Perseguição Impiedosa (1966)

chase - cinema quad movie poster (1).jpg
Título original – The Chase

 

Arthur Penn “caça” um magnífico elenco, num filme que procura conciliar o thriller com a análise social.

 

Uma cidade do Sul dos USA vive em enorme conturbação devido à fuga de um presidiário.

Tudo porque o dito tem contas a resolver com alguns membros da povoação.

O Sheriff local procura resolver as coisas, mas descobre que há interesses muito mais vastos e complexos do que o simples caçar de um presidiário.

The Chase - 1966 - Lobbycard 1

The Chase - 1966 - screenshot 1

O que poderia ser um actiion thriller sobre fugitivo e caça pelas autoridades, revela-se afinal um retrato sobre uma comunidade, a sua feira de vaidades, a sua decadência e indiferença social e sentimental (os ilícitos affaires, os negócios desmedidos, o racismo, o vazio do luxo e do lazer).

É nesse cenário que se movem Xerife e fugitivo, que se revelam os personagens mais dignos da história (veja-se a atitude do Xerife a um negro que prende no sentido de o proteger).

The Chase - 1966 - Lobbycard 3

The Chase - 1966 - screenshot 3

A ideia é boa, mas falta energia na trama policial (não sentimos o aperto dado ao fugitivo nem a urgência das autoridades) e mais pertinência na análise social (não se consegue o poder crítico que a narrativa permite).

 

Mesmo assim, ainda se conseguem uns 30 minutos finais com bastante emoção, ódio e tensão à flor da pele.

The Chase - 1966 - Lobbycard 4

The Chase (1966)

Boa prestação do elenco.

Não sendo um dos trabalhos e filmes vintage de Marlon Brando, deve-se destacar a postura digna que ele imprime ao seu personagem.

 

Realização tranquila de Arthur Penn.

The Chase - 1966 - Lobbycard 2

Um bom título do género e da época, num tempo onde o melodrama começava a ser mais aberto e explícito sobre o quotidiano da sociedade.

 

Recomendável.

 

“The Chase” não tem edição portuguesa. Pode ser encontrado noutros mercados, a bom preço. Algumas edições europeias têm legendas em Português.

 

The Chase - 1966 - Lobbycard 5

 

Realizador: Arthur Penn

Argumentista: Lillian Hellman, a partir da peça de Horton Foote

Elenco: Marlon Brando, Jane Fonda, Robert Redford, Angie Dickinson, James Fox, E.G. Marshall, Miriam Hopkins, Martha Hyer, Robert Duvall, Henry Hull, Jocelyn Brando, Clifton James, Steve Ihnat, Bruce Cabot

 

Mercado doméstico – 2.3 milhões de Dólares

 

The Chase - 1966 - Promo Photo 1 - Marlon Brando and Angie Dickinson

 

Trailer

 

The Chase - 1966 - Promo Photo 1 - Jane Fonda and Marlon Brando

O produtor Sam Spiegel já tinha os direitos desde os anos 50. Procurou ter Marlon Brando e Marilyn Monroe como o par romântico. Mas em 1965, Brando foi considerado demasiado velho para o personagem.

Nos 50s, Gary Cooper procurou obter os direitos, com o objectivo de trabalhar com Montgomery Clift. Cooper não conseguiu obter financiamento.

 

Spiegel queria Peter O’Toole, mas o actor rejeitou.

Faye Dunaway foi rejeitada pelo casting director – foi considerada demasiado feia para Cinema e que se devia limitar ao Teatro.

(felizmente, Faye mostrou que o gajo estava estupidamente errado)

Steve McQueen chegou a ser ponderado. Robert Redford foi depois convocado.

 

É o primeiro score para um filme americano, por parte de John Barry.

Último filme de Henry Hull.

Jane Fonda e Redford deram-se muito bem no set. Trabalhariam novamente juntos na década seguinte.

Jocelyn Brando é a irmã de Marlon.

The Chase - 1966 - Backstage - Marlon Brando and Arthur Penn

Spiegel mandou reescrever todo o argumento de Lillian Hellman. Nunca lhe mostrou o final cut até à estreia. Spiegel também não permitiu a Arthur Penn a edição do filme. Penn lamenta o resultado final, pois não mostra aquilo que ele pretendia ao longo da metragem – histeria colectiva.

Resultado de todas estas interferências criativas? O filme foi um flop (de público e crítica), tendo sido decisivo na ruína profissional de Sam Spiegel.

 

Marlon Brando não gostou do personagem que interpretou e queixou-se (com alguma razão, diga-se) que o Sheriff se limitava a “andar por ali”.

Brando citaria a cena do espancamento do seu personagem como um exemplo do “Método”.

 

The Chase - 1966 - Poster 2

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s