Sete Minutos Depois da Meia-Noite (2016)

A Monster Calls - Poster 1
Título original – A Monster Calls

 

O realizador do aclamado e excelente “El Orfanato” (2007) regressa ao “terror” e ao universo infantil.

 

Connor é um menino especial, pleno de receios, vítima de bullying e muito dedicado à mãe, que está doente.

Connor convoca a ajuda de uma criatura monstruosa.

Entre ambos surge uma forte ligação, que muito ajudará Connor nos seus desafios e a vencer os seus medos.

 

J.A. Bayona mostrou uma notável sensibilidade para temas dramáticos, humanos e familiares, sabendo “mascarar” os seus filmes com outro género – “El Orfanato” parecia um filme de terror, “The Impossible” parecia uma filme-catástrofe. O seu talento também se estendia ao bom gosto visual e à excelente direcção de actores.

 

Tudo se repete e confirma com este soberbo “A Monster Calls”.

A Monster Calls - screenshot 1

A Monster Calls - screenshot 2

Parece um monster tale, mas é afinal uma abordagem (muito) dramática sobre os monstros que assolam o (difícil) período da infância – os conflitos geracionais, o bullying na escola, os medos, as emoções, a afirmação do Eu e a relação filho-mãe.

 

Tudo é tratado com uma enorme e esplêndida sensibilidade humana e emocional, havendo uma perfeita combinação entre fantasia e drama.

A Monster Calls - screenshot 5

A Monster Calls - screenshot 8

Excelência total na fotografia (com um look estilo old days – quer temporal, quer cinematográfico) e nos efeitos visuais (o nível de detalhe e realismo do monstro).

A Monster Calls - screenshot 6

A Monster Calls - screenshot 9

“Monstruoso” trabalho do (magnífico) elenco.

Mas quem merece todo o destaque e aplauso é o jovem e estreante Lewis MacDougall. Que talento impressionante! É muito difícil encontrar-se muito actor veterano (e premiado) que consiga transmitir aquele nível de dor e raiva. Acreditem – está aqui um futuro e extraordinário actor a caminho.

Liam Neeson faz um trabalho vocal de nível (muito) superior. E Neeson é (mesmo) um daqueles (poucos) actores que sabe fazer da voz um instrumento de representação.

A Monster Calls - screenshot 3

J.A. Bayona dirige de forma sublime, tão (bem) atento às emoções como à fantasia, tão preciso na visualização como na exposição dos actores.

A Monster Calls - screenshot 11

Belo e comovente, trágico e intenso.

E depois há aquele final…!

A Monster Calls - screenshot 10

Um dos melhores filmes de 2016.

 

Obrigatório.

 

“A Monster Calls” já está nas salas portuguesas.

(e chegou-nos uma semana antes dos USA)

 

A Monster Calls - screenshot 12

 

Realizador: J.A. Bayona

Argumentista: Patrick Ness, a partir do seu livro e da ideia de Siobhan Dowd

Elenco: Lewis MacDougall, Felicity Jones, Sigourney Weaver, Toby Kebbell, Liam Neeson

 

Site – http://www.focusfeatures.com/amonstercalls

 

Orçamento – 43 milhões de Dólares

Bilheteira (até agora) – ainda não há números dos USA (não estreou), 25 milhões de Dólares (mundial)

 

A Monster Calls - Backstage

 

“Prémio SIGNIS – Menção Especial”, no Festival de San Sebastián 2016.

 

A Monster Calls - Book Cover 1

O livro começou com Siobhan Dowd. O seu súbito falecimento impediu-a de concluir a obra. Foi Patrick Ness quem concluiu.

Sobre o livro:

http://www.goodreads.com/book/show/8621462-a-monster-calls

https://www.bookdepository.com/Monster-Calls-Patrick-Ness/9780763655594

https://www.bookdepository.com/Monster-Calls-Siobhan-Dowd/9781406311525

http://www.barnesandnoble.com/w/monster-calls-patrick-ness/1100092978#productInfoTabs

http://www.booktrust.org.uk/books/view/31309

A Monster Calls. Patrick Ness.

A Monster Calls. Patrick Ness.

O argumento estava na blacklist de 2013.

 

Pela terceira vez na sua carreira, Liam Neeson dá voz a um personagem criado por computador – já o fez para o Leão nos episódios de “The Chronicles of Narnia” e com Good Cop/Bad Cop em “The LEGO Movie”.

A Monster Calls - Backstage - J.A. Bayona andLewis MacDougall

As cenas na escola foram filmadas na Colne Valley Hight School, em Huddersfield, Inglaterra.

Tom Holland, protagonista de “The Impossible” (2012, também realizado por J.A. Bayona) era o stand-in para as cenas com o monstro. O seu nome recebe um agradecimento no genérico final.

A Monster Calls - Poster 2

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s