A Casa da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares (2016)

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - Poster 3
Título original – Miss Peregrine’s Home for Peculiar Children

 

Tim Burton está de volta.

A cenários góticos.

Com criaturas insólitas e diferentes.

E com… Eva Green.

(há alguém não queira ser uma criança dela?)

 

Jacob é um menino que descobre ser diferente dos outros.

A busca pelo seu passado leva-o à misteriosa casa da igualmente misteriosa Miss Peregrine.

Nessa casa, Jacob descobre outras crianças “diferentes” como ele.

Uma série de eventos irão levar Jacob a descobrir todos os mistérios sobre ele, o seu lugar no mundo e a sua importância face aos novos amigos que conheceu.

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - screenshot 1

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - screenshot 2

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - screenshot 4

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - screenshot 8

A narrativa traz imensos elementos do Cinema de Tim Burton – mundos insólitos, criaturas peculiares, a descoberta da (enorme) humanidade nos seres “anormais”, o lugar no mundo para quem é diferente.

Mas fica a sensação que o cineasta não quis arriscar (ou assustar?) e preferiu enveredar pelo tom mais light que a trama permite, esquivando-se dos contornos obscuros e tenebrosos que esta tem no seu potencial.

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - screenshot 6

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - screenshot 10

Há boa criação de ambientes, humor e ironia e a devida galeria de personagens bizarros (ou melhor dito, peculiares).

 

Como sempre no Cinema de Burton, excelência no campo da fotografia, cenografia e guarda-roupa.

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - screenshot 5

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - screenshot 7

Bom trabalho de Burton na criação, visualização e vivência de um mundo peculiar, mostrando até destreza para a acção (a confrontação final).

 

Bom trabalho do elenco.

Mas merecem destaque um impecável Asa Butterfield (não há rosto e olhar mais expressivos que o dele), muito bem na criação de um personagem em busca do seu dom peculiar.

E…

Pois claro!

Uma estupenda Eva Green (que fica sempre perfeita nestes ambientes), bem peculiar no seu look, na sua protecção aos seus petizes e na sua atitude.

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - screenshot 12

MISS PEREGRINE'S HOME FOR PECULIAR CHILDREN

Sim, é um Tim Burton Film mais leve que o habitual (estão aqui elementos que poderiam fazer do filme um bom rival de “Edward Scissorhands”, “Big Fish”, “Frankenweenie” ou mesmo “Sweeney Todd”), mas sempre diferente, original, personalizado e… peculiar.

(o que é muito, em tempos em que o Cinema anda todo igual, em imitação e falta de ideias)

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - screenshot 11

Recomendável.

 

“Miss Peregrine’s Home for Peculiar Children” continua em exibição nas salas portuguesas.

 

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - screenshot 16

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - screenshot 17

 

Realizador: Tim Burton

Argumentista: Jane Goldman, a partir do romance de Ransom Riggs

Elenco: Eva Green, Asa Butterfield, Samuel L. Jackson, Judi Dench, Rupert Everett, Allison Janney, Chris O’Dowd, Terence Stamp, Ella Purnell

 

Site – http://www.foxmovies.com/movies/miss-peregrines-home-for-peculiar-children

 

Orçamento – 110 milhões de Dólares

Bilheteira (até agora) – 65 milhões de Dólares (USA); 196 (mundial)

 

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - screenshot 14

Tim Burton quis fazer um uso mínimo de efeitos visuais digitais, procurando sempre fazer shoot on location e a criação de sets reais.

 

Reencontro entre Burton e Eva Green, depois de “Dark Shadows” (2012).

Reencontro entre Green e Judi Dench, depois de “Casino Royale” (2006).

Terceiro filme de Burton, sem a banda sonora do seu habitual Danny Elfman – os outros filmes são “Ed Wood” (1994) e “Sweeney Todd: The Demon Barber of Fleet Street” (2007).

11ª colaboração entre Burton e Colleen Atwood, a costume designer.

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - screenshot 13

A saga literária de Ransom Riggs é muito popular. Já foram editados três volumes.

O personagem de Samuel L. Jackson foi criado de propósito para o filme, pois ele não existe nos livros.

Segundo Burton, Miss Peregrine é uma “Mary Poppins algo assustadora”.

 

Filmado em Blackpool, UK, mas também em Tampa, Florida.

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - Book Cover 1

Sobre a saga literária:

https://www.goodreads.com/series/76161-miss-peregrine-s-peculiar-children

 

Sobre Ransom Riggs:

http://www.ransomriggs.com

 

Os livros estão à venda em Portugal – na edição inglesa e na portuguesa.

Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - Song Cover

O (belíssimo) tema de Florence + The Machine

(que fecha o filme)

 

Um (divertido) tema que se ouve numa cena crucial


Miss Peregrine's Home for Peculiar Children - Poster 1

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s