Kelly Preston (1962-2020) – RIP

 

Mais um Long Goodbye em Cinema.

Agora à simpática Kelly Preston, uma das meninas bonitas dos 80s e conhecida por ser a Mrs. John Travolta.

 

Kelly Kamalelehua Smith nasce em Honolulu, Hawaii, em Outubro de 1962.

 

Aos 16 anos é descoberta por um fotógrafo de moda.

Trabalha em acções comercias (spots e fotografia).

A sua beleza e simpatia suscitam curiosidade em produtores de Cinema e Televisão.

Estuda Representação na University of Southern California.

 

Começa no pequeno ecran, sendo vista em séries populares – “Hawaii Five-O”, “Quincy M.E”, “Blue Thunder”.

No grande ecran aparece quase sempre em comédia, ainda que comece em thrillers de suspense (“10 to Midnight”, ao lado de Charles Bronson) e terror (“Christine”, de John Carpenter).

“Mischief” (1985) coloca-a ao lado de outro sonho teen da época – Catherine Mary Stewart.

“Secret Admirer” (1985) junta-a a outras rising stars da época – C- Thomas Howell e Lori Loughlin.

“Twins” (1989) dá-lhe boa visibilidade, pois aparece ao lado dos “gémeos” Arnold Schwarzenegger e Danny DeVito.

“Addicted to Love” (1997) junta-a a dois grandes comediantes – Meg Ryan e Matthew Broderick.

 

Também consegue mostrar o seu jeito dramático – “Spacecamp” (1986), “52 Pick-Up” (1986), “Mrs. Munck” (1995, ao lado de Cheryl Ladd e Bruce Dern), “Waiting to Exhale” (1995, ao lado de Whitney Houston e Angela Bassett), “Jerry Maguire” (1996), “From Dusk Till Dawn” (1996), “Citizen Ruth” (1996), “For Love of the Game” (1999, de Sam Raimi, com Kevin Costner), “Death Sentence” (2007, ao lado de Kevin Bacon).

Em 1991 casa com John Travolta.

Conheceu-o em “The Experts” (1989, onde dançam de forma bem erótica).

Em 2000 fazem juntos “Battlefield Earth”.

(huh… vamos esquecer que esse filme existe, OK? – felizmente que depois fizeram “Gotti”)

 

Além de actriz, Kelly foi forte activista social, tendo ganho grande elogios e prémios em acção contra a droga, pela educação escolar e caridade.

Foi recusada para “The Blue Lagoon”. Tinha sido a sua primeira audition.

Chegou a ser alvejada, ainda que acidentalmente, por Charlie Sheen.

 

Kelly Preston irradiava simpatia a naturalidade quando estava no ecran.

O Cinema também precisa disso.

 

So Long, Kelly.

 

Fica uma carreira simples e simpática.

 

Evocação

 

Trailers de alguns filmes

 

The Experts

 

Mischief

 

Secret Admirer

 

Twins

 

For Love of the Game

 

Mrs. Munck

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s