Amor e Balas (1979)

Love and Bullets - Poster 1
Título original – Love and Bullets

 

Charles Bronson é um dos grandes tough guys do Cinema.

O seu período áureo é feito nos 70s e 80s.

Ei-lo em acção, como paladino de Jill Ireland (a sua esposa).

 

Charlie Congers, um implacável polícia de Phoenix, é enviado à Suiça para proteger uma testemunha vital contra um perigoso líder da Máfia.

A missão revela-se plena de perigos e peripécias, pois o par é perseguido por aqueles que não querem que a senhora testemunhe.

Love and Bullets - screenshot 1

Love and Bullets - screenshot 3

Um simples cop actioner, seguindo o tema clássico do polícia (duro e incorruptível) a proteger uma vital testemunha (mulher, claro) contra um gangster.

Love and Bullets - screenshot 7

O suspense é ligeiro, a acção mínima, o “duelo” entre os protagonistas é pouco emotivo.

O ritmo também não ajuda, pois o espectador deseja tensão e acção e nada disso surge.

Love and Bullets - screenshot 4

Love and Bullets - screenshot 2

Charles Bronson é sempre perfeito como durão taciturno, volta a comportar-se ao nível da sua imagem, mas aqui é-lhe oferecido pouco para brilhar.

Jill Ireland (a esposa de Charlie) é simpática, mas incapaz de dar profundidade à sua personagem.

Rod Steiger é o típico vilão desprezável.

Love and Bullets - screenshot 6

Vê-se…

Mas sem entusiasmo.

Há melhor no género e na carreira de Bronson.

Love and Bullets - screenshot 5

“Love and Bullets” não tem edição portuguesa, mas pode ser encontrado noutros mercados.

 

Love and Bullets - screenshot 9

 

Realizadores: Stuart Rosenberg, John Huston (sem crédito)

Argumentistas: Wendell Mayes, John Melson

Elenco: Charles Bronson, Jill Ireland, Rod Steiger, Henry Silva, Strother Martin, Bradford Dillman, Michael V. Gazzo, Paul Koslo, Val Avery, Albert Salmi

 

Love and Bullets - Poster 10

 

Killcount

 

Filme

 

Love and Bullets - Poster 5

 

Tema de Lalo Schifrin


Love and Bullets - Poster 9
Título do filme durante as filmagens – “Love and Bullets, Charlie”.

John Huston era o realizador inicial. Filmou bastante material, mas abandonou as filmagens devido a fortes conflitos criativos com os produtores. Stuart Rosenberg foi chamado para o substituir.

É o primeiro de três filmes que Charles Bronson fez para o produtor Lord Lew Grade – seguir-se-iam “Borderline” (1980) e “The Evil That Men Do” (1984).

Reencontro entre Bronson e Rod Steiger, depois de “Jubal” (1956, de Delmer Daves, com Glenn Ford) e “Run of the Arrow” (1957, de Samuel Fuller, com Sara Montiel e Brian Keith).

Terceiro encontro entre Bronson e o produtor Pancho Kohner. Já tinham feito “St. Ives” (1976, de John Lee Thompson, com Jacqueline Bisset) e “The White Buffalo”(1977, de John Lee Thompson). Seguir-se-iam “10 to Midnight” (1983, de John Lee Thompson, com Lisa Eilbacher), “The Evil That Men Do” (1984, de John Lee Thompson), “Murphy`s Law” (1986, de John Lee Thompson), “Assassination” (1987, de Peter Hunt), “Death Wish IV” (1987, de John Lee Thompson), “Messenger of Death” (1988, de John Lee Thompson) e “Kinjite: Forbidden Subjects” (1989, de John Lee Thompson).

Bronson ganhou um salário de 1.5 milhões de Dólares.


Love and Bullets - Poster 4

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s