Criminoso (2016)

Criminal - Poster 8
Título original – Criminal

 

Bom elenco, num action thriller de carácter científico e “moral” sobre a consciência e a sua transferência.

 

Um agente da CIA morre, a minutos de fornecer uma importante informação sobre algo vital para a segurança mundial.

Um violento presidiário é chamado para ser cobaia de uma nova e revolucionária experiência – transferir as memórias do cérebro do falecido agente para as do presidiário.

Quando este acorda, tem dentro de si um “combate” de memória e valores morais.

Quais prevalecerão?

Criminal - screenshot 1

Rotineiro action thriller, que aposta menos na acção e procura algum desenvolvimento emocional e psicológico no protagonista (um vilão confrontado com as memórias de um herói; o despertar para bons valores).

Criminal - screenshot 2

O problema é que nem a intriga policial galvaniza nem o drama envolve.

A certos momentos, a narrativa chega mesmo a marcar passo.

(um pouco mais de apuro na escrita poderia ser útil)

Criminal - screenshot 9

Criminal - screenshot 4

O elenco é vistoso, mas nenhum dos actores tem personagens fortes e as interpretações estão em autopilot.

Criminal - screenshot 6

Criminal - screenshot 3

Nada de novo no género.

Acrescido de que, hoje em dia, a Televisão (nas muitas séries policiais que tem no activo) oferece mais e melhor, por menos tempo, criando assim intrigas mais concisas e capazes.

Criminal - screenshot 7

Entretém, mas muito minimamente.

“Criminal” prepara-se para chegar ao mercado doméstico.

 

Criminal - screenshot 10

 

Realizador: Ariel Vromen

Argumentistas: Douglas Cook, David Weisberg

Elenco: Kevin Costner, Gary Oldman, Tommy Lee Jones, Jordi Mollà, Gal Gadot, Ryan Reynolds, Michael Pitt, Amaury Nolasco, Alice Eve, Scott Adkins

 

Site –http://www.criminal.movie/

 

Orçamento – 31 milhões de Dólares

Bilheteira – 14 milhões de Dólares (mundial)

 

Criminal - Poster 7

Nicolas Cage recusou ser o protagonista.

Reecontro entre Kevin Costner, Gary Oldman e Tommy Lee Jones, depois de “JFK” (1993).

É o quarto filme onde um personagem criado por Ryan Reynolds tem uma “troca” com outro personagem – “The Change-Up” (2011, onde troca de corpo/mente com Jason Bateman), “RIPD” (2013, onde morre e renasce como um asiático), “Self/Less” (2015, onde é o corpo e mente rejuvenescido de Ben Kingsley).

É um de três actioners que Tommy Lee Jones traz em 2016 – os outros são “Mechanic: Resurrection” (com Jason Statham) e “Jason Bourne” (com Matt Damon).

Criminal - Poster 5

Os argumentistas inspiram-se nos trabalhos, investigações e teorias de Ray Kurzweil, um homem que acredita na capacidade de se fazer downlaod das memórias, armazená-las e transferi-las entre cérebros.

Sobre Ray Kurzweil:

http://www.kurzweilai.net/

http://bigthink.com/experts/raykurzweil

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s