A Dama de Honor (2004)

La Demoiselle d'Honneur - Poster 1

Título Original – La Demoiselle d’Honneur

 

Claude Chabrol é considerado como o “Hitchcock francês”.

Nada há de exagerado ou errado nessa classificação, mas Chabrol conseguiu sempre uma identidade própria do seu Cinema – um olhar atento sobre o quotidiano humano (quase sempre em pequenas povoações), as relações (por vezes tensas e ambíguas) e um dark side do ser humano (quase sempre à volta do crime).

Eis aqui um excelente exemplo do Cinema de Chabrol.

 

Philippe é um jovem vendedor, bem-sucedido, força motriz emocional e financeira da família (vive com a mãe e duas irmãs).

O casamento da irmã mais velha leva Philippe a conhecer a impetuosa Senta.

A paixão é imediata e mútua.

Mas Senta é algo possessiva e perturbada.

Senta exige grandes provas de amor. Entre elas o homicídio de quem lhes é inferior.

Inicialmente, Philippe julga que tudo isso é brincadeira.

Mas tudo se complica quando os cadáveres começam a aparecer.

La Demoiselle d'Honneur - screenshot 1

La Demoiselle d'Honneur - screenshot 2

Crónica do quotidiano de um amour fou, brusco e intenso, entre dois seres com fortes paralelismos e vincados opostos (ele tem uma família presente, ela tem-na como ausente), numa relação onde verdade e mentira convivem, mostrando o perigo da primeira e a inocência da segunda.

Se o casamento é até que “a Morte os separe”, Chabrol reformula as regras de tal união, mostrando que ele ocorre a partir do momento em que “a Morte os uniu”.

À boa maneira de Hitchcock, Chabrol joga com a moralidade face à morte e ao homicídio.

MCDLADE EC003

La Demoiselle d'Honneur - screenshot 14

La Demoiselle d'Honneur - screenshot 8

Benoît Magimel incarna bem o pobre coitado caído na desgraça da paixão e do fascínio.

Laura Smet domina, plena de ardor passional e corporal, mostrando um dark side algo demente e uma carência excitante.

La Demoiselle d'Honneur - screenshot 7

Uma preciosidade de um grande Maitre de Cinema.

 

Muito recomendável.

 

“La Demoiselle d’Honneur” tem edição portuguesa e anda a preço “casamenteiro”.

La Demoiselle d'Honneur - screenshot 13

 

Realizador: Claude Chabrol

Argumentistas: Claude Chabrol, Pierre Leccia, a partir do romance de Ruth Rendell (“The Bridesmaid”)

Elenco: Benoît Magimel, Laura Smet, Aurore Clément, Bernard Le Coq, Solène Bouton, Anna Mihalcea, Michel Duchaussoy, Suzanne Flon, Thomas Chabrol

 

La Demoiselle d'Honneur - screenshot 4

 

Trailer

 

La Demoiselle d'Honneur - screenshot 9

Chabrol volta a adaptar um romance de Ruth Rendell – o outro filme foi “La Cérémonie” (1994).

Chabrol conta com a presença de vários membros da sua família, em diferentes funções, à frente a atrás das câmaras – os filhos Thomas (actor) e Matthieu (compositor), a esposa Aurore (supervisora do argumento) e a filha adoptiva Cécile Maistre (assistente).

 

Na cena do restaurante, ouve-se uma voz a chamar o garçon – é a voz de… Claude Chabrol.

La Demoiselle d'Honneur - screenshot 11

Laura Smet é filha de uma das musas do cinema francês – Nathalie Baye.

Na fotografia, um toque lusitano – o seu responsável é Eduardo Serra.

 

Sobre Ruth Rendell

https://literature.britishcouncil.org/writer/ruth-rendell

http://www.goodreads.com/author/show/10890.Ruth_Rendell

 

MCDLADE EC013

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s