Terror na Escuridão (2016)

Lights Out - Poster 1
Título original – Lights Out

 

James Wan renovou o terror ao criar o sub-género torture porn, com a saga “Saw”.

Mas Wan mudou-se para um terror mais clássico e tem conseguido igual sucesso, onde se tem mostrado como o melhor realizador do género – as sagas “Insidious” (Chapter 4 a caminho) e “The Conjuring” (o Episode 3 já anda pensado).

Pelo meio, Wan tem patrocinado outros títulos – “Annabelle” (sequela já em 2017).

Um outro é este “Lights Out”.

 

Martin, uma criança, não consegue dormir.

Porque tem medo.

Durante a noite, em plena escuridão, surge-lhe uma criatura que lhe quer fazer mal.

A irmã, Rebecca, procura salvá-lo, retirando-o de casa.

Mas o tal espírito demoníaco continua a persegui-lo.

Quem é?

A solução está num segredo que a mãe de ambos guarda desde há muitos anos.

Lights Out - screenshot 4

Lights Out - screenshot 3

Lights Out - screenshot 2

A cena inicial dá logo o mote – scary movie à moda antiga, onde conta mais a atmosfera pela luz, sombra e som (silêncio) do que pelo explícito de sangue e tripas.

No meio de tanto e bom susto, há espaço para uma simples mas bem contada história sobre a unidade familiar, com lugar para afectos e emoções.

Final de grande tensão, conseguindo aparar as unhas do espectador.

LIGHTS OUT

Lights Out - screenshot 5

L.O.00228.dng

Boa prestação do elenco, com destaque para o pequeno e promissor Gabriel Bateman, muito puro na sua entrega. Teresa Palmer mostra empenho.

 

David F. Sandberg dirige com eficácia e vontade.

É bom vermos toda uma nova geração de movie makers que aprenderam bem as lições dos grandes mestres e clássicos do passado – sejam os “antigos” (James Whale, Terence Fisher, Jacques Tourneur) ou modernos (John Carpenter, Sam Raimi, George A. Romero, Peter Jackson).

Lights Out - screenshot 6

Lights Out - screenshot 8

O terror moderno de índole clássica continua de boa saúde.

 

Depois de “Lights Out”, nunca mais deixará apagadas as luzes de casa.

 

Recomendável.

 

“Lights Out” já teve passagem pelas nossas salas e prepara-se para chegar ao mercado doméstico.

 

Lights Out - screenshot 9

Lights Out - screenshot 10

 

Realizador: David F. Sandberg

Argumentista: Eric Heisserer, a partir da curta-metragem de David F. Sandberg

Elenco: Teresa Palmer, Gabriel Bateman, Alexander DiPersia, Billy Burke, Maria Bello, Alicia Vela-Bailey

 

Site – http://www.lightsoutmovie.com

 

Orçamento – 5 milhões de Dólares

Bilheteira – 67 milhões de Dólares (USA); 148 (mundial)

 

L.O.00094.dng

“Lights Out” começou como sendo a short de David F. Sandberg. Deixou boa impressão a James Wan, que logo patrocinou a vontade de Sandberg em expandir a ideia para uma longa-metragem.

 

Sandberg quis o máximo de practical effects e o mínimo de efeitos digitais.

A casa é a mesma vista em “Ouija” (2014) e “Ouija 2” (2016).

Muitas das cenas foram iluminadas por velas ou lâmpadas florescentes.

 

Já tem sequela planeada.

Wan chamou Sandberg para realizar “Annabelle 2”.

Gabriel Bateman volta ao terror patrocinado por Wan, depois de “Annabelle” (2014).

 

O filme tinha uma cena extra, no final. Foi retirada devido às queixas dos espectadores nos test screenings, que a consideraram algo forçada.

 

A short feature de Sandberg


Lights Out - Poster 3

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s