Fragmentado (2016)

Split - Poster 3

 

Título original – Split

 

É o regresso de Shyamalan.

Novamente ao suspense/terror.

James McAvoy interpreta vários personagens.

 

Kevin tem 23 personalidades diferentes dentro dele.

Uma delas rapta três raparigas.

Cabe a elas descobrir qual a personalidade de Kevin que as pode ajudar.

Mas há urgência – é que Kevin está prestes a despertar a Besta dentro dele.

Split - screenshot 1

“The Visit” (2015) marcou o regresso de Shyamalan à grande forma, depois de uma pequena (mas não isenta de interesse) passagem pelo mundo das grandes produções (“The Last Airbender”, “After Earth”).

 

“Split” confirma esse momento de boa forma criativa que o cineasta vive.

Split - screenshot 7

Split - screenshot 4

Estamos perante um admirável exercício no campo do medo, do cerco, de ambiente huis clos, onde tudo gira à volta dos distúrbios da personalidade.

Como sempre, Shyamalan consegue meter o terror mais sombrio no meio do quotidiano urbano mais normal, criando a sensação que tudo é plausível, real, quase documental.

Com grande mestria, Shyamalan recorre a um terror clássico de metamorfose, sendo visíveis ecos de “Dr. Jekyll and Mr. Hyde” (o romance de Robert Louis Stevenson) ou mesmo alguma da mitologia ligada ao Lobisomem.

Split - screenshot 3

James McAvoy tem uma interpretação que é um verdadeiro tour de force. Absolutamente impressionante, assustador e inesquecível. É a mais incrível performance da sua carreira e que lhe merecerá muitos prémios, certamente. Vejam-se as diversas personalidades que ele cria, a momentos quase em simultâneo.

As meninas são menos famosas, o que ajuda na tradução e credibilidade do seu desespero e medo.

 

M. Night Shyamalan dirige com grande sabedoria perante o género, com ritmo tranquilo, mas sempre tenso, sabendo muito bem como e quando criar medo, tensão e suspense, sem recorrer a truques falsos.

Split - screenshot 2

Pois…

 

“Split” é um Shyamalan film. É, portanto, de esperar um twist.

Existe?

Sim e Não, consoante o ponto de vista.

Digamos que há uma surpresa/adenda, que nos leva a ver o filme por outro ângulo e a encaixá-lo num universo já criado por Shyamalan noutro dos seus filmes.

Split - screenshot 6

Um excelente filme de género e um dos mais relevantes do cineasta.

 

Obrigatório.

 

“Split” já está nas salas portuguesas.

 

Obs.: Não saiam da sala assim que começa o genérico final. Há uma cena extra durante o mesmo, a cena que traz a tal surpresa/adenda/reviravolta/twist.

 

Split - screenshot 5

 

Realizador: M. Night Shyamalan

Argumentista: M. Night Shyamalan

Elenco: James McAvoy, Anya Taylor-Joy, Haley Lu Richardson, Jessica Sula, Betty Buckley

 

Site – http://www.splitmovie.com/

 

Orçamento – 9 milhões de Dólares

Bilheteira (até agora) – 112 milhões de Dólares (USA); 169 (mundial)

 

Split - Poster 2

Shyamalan considera este filme como o mais desafiante da sua carreira.

Joaquin Phoenix esteve pensado, mas ele e produtores não chegaram a acordo. James McAvoy foi chamado.

McAvoy já interpretou um homem com diversas personalidades – “Filth” (2013).

 

Uma entrevista a Shyamalan

(a ler só por quem já viu “Split” – Shyamalan explica o final e a surpresa)

http://www.empireonline.com/movies/features/m-night-shyamalan-split/

 

Split - Poster 4

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s