Colts Para os 7 Magníficos (1969)

Guns of the Magnificent Seven - Poster 2
Título original – Guns of The Magnificent Seven

 

Os Magníficos 7 Pistoleiros regressam para mais uma missão.

Mudança de rosto no protagonista – sai Yul Brynner (que andou nos dois primeiros filmes) e entra George Kennedy.

 

Um novo grupo de 7 é criado pelo Marshal Chris Adams.

Desta vez, o objectivo é ajudar um revolucionário mexicano a salvar os seus camaradas de uma prisão liderada por um tirano.

A missão é dura, mas os 7 são sempre magníficos na sua luta.

Guns of the Magnificent Seven - screenshot 1

A segunda sequela procura fazer uma mudança de rumo narrativo (agora já não é o salvar de uma aldeia mexicana).

Desta vez é o auxílio a uma revolução.

O filme move-se também pelo campo do heist movie e do prison break.

Guns of the Magnificent Seven - screenshot 2

A fusão desses dois géneros com o Western resulta bem (embora um pouco mais de empenho no argumento e mais metragem ajudassem a uma maior intimidade entre os personagens) e elogia-se a tentativa de profundidade nalguns personagens (há um duelo moral entre um Confederado e um negro, a amizade entre o protagonista e uma criança).

Guns of the Magnificent Seven - screenshot 4

Mas isto é (mais) uma missão destes 7.

Espera-se, mas vale a pena.

A confrontação final é carregada de pólvora, literalmente explosiva e com muito body count nos vilões.

Guns of the Magnificent Seven - screenshot 6

George Kennedy sai-se bem, mostrando um Chris igualmente rebelde e temerário, mas com o devido peso da idade e da veterania no meio.

Guns of the Magnificent Seven - screenshot 3

Não iguala o original (tal é impossível), mas supera (largamente) o segundo episódio (não seria difícil).

Das sequelas, é a que mais se consegue aproximar do original.

 

Resulta muito bem como entretenimento.

 

Recomendável.

 

“Guns of The Magnificent Seven” não tem edição portuguesa, mas pode ser encontrado noutros mercados, a preço magnífico.

 

Guns of the Magnificent Seven - screenshot 5

 

Realizador: Paul Wendkos

Argumentista: Herman Hoffman

Elenco: George Kennedy, James Whitmore, Monte Markham, Reni Santoni, Bernie Casey, Joe Don Baker, Frank Silvera, Sancho Gracia, Fernando Rey

 

Guns of the Magnificent Seven - lobbycard 1

 

Trailer

 

Guns of the Magnificent Seven - Poster 1

 

É o terceiro capítulo/episódio/filme da saga “The Magnificent Seven”.

 

Guns of the Magnificent Seven - Poster 8

Não é só o rosto de Chris Adams que muda. Também a sua indumentária (o Chris de Yul Brynner vestia sempre de negro; o de George Kennedy veste roupas mais claras). Mantém-se a atitude e o gosto por charutos.

Fernando Rey regressa à saga. Tinha participado em “Return of The Magnificent Seven”. Mas interpreta personagens diferentes nos dois filmes.

Monte Markham usa o mesmo tipo de roupa que usou Steve McQueen em “The Magnificent Seven”.

É o primeiro filme de Bernie Casey.

 

George Kennedy tinha a sua popularidade em alta, pois tinha ganho o Oscar (“Melhor Actor Secundário”) em “Cool Hand Luke” (1967).

Elmer Bernstein procurou adicionar novos elementos sonoros ao seu tema clássico e habitual da saga.

 

Filmado em Espanha, na zona de Almeria – local onde se filmavam quase todos os Western Spaghetti.

 

O filme teve boa recepção nas bilheterias internacionais.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s