My Gun Is Quick (1957)

My Gun Is Quick - Poster 2

 

Mickey Spillane e a sua criação Mike Hammer eram perfeitas inspirações para o Detective Noir.

Eis um bom caso.

 

Mike Hammer regressa do final de um caso e vai beber um copo num bar local. Conhece uma simpática menina de rua, conversa com ela a ajuda-a. Mas ela é morta algumas horas depois.

Hammer investiga no sentido de vingar a morte da rapariga.

My Gun Is Quick - screenshot 1

My Gun Is Quick - screenshot 2

My Gun Is Quick - screenshot 3

Detective Noir de bom nível de entretimento, com todos os pergaminhos do género, bem inserido no estilo literário e narrativo de Spillane, com uma história bem complicada de resolver (são poucas as pistas que o protagonista tem).

My Gun Is Quick - screenshot 4

My Gun Is Quick - screenshot 5

Só faltou aquele golpe de génio que os grandes filmes do género têm – valores de produção, diálogos, realizador mais capaz e ambicioso, elenco mais carismático.

My Gun Is Quick - screenshot 6

Robert Bray não se sai mal como Mike Hammer, dando a devida atitude dura e heróica, mas falta-lhe aquela chama que os grandes actores do género tinham.

O restante elenco também se comporta bem.

My Gun Is Quick - lobbycard 1

My Gun Is Quick - lobbycard 3

É um Noir B, sim, mas cumpre perfeitamente o seu objectivo de entretenimento e não ofende o género, nem Spillane ou Hammer.

 

Vê-se muitíssimo bem.

 

“My Gun is Quick” é inédito no nosso país. Existe noutros mercados, a bom preço.

My Gun Is Quick - lobbycard 5

My Gun Is Quick - lobbycard 4

Realizadores: Phil Victor, George White

Argumentistas: Richard Collins, Richard Powell, a partir do romance de Mickey Spillane

Elenco: Robert Bray, Whitney Blake, Patricia Donahue, Donald Randolph, Pamela Duncan, Booth Colman (como Booth Coleman), Jan Chaney

 

Trailer

 

Clips

http://www.tcm.com/mediaroom/video/409006/My-Gun-Is-Quick-Movie-Clip-You-Know-How-I-Hate-Dames.html

 

Filme

 

My Gun Is Quick - Poster 1

Robert Bray recebe a indicação no genérico de “introducing“. O actor já tinha longo curriculum em Cinema e Televisão, mas como secundário.

Phil Victor é o pseudónimo de Victor Saville, produtor do filme. Saville seria o produtor de vários filmes que adaptavam romances de Mickey Spillane com Mike Hammer – “I, The Jury” (1953), “Kiss Me Deadly” (1955), “My Gun is Quick” (1957, que ele co-realizaria, com pseudónimo). “The Long Wait” (1954) seria realizado por ele, adaptava um romance de Spillane, mas era protagonizado por outro personagem.

My Gun Is Quick - Book Cover 1

Mickey Spillane tem títulos editados em Portugal. Aconteceu nas colecções “Vampiro” (de formato de bolso, e dedicada aos grandes romances do género) e “Vampiro Gigante” (de tamanho maior, onde se fazia uma colecção por escritor). Já são uma raridade nas lojas.

 

Sobre Mickey Spillane:

https://www.goodreads.com/author/show/50948.Mickey_Spillane

http://www.thrillingdetective.com/trivia/spillane.html

http://www.washingtonpost.com/wp-dyn/content/article/2006/07/17/AR2006071700990.html

https://www.mysterytribune.com/the-ultimate-guide-to-mickey-spillane-books-movies-and-mike-hammer/

https://www.goodreads.com/series/57435-mike-hammer

https://www.biography.com/people/mickey-spillane-9490694

My Gun Is Quick - Poster 4

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s