A Porta da China (1957)

China Gate - Poster 3
Título Original – China Gate

 

Samuel Fuller é um dos grandes Masters of Cinema, de sempre.

(o tal, que em “Pierrot, Le Fou” de Godard, afirma que “Un film, c’est comme un champ de bataille : l’amour, la haine, l’action, la violence et la mort ; en un seul mot, c’est l’émotion“)

Infelizmente não é dos mais recordados.

(algo muito injusto, diga-se)

Eis um filme que atesta a sua mestria cinematográfica.

E o seu fascínio pelo Oriente e pela Guerra.

 

  1. Indochina. Anos de guerra.

Uma mulher mestiça, bem inserida na população local e no underworld, é convocada pelos militares franceses para os ajudar numa missão.

O objectivo é orientar uma equipa de mercenários até à China Gate, localizar um paiol da Resistência e explodi-lo.

Mas a comandar o grupo está o ex-marido dela. No lado da Resistência está um antigo amante.

O futuro da missão passa por balas, explosivos e estratégias, mas também por “tácticas” do coração.

China Gate - screenshot 4

China Gate - screenshot 6

China Gate - screenshot 1

China Gate - screenshot 5

Um viril actioner de guerra, à volta do tema da missão suicida, que serve como jornada sobre o amor, o preconceito, o racismo, o ódio, a (in)tolerância e a redenção.

China Gate - lobbycard 2

China Gate - lobbycard 3

China Gate - lobbycard 1

Excelente fotografia (a P&B), do grande James Wong Howe, em glorioso CinemaScope.

China Gate - lobbycard 6

China Gate - screenshot 7

Boa prestação do elenco – Gene Barry chega a ser odioso, Angie Dickinson cria a personagem mais emocional do grupo, Nat King Cole surpreende como action hero.

China Gate - lobbycard 7

Samuel Fuller dirige com vigor, dando um forte realismo (as cenas nos escombros), suspense (a viagem pela selva e o diversos perigos) e tensão (as diferenças entre os membros do grupo), nunca descurando o lado humano (e humanitário) da narrativa. As cenas de acção estão bem encenadas.

China Gate - lobbycard 4

Um pequeno clássico.

Muito recomendável.

 

“China Gate” não tem edição portuguesa, mas entre nós está à venda uma edição espanhola, em Blu-Ray, com legendas em Português. O preço anda jeitoso e a edição conta com uma impecável remasterização.

China Gate - lobbycard 5

China Gate - screenshot 3

 

Realizador: Samuel Fuller

Argumentista: Samuel Fuller

Elenco: Gene Barry, Angie Dickinson, Nat “King” Cole, Lee Van Cleef, Marcel Dalio, James Hong

 

China Gate - Poster 4

 

Trailer

 

Filme

 

Nat King Cole canta “China Gate”

 

China Gate - Poster 5

Victor Young era o compositor escolhido. Mas faleceu em Novembro de 1956, sem ter terminado o seu trabalho. Max Steiner, seu amigo, foi chamado pela Warner Bros. Steiner pegou no trabalho já feito por Young, bem como nas suas anotações, e desenvolveu a música a partir de tal.

China Gate - backstage - 1

China Gate - backstage - 2

Fuller chamou Cole, depois de ter visto o seu rosto numa cover de um disco, tendo ficado muito bem impressionado com o seu rosto.

Darryl F. Zanuck (o todo-o-poderoso da Twentith-Century Fox) chegou a afirmar que Cole ganhou mais que o valor necessário para as filmagens.

O filme foi banido em França. O governo não gostou da forma como o país é visto pelas suas acções na Indochina, como é ilustrado nos minutos iniciais. Samuel Fuller recebeu pedidos (de Romain Gary, o Consul francês em Los Angeles) para mudar tal cena, mas o realizador recusou.

Apesar do conflito “filme vs França”, Fuller e Gary deram-se bem e Fuller chegaria a filmar um argumento de Gary – “White Dog” (1982, com Kristy McNichol).


China Gate - Poster 1

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s