky, Anabel Shaw, Harry Lewis, Nedrick Young, Trevor Bardette, Mickey Little, Russ Tamblyn

 

Trailer

 

Clips

 

“Gun Crazy” no TCM

 

“Gun Crazy” segundo Leonard Maltin

 

Orçamento – 400.000 Dólares

 

Gun Crazy - Poster 2

“Filme a Preservar”, pelo National Film Preservation Board USA 1998.

Gun Crazy - Poster 5

Gun Crazy - Promo Photo 1

Gun Crazy - Promo Photo 5

Joseph H. Lewis queria Veronica Lake como Annie.

Gun Crazy - Poster 6

Os protagonistas são inspirados em Bonnie Parker & Clyde Barrow, casal apaixonado e violentos ladrões de bancos.

Gun Crazy - Poster 14

Gun Crazy - Promo Photo 3

Segundo Joseph H. Lewis, as instruções que deu a John Dall e Peggy Cummins foram simples e logo no início das filmagens – John deveria estar excitado, Peggy deveria estar com o cio. Deixou os actores à solta e o resultado é… Cinema History.

Gun Crazy - Poster 8

A cena do assalto ao banco ocupava 17 páginas do argumento e pedia três a cinco dias de filmagem, com várias câmaras e ângulos. Lewis resolveu simplificar – fazia num só shot e sem necessidade de entrar no banco.

A cena do assalto ao banco foi feita num só take. A certo momento, John Dall diz “I hope we find a parking space”, pois o actor bem precisava de um (o carro onde se filmava precisava de parar mesmo à frente da porta do banco, de forma a que a porta de entrada ficasse enquadrada no plano). À saída do banco, alguém grita que se está a dar um assalto – era um habitante local, desconhecedor das filmagens.

Para o plano filmado no interior do carro, foi retirada a traseira do veículo e montada uma estrutura para acomodar o realizador e um par de técnicos. Os microfones estavam escondidos nos retrovisores e no tejadilho. Os actores improvisaram os diálogos.

 

A cena:

 

Gun Crazy - Poster 16

O argumento pedia que na cena final fossem mostradas as autoridades, mas Lewis preferiu centrar a imagem no par protagonista e “mostrar” as autoridades apenas pelo som.

Gun Crazy - Poster 21

Dalton Trumbo estava na “lista negra” e perseguido pela Comissão McCarthy. Trumbo não podia participar oficialmente num filme. Participou na mesma, mas com nome falso – Millard Kaufman.

Gun Crazy - Poster 17

Al J. Jennings, veterano ladrão de bancos, já com 85 anos, foi consultor para as cenas de assalto.

Gun Crazy - Poster 13

O Poster ficou na posição #25 dos “The 25 Best Movie Posters Ever”, segunda a revista “Premiere”.

Gun Crazy - Poster 23

Está nos “1001 Movies You Must See Before You Die”, de Steven Schneider.

Gun Crazy - Promo Photo 4

Ficou na lista de 400 candidatos aos “Top 100 Greatest American Movies”, pelo American Film Institute.

Gun Crazy - Poster 22

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s