Martin Landau – RIP (1928-2017)

Martin Landau - Photo 5

 

Mais um Long Goodbye em Cinema (e Televisão).

Agora ao emblemático Martin Landau.

 

Martin nasce no Brooklyn, em Junho de 1928.

Martin Landau - Photo 1

Aos 17 anos vai trabalhar para o “New York Daily News” como cartoonista (ilustrava a coluna “Pitching Horseshoes” de Billy Rose e a comic strip de Gus Edson “The Gumps”).

 

O seu objectivo era representar.

Consegue-o em 1951, no palco em “Detective Story”.

 

Faz parte de 2000 candidatos ao curso de Lee Strasberg, no Actors Studio, em 1955. Só ele e Steve McQueen são aceites – tornam-se amigos e mais tarde iriam contracenar juntos.

 

Seguem-se várias oportunidades em Televisão (em séries populares como “Gunsmoke”, “The Man from U.N.C.L.E.”, “Bonanza”, “The Rifleman”, The Untouchables”, “Get Smart”, “Columbo”, “Murder, She Wrote”, “Hotel”, “Wanted: Dead or Alive” – protagonizada por McQueen) e no palco.

Em 1957 estreia-se na Broadway, em “Middle of the Night”, na companhia de Edward G. Robinson.

Em 1959 estreia-se em Cinema, no filme “Pork Chop Hill”, de Lewis Milestone, com Gregory Peck.

No mesmo ano, Alfred Hitchcock chama-o para interpretar um (excelente) vilão em “North by Northwest” (Martin passa o tempo a tentar matar Cary Grant).

Também o vemos como secundário em “Cleopatra”.

Martin Landau - Photo 2

Martin continua em Televisão e surge em dois episódios da relevante série “The Twilight Zone” (1963).

Hitchcock não o esquece e chama-o para alguns episódios de “Alfred Hitchcock Presents”.

 

Gene Roddenberry pensa em Martin para ser Mr. Spock em “Star Trek” (1966). Leonard Nimoy é preferido pelo estúdio.

Martin Landau - Photo 3

Mas o sucesso estava mesmo destinado a Martin, ainda que no pequeno ecran. Martin é um dos protagonistas de “Mission Impossible” (1966) e ganha popularidade como Rollin Hand, o “Homem das Mil Caras” (o seu personagem conseguia disfarçar-se de qualquer pessoa).

Contracena com Barbara Bain, a sua esposa desde 1957.

Martin chega a ganhar um Globo de Ouro pela sua interpretação. Foi em 1968.

Abandona a série (onde é substituído por… Leonard Nimoy), mas o sucesso e trabalho não o largam.

Martin Landau - Photo 4

Martin continua activo nos dois meios.

Em 1966, Martin reencontra McQueen em “Nevada Smith”.

Martin Landau - Photo 6

Em 1973, Martin & Barbara protagonizam “Savage”, um telefilme com o objectivo de dar origem a uma série. Um jovem Steven Spielberg realiza. O projecto falha.

Martin Landau - Photo 7

Em 1975, nova grande oportunidade em Televisão. Martin & Barbara protagonizam outra série emblemática – “Space: 1999”.

Martin Landau - Photo 8

Martin Landau - Photo 9

Martin continua activo e em 1988 recebe uma magnífica oportunidade pelas mãos de Francis Ford Coppola em “Tucker”, ao lado de Jeff Bridges. Martin recebe elogios, um Globo de Ouro e uma nomeação ao Oscar.

Segue-se outro grande cineasta (Woody Allen), mais uma notável interpretação (com elogios e nomeações) – “Crimes and Misdemeanors” (1989).

Martin Landau - Photo 10

Momento de topo em 1994. Pela mão de Tim Burton e ao lado de Johnny Depp, Martin dá-nos a sua mais perfeita interpretação e uma das mais magistrais de toda a História da Representação – como Bela Lugosi em “Ed Wood”.

Imensos elogios e prémios, havendo espaço para um (bem) merecido Oscar.

Martin Landau - Photo 11

Martin Landau - Photo 12

Voltamos a vê-lo (e muito bem) ao lado de Jim Carrey no nostálgico “The Majestic” (2001).

 

Em 2001, recebe a sua estrelinha no Hollywood Walk of Fame.

Martin Landau - Photo 13

Martin Landau era um actor capaz, versátil, hábil para todos os registos.

Trabalhou com grandes actores, realizadores e cineastas.

Tem no seu curriculum trabalhos (cinematográficos e televisivos) que atingiram estatuto de clássicos e de culto.

 

Que mais pedir para que Martin fique na memória e História?

Martin Landau - Photo 14

Goodbye Martin.

Fica muito trabalho digno de revisitação ao longo de gerações.

 

Evocação

 

Martin sobre Bela Lugosi

 

A recepção do Oscar

 

Intro de “Mission Impossible”

 

Intro de “Space: 1999”

 

Martin como Bela Lugosi em “Ed Wood”

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s