As Minas de Salomão (1985)

King Solomon`s Mines - 1985 - Poster 5

 

Título original – King Solomon’s Mines

 

O clássico literário de H. Rider Haggart é sempre propício a mais uma adaptação cinematográfica.

Eis uma que surge em tempos em que o género da action/adventure vinha marcado por Indiana Jones.

 

Allan Quatermain, experiente caçador e pesquisador, é contratado por Jesse Huston.

O pai dela anda desaparecido, em busca das míticas “Minas de Salomão”. Allan e Jesse descobrem que tal tesouro pode ser uma realidade e que há mais interessados no dito.

E assim nasce uma grande aventura.

King Solomon`s Mines - 1985 - Screenshot 1

MSDKISO EC006

King Solomon`s Mines - 1985 - Screenshot 3

Rip-off, bem descarado e muito divertido, do modelo de Indiana Jones e de “Raiders of the Lost Ark” (são muitas as cenas que são decalcadas do clássico de Steven Spielberg – a perseguição à donzela no meio do mercado, a perseguição no comboio e o arrastamento do protagonista, os vilões são alemães; um dos vilões vem da saga de Indy – John Rhys Davies era Sallah, o aliado do intrépido arqueólogo; agora interpreta um inimigo de Allan Quartermain).

King Solomon`s Mines - 1985 - Screenshot 4

Há um nítido aproveitar do (renovado) modelo criado por Spielberg, George Lucas e Harrison Ford, mas o filme é dinâmico, cheio de peripécias, acção e muito humor, retomando a (boa) tradição do género dentro da Série B (onde Spielberg e Lucas foram buscar muitas ideias e referências, diga-se).

King Solomon`s Mines - 1985 - Screenshot 6

King Solomon`s Mines - 1985 - Screenshot 7

Jerry Goldsmith compõe um score que convida à aventura, mas recorda o main theme de John Williams para… Indiana Jones.

King Solomon`s Mines - 1985 - Screenshot 8

King Solomon`s Mines - 1985 - Screenshot 9

John Lee Thompson tinha jeito para acção (é dele um dos maiores actioners de sempre – “The Guns of Navarone”) e era (mais no final de carreira) um tarefeiro apto para todo o género (voltaria a este género no ano seguinte, também em jeito de rip-off, com o igualmente divertido “Firewalker”, com Chuck Norris, Louis Gossett Jr. e Melody Anderson).

King Solomon`s Mines - 1985 - Screenshot 5

King Solomon`s Mines - 1985 - Screenshot 10

Richard Chamberlain e Sharon Stone têm boa química e retomam algo da screwball clássica. Richard até se sai bem como action hero, aqui e ali algo canastrão na entrega de algumas lines, mas consegue ser cómico nalguns momentos; Sharon é divertidíssima como (constante) lady in distress e (permanente) screaming lady.

MSDKISO EC009

É a fórmula actioner low cost da Cannon ao seu melhor.

King Solomon`s Mines - 1985 - Screenshot 13

Apesar das suas limitações (financeiras, técnicas, artísticas e criativas) e de ser a menor (até ao seu momento) das adaptações do clássico literário de Haggard, o filme consegue ser um muito agradável entretenimento, apostando tudo na honestidade e simpatia do resultado.

 

Vê-se muitíssimo bem.

 

“King Solomon`s Mines” não tem edição portuguesa, mas existe noutros mercados a bom preço.

King Solomon`s Mines - 1985 - Screenshot 14

Realizador: John Lee Thompson

Argumentistas: Gene Quintano, James R. Silke, a partir do romance de H. Rider Haggard (“King Solomon`s Mines”)

Elenco: Richard Chamberlain, Sharon Stone, Herbert Lom, John Rhys-Davies

 

Trailer

 

Orçamento – 12 milhões de Dólares

Bilheteira – 15 milhões de Dólares

 

King Solomon`s Mines - 1985 - Poster 4

Herbert Lom esteve nomeado para “Pior Actor Secundário”, nos Razzie 1986. Rob Lowe foi preferido por “St. Elmo’s Fire”. Jerry Goldsmith teve nomeação para “Pior Música”. Vince DiCola foi preferido por “Rocky IV”.

King Solomon`s Mines - 1985 - Promo Photo 1 - Sharon Stone and Richard Chamberlain

Sharon Stone foi chamada por erro. O produtor Menahem Golan disse que queria aquela “Stone woman” – referia-se a Kathleen Turner, protagonista (ao lado de Michael Douglas e Danny DeVito) de “Romancing The Stone” (1984; outro rip-off de Indiana Jones, assinado por Robert Zemckis, que foi um enorme sucesso, com direito a sequela).

Turner foi chamada, mas recusou.

Julie Walters também foi sondada, mas recusou.

John Hurt foi sondado para ser Allan Quatermain, mas recusou.

Tobe Hooper chegou a estar designado para realizador. Hopper estava sob contrato com a Cannon e para ela faria 3 filmes – o remake “Invaders fom Mars” (1986), “The Texas Chainsaw Massacre – Part 2” (1986) e “Lifeforce” (1985).

 

Reencontro entre Richard Chamberlain e John Rhys-Davies, depois de “Shogun” (1980).

Segundo Chamberlain, Stone tinha um feitio muito difícil, a tal ponto que muito do cast & crew deixou de lhe dirigir a palavra e tinha atitudes muito hostis à actriz.

Rhys-Davies ficou surpreendido por ver Herbert Lom no filme.

 

Filmado no Zimbabwe.

Alguns elementos da crew eram de nacionalidade israelita, o que causou alguns problemas no Zimbabwe. Também houve protestos locais pelo uso de negros como escravos.

 

A confiança da Cannon era tal, que filmou em simultâneo a sequela – “Allan Quatermain and The Lost City of Gold” (1986, já aqui visto).

Gene Quintano escreveria a sequela.

 

O filme estreou na comemoração dos 100 anos do livro de H. Rider Haggard.

O livro passa-se nos 1880s.

Chamberlain disse que se divertiu muito com o filme, o personagem e as filmagens.

King Solomon`s Mines - 1985 - Backstage - Richard Chamberlain and John Lee Thompson

“King Solomon`s Mines” junta-se a uma vaga de filmes que procuravam imitar e capitalizar o sucesso de Indiana Jones e “Raiders of the Lost Ark” – “Sky Pirates” (1986), “Allan Quatermain and The Lost City of Gold” (1986), “River of Death” (1989; também da Cannon, de Steve Carver, com Michael Dudikoff, Donald Pleasence, Robert Vaughn e Herbert Lom; derivava do romance de Alistair MacLean), “High Road to China” (1983; de Brian G. Hutton, com Tom Selleck, Bess Armstrong, Jack Weston, Wilford Brimley, Robert Morley e Brian Blessed; Selleck chegou a ser ponderado como Indy, mas recusou, pelo que este filme era a sua tentativa no género).

 

Chegou a ter uma terceira aventura pensada – chamar-se-ia “She and Allan” e iria juntar Allan Quatermain com She (outra personagem emblemática de Haggard e da literatura de aventuras – She já teve várias adaptações ao Cinema; She e Allan também se encontram na literatura). Seria também uma produção da Cannon. O projecto nunca avançou devido ao flop de “Allan Quatermain and The Lost City of Gold”.

Em 2011 falou-se novamente na dita terceira aventura. Chegou-se a escrever o argumento, com Menahem Golan (um dos fundadores e líderes da Cannon) nas funções de argumentista, produtor e realizador. Chamberlain tinha aceitado participar. A história andaria à volta de Allan Quatermain em busca da sua filha e na procura de um tesouro chinês. Teria o título de “Allan Quatermain and the Jewel of the East”. O falecimento de Golan cancelou o projecto.

 

O romance de H. Rider Haggard teve várias adaptações ao audiovisual:

  • 1936, realizada por Robert Stevenson e Geoffrey Barkas, com Paul Robeson, Cedric Hardwicke (como Allan Quatermain), Roland Young, John Loder e Anna Lee.
  • 1959, “Watusi” adapta de forma muito livre o romance; Kurt Neumann realiza, George Montgomery, Taina Elg e Rex Ingram protagonizam.
  • 1950, realizada por Compton Bennett e Andrew Marton, com Stewart Granger e Deborah Kerr. É a versão mais popular e preferida do público.
  • 1985, de John Lee Thompson, com Richard Chamberlain e Sharon Stone; teria sequela, derivada de um outro romance de Haggard, também protagonizado por Allan Quatermain.
  • 2004, uma mini-série televisiva, com Patrick Swayze e Alison Doody.

 

O livro de H. Rider Haggard tem edição em Portugal. Apesar das várias edições que surgem todas derivam da (excelente) tradução feita por Eça de Queirós.

 

Sobre H. Rider Haggard:

https://www.goodreads.com/author/show/4633123.H_Rider_Haggard

http://www.online-literature.com/h-rider-haggard/

https://www.fantasticfiction.com/h/h-rider-haggard/

https://www.britannica.com/biography/H-Rider-Haggard

King Solomon`s Mines - 1985 - Poster 10

One comment on “As Minas de Salomão (1985)

  1. […] nova versão (1985) de “King Solomon`s Mines” (já aqui visto) estava em filmagens e havia confiança de bons resultados nas […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s