A Rapariga do Comboio (2016)

The Girl on the Train - Poster 3

 

Título original – The Girl on the Train

 

É um dos romances mais populares, elogiados e premiados dos últimos tempos.

Claro que Hollywood lhe faria uma adaptação.

Ei-la.

 

Rachel Watson tem a sua vida algo caótica. Está divorciada e a sua vida assenta numa rotina sem rumo.

Todos os dias, Rachel faz a mesma viagem de comboio e vê sempre os mesmo locais.

Mas um dia, tudo muda.

Rachel vê algo que a deixa consternada. Ao ponto de acordar no dia seguinte, com uma enorme ressaca e ferimentos recentes.

Mas não é tudo. Rachel descobre que uma mulher foi assassinada. Uma mulher que tem uma ligação com Rachel. Uma mulher que Rachel até tem razões para ser hostil.

Coincidências ou é Rachel culpada de algo?

The Girl on the Train - screenshot 3

The Girl on the Train - screenshot 9

O filme quer ser drama (a protagonista é alcoólica, não consegue superar o divórcio, ninguém lhe dá credibilidade), mas não tem a devida força emocional.

O filme quer ter suspense à volta de um murder mystery (a protagonista é suspeita de um crime e procura a verdade), mas não saber criar a devida tensão.

A narrativa cria suspeitas, twists & turns, mas nada surpreende.

The Girl on the Train - screenshot 6

Girl on a Train, The

Há tentativa de empenho dos actores (está um bom elenco em cena), mas nunca conseguem entregar a devida densidade que personagens e a narrativa permitem.

 

A realização é demasiado formal e rotineira, levando o resultado final para o mais banal dos telefilmes.

The Girl on the Train - screenshot 5

The Girl on the Train - screenshot 7

Há muito melhor no género – em filmes antigos e modernos.

Já nem vou para Hitchcock (trazer The Master of Suspense para esta discussão é insultuoso a ele).

Fico-me pelo recente, excelente e perverso “Gone Girl”, que combina magistralmente drama e suspense, aliado a Cinema na sua realização, com emoções e tensões bem ao rubro.

The Girl on the Train - screenshot 10

The Girl on the Train - screenshot 2

A ideia é interessante, o resultado nunca electrizante.

 

Inconsequente e dispensável.

 

“The Girl on the Train” já teve passagem pelas nossas salas (onde fez boa carreira).

Prepara-se agora para chegar ao mercado doméstico.

 

The Girl on the Train - screenshot 1

 

Realizador: Tate Taylor

Argumentista: Erin Cressida Wilson, baseado no romance de Paula Hawkins

Elenco: Emily Blunt, Haley Bennett, Rebecca Ferguson, Luke Evans, Laura Prepon, Justin Theroux, Edgar Ramírez, Allison Janney, Lisa Kudrow

 

Orçamento – 45 milhões de Dólares

Bilheteira – 75 milhões de Dólares (USA); 172 (mundial)

 

Site – http://www.thegirlonthetrainmovie.com/

 

Sobre Paula Hawkins – http://paulahawkinsbooks.com

 

The Girl on the Train - Poster 2

Kate Mara ia participar, mas saiu de cena. Haley Bennett substituiu-a.

Margot Robbie também andou considerada.

Jared Leto ia participar, mas desistiu por conflitos de agenda. Luke Evans substituiu-o.

Chris Evans ia participar, mas desistiu por conflitos de agenda. Justin Theroux substituiu-o.

The Girl on the Train - Book Cover

O livro foi #1 no “The New York Times Fiction Best Sellers 2015”. Assim esteve por 15 semanas. Vendeu mais de 3 milhões de exemplares, só os USA.

O livro passa-se em Londres. O filme passa-se em Nova Iorque.

 

Havia um cameo de Paula Hawkins, mas tal ficou fora da montagem final.

 

The Girl on the Train - Poster 1

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s