O Regresso dos 7 Magníficos (1966)

Return of the Magnificent Seven - Poster 4

Título original – Return of The Magnificent Seven

 

Seis anos depois do original, eis a (inesperada) sequela.

Yul Brynner é o único magnífico que regressa.

 

Estamos de volta à aldeia onde tudo se passou (no filme original).

Um dia, a povoação é atacada por um vilão que rapta todos os homens.

A esposa de Chico (o magnífico que ficou na povoação) procura Chris, para que este volta a ajudar.

Chris reencontra Vin, e ambos procuram outros talentosos pistoleiros.

E mais uma magnífica batalha se dá.

Return of the Magnificent Seven - screenshot 6

Return of the Magnificent Seven - screenshot 5

Repete-se a situação (a mesma aldeia a ser atacada e os 7 a irem auxiliar).

Reencontramos alguns personagens do filme original (os que sobreviveram – embora só um tenha o mesmo rosto).

Return of the Magnificent Seven - screenshot 3

Return of the Magnificent Seven - screenshot 4

E aí está o problema.

 

Nada de novo vem na situação. Alias, dada a metragem mais curta, nem se chegam a desenvolver relações, emoções e motivações.

Os personagens não trazem a mesma carga psicológica, emocional e moral. Limitam-se a ser pistoleiros em busca de mulheres, álcool e tiroteios. Culpas (muitas) no argumento e casting (que até tem bons nomes nos secundários, com provas dadas, mas pouco lhes é exigido).

A dinâmica do grupo é muito inferior à do original. Muito fria, mesmo.

E depois, há uma narrativa que carece de sentido.

Return of the Magnificent Seven - screenshot 7

Yul Brynner é o único que regressa do original (os outros personagens repetentes são interpretados por outros actores – bem insossos, diga-se). Mas parece estar a fazer frete e à espera do cheque no final das filmagens.

 

Burt Kennedy (reputado produtor do género – os muitos e bons Westerns da parceria Randolph Scott & Budd Boeticher) assina em jeito de meia-bola e força, algo frouxo no ritmo e nas cenas de acção.

Return of the Magnificent Seven - screenshot 8

É quase uma mediocridade.

Vê-se, mas com algum frete.

Não havendo melhor….

É a pior das sequelas desta saga.

 

“Return of The Magnificent Seven” não tem edição portuguesa, mas pode ser encontrado noutros mercados, a preço magnífico.

 

Return of the Magnificent Seven - screenshot 2

 

Realizador: Burt Kennedy

Argumentista: Larry Cohen

Elenco: Yul Brynner, Robert Fuller, Julián Mateos, Warren Oates, Claude Akins, Elisa Montés, Fernando Rey, Emilio Fernández, Virgilio Teixeira

 

Return of the Magnificent Seven - Promo Photo 2

 

Trailer

 

Return of the Magnificent Seven - Promo Photo 3

Nomeado para “Melhor Música”, nos Oscars 1967. Venceu “A Funny Thing Happened on the Way to the Forum”.

Return of the Magnificent Seven - Poster 1

 

É o segundo capítulo/episódio/filme da saga “The Magnificent Seven”.

 

Return of the Magnificent Seven - Poster 7

Yul Brynner impôs como condição do seu regresso que Steve McQueen não participasse no filme. Os dois actores não se tinham dado bem e Brynner não queria repetir a “façanha”. McQueen chegou a manifestar interesse em estar no filme, mas considerou a argumento absurdo e recusou. Robert Fuller fica (???) com o personagem de McQueen.

 

Filmado em Espanha. O original foi filmado no México. A mudança deve-se ao excesso de interferência das autoridades mexicanas nas filmagens do filme original.

Warren Oates adoeceu durante as filmagens.

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s