Mulher Maravilha (2017)

Wonder Woman - Poster 6

 

Título original – Wonder Woman

 

Esta maravilha de mulher está de volta.

Imortalizada pela linda Lynda Carter na popular série televisiva (qual o catraio que hoje passou os 40 não ficava a vê-la no pequeno ecran e a sonhar com a menina?), a Wonder Woman chega, finalmente, ao Cinema.

Gal Gadot dá-lhe (um lindo) rosto, corpo e voz.

É o início de uma nova saga.

 

Diana é uma princesa das Amazonas, que é preparada e educada no sentido de reinar.

Uma dia, conhece um piloto que lhe conta os eventos que se estão a dar no mundo dos humanos.

Disposta a ajudar, Diana vem até ao nosso mundo.

E surge uma nova super-heroína – Wonder Woman.

Wonder Woman - screenshot 1

Wonder Woman - screenshot 2

Wonder Woman - screenshot 3

Ao fim de quatro filmes – duas mediocridades (“Man of Steel” e “Suicide Squad”) e um desequilibrado (“Batman v Superman: Dawn of Justice”) -, é caso para dizer à DC, neste seu DC Cinematic Universe, “até que enfim, carago”.

Wonder Woman - screenshot 4

Wonder Woman - screenshot 5

“Wonder Woman” põe, finalmente, o mundo cinematográfico (mais recente) da DC na excelência dos grandes filmes de super-heróis já feitos.

E convém recordar que a DC foi a primeira a fazer história nesta área – vem deles o filme sempre referência para este género, o “velhinho” clássico “Superman”, feito em 1978 e maravilhosamente realizado por Richard Donner.

E há muito do espírito dessa obra-prima neste encantador “Wonder Woman”.

O ritmo, o tom, o humor, a relação entre os protagonistas, as emoções, os personagens, as peripécias, a encenação.

Wonder Woman - screenshot 6

Quase todo o filme segue matrizes clássicas, tanto na mise en scéne, como na organização narrativa.

 

Fiel às regras do género para um bom filme, a protagonista é bem definida nos seus valores, nos seus dramas, nas suas emoções e motivações.

A ajudar, está a relação que tem como “menino” – “duelo” de visões sobre o mundo, que ajuda cada um a evoluir, criando também situações muito divertidas (onde se pode ver alguma evocação da screwball clássica) e, claro, uma intensa love story (bem à moda antiga).

Fiel a um certo modelo de cinema, há relevo nos personagens secundários, variados e sempre capazes de dinamizarem os protagonistas.

Por outro lado, o filme traz também um certo sabor de action-adventure B e serial, à anos 40 (recordando assim outros títulos referenciais com “The Rocketeer” ou “Captain America: The First Avenger”).

Wonder Woman - screenshot 7

Wonder Woman - screenshot 8

Wonder Woman - screenshot 9

Algumas situações têm a sua pertinência sócio-cultural e histórica (a protagonista e mover-se em meios estritamente masculinos e proibidos a mulheres, numa altura em que estas lutavam pela emancipação dos seus direitos) e, perante a moral da heroína, até se podem ver algumas “indirectas” à Casa Branca de Donald Trump (o duelo entre mundo fechado e odioso face a um mundo aberto de compreensão e comunhão).

Wonder Woman - screenshot 10

Acção, aventura, humor, drama, romance, peripécias, valores nobres, tudo reunido num cocktail que funciona, tem nostalgia, inteligência, cinefilia e grande sentido de entretenimento.

Wonder Woman - screenshot 11

Só destoa o confronto final. Demasiada pirotecnia e mass destruction em formato CGI (neste aspecto, os filmes DC estão muito repetitivos e banais), num filme que até então tinha tanto de “old fashioned” e “artesanal”.

Mas isso não estraga o que de muito bom se faz até então.

Wonder Woman - screenshot 12

Gal Gadot é uma deusa de beleza, uma maravilha de nobreza, plena de bons valores, dando à sua personagem valentia, simpatia, humor e emoção.

Chris Pine dá boa réplica, entre o heróico e o cavalheiresco.

Boa prestação do restante elenco.

Wonder Woman - screenshot 13

Patty Jenkins dirige com competência, sentido clássico de Cinema, mostrando o quanto se está a divertir com os meios ao seu dispor.

Wonder Woman - screenshot 14

É a DC finalmente a fazer bom cinema.

É a Wonder Woman a receber o filme que merece e a mostrar ter um futuro promissor à sua frente.

Foram precisas duas mulheres (uma à frente e outra atrás das câmaras) para, finalmente, termos um DC Movie decente. Que maravilha!!!

Vamos ver como correm as coisas em “Justice League”, já no final do ano.

Wonder Woman - screenshot 15

Muito recomendável.

 

“Wonder Woman” já está nas salas.

Wonder Woman - screenshot 16

Realizadora: Patty Jenkins

Argumentistas: Allan Heinberg, Zack Snyder, Jason Fuchs, a partir da personagem criada por William Moulton Marston

Elenco: Gal Gadot, Chris Pine, Danny Huston, David Thewlis, Connie Nielsen, Robin Wright, Elena Anaya, Lucy Davis, Ewen Bremner

 

Site – http://wonderwomanfilm.com

 

Orçamento – 149 milhões de Dólares

Bilheteira (até agora) – 205 milhões de Dólares (USA); 435 (mundial)

 

Wonder Woman - Poster 2

Importância de “Wonder Woman” no DC Universe:

  • A origem da Wonder Woman.
  • A forma como ela é colocada no DC Universe, usando elementos de “Batman v Superman: Dawn of Justice” e orientando alguns para “Justice League”.

Wonder Woman - Poster 3

O filme anda pensado desde 1996. Na época, seria Ivan Reitman (“Ghostbusters”) o responsável pela realização e argumento.

Em 2001, Joel Silver tomou conta dos direitos.

Em 2005, Joss Whedon é contratado para escrever e realizar o filme. Whedon sai de cena em 2007, por conflitos criativos, e é chamado para tratar de “The Avengers” (feito pela rival da DC, a Marvel).

Em 2014, Michelle MacLaren é chamada como realizadora, mas sai de cena por conflitos criativos.

Wonder Woman - Poster 4

Kate Beckinsale, Sandra Bullock, Mischa Barton, Rachel Bilson, Sarah Michelle Gellar, Jessica Biel, Eva Green, Christina Hendricks e Kristen Stewart – é o rol de actrizes que foram ponderadas.

Cobie Smulders (a agente Maria Hill da saga “The Avengers”) foi ponderada como protagonista. A actriz dá voz à Wonder Woman no filme “The LEGO Movie” (2014).

Em 2005, Angelina Jolie foi convidada a protagonizar, mas recusou. Em 2015, a actriz ofereceu-se para realizar o filme.

Liam Hemsworth e Alexander Skarsgård foram considerados como co-protagonista. Chris (irmão de Liam) e Stellan (pai de Alexander) andam pelo mundo dos super-heróis – participam na saga “Thor” (da rival da DC, a Marvel).

Cate Blanchett foi convidada, mas preferiu participar em “Thor: Ragnarök” (2017), onde é a vilã.

Nicole Kidman foi convidada para uma personagem, mas recusou.

Lynda Carter (a primeira Wonder Woman – na popular série televisiva dos 70s) ia ter um cameo. Mas compromissos da actriz impediram tal.

Lyle Waggoner (co-protagonista da série televisiva) ia ter um cameo. O actor recusou pois já se encontra reformado.

Nicolas Winding Refn queria realizar, mas tinha como condição o protagonismo de Christina Hendricks (com quem trabalhou em “Drive”).

Kathryn Bigelow, Catherine Hardwicke, Mimi Leder, Karyn Kusama, Julie Taymor e Tricia Brock foram consideradas como realizadora.

 

Zack Snyder faz um cameo – um soldado da guerra.

 

Quando se fizeram re-shoots, Gal Gadot já tinha 5 meses de gravidez. A sua barriga já era visível. Para a esconder, uma parte do fato tinha um “green screen” – em pós-produção e com uns efeitos digitais, essa barriga desapareceu.

Wonder Woman - Poster 1

Na mitologia grega, as Amazonas e Hércules são rivais, pois este seduziu a Rainha e roubou-lhe um cinto.

Nos comics da DC, tal ideia mantém-se, embora Hércules receba uma oportunidade de redenção.

Nos comics da Marvel, Hércules é um herói, amigo de Thor, e as Amazonas são as vilãs.

Wonder Woman - Gal Gadot & Patty Jenkins

É o primeiro filme com uma super-heroina, desde “Elektra” (2005).

Patty Jenkins torna-se a primeira mulher a realizar um filme sobre uma super-heroína.

Segundo filme, a partir de um super-herói, a ter uma realizadora, depois de “Punisher – War Zone” (2008, de Lexi Alexander).

 

É o quarto filme do DC Universe, depois de “Man of Steel” (2013), “Batman v Superman: Dawn of Justice” (2016) e “Suicide Squad” (2016).

 

Wonder Woman regressa no final de 2017 com “Justice League – Part I”.

Wonder Woman - Comics

 

Sobre a DC:

http://www.dccomics.com

 

Sobre Wonder Woman:

http://www.dccomics.com/characters/wonder-woman

http://dc.wikia.com/wiki/Wonder_Woman

https://comicvine.gamespot.com/wonder-woman/4005-2048/

 

Já agora, recordemos Lynda Carter como Wonder Woman:

 

Wonder Woman - Poster 5

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s