Nas Asas da Imaginação (1986)

The Boy Who Could Fly - Poster 1
Título Original – The Boy Who Could Fly

 

Para alguns nerds, Nick Castle é um compincha de John Carpenter (interpretou Michael Myers em “Halloween”, co-escreveu com ele “Escape from New York”, faz parte da banda “Coup de Villes” – ao lado de Carpenter e Castle, está Tommy Lee Wallace).

Para outros (ou até os mesmos) nerds, Castle é o autor de um dos mais belos, fantasistas e acarinhados filmes dos 80s – “The Last Starfighter”, alvo de um considerável culto.

Pois bem, Castle não se limita a Carpenter e a esse filme.

Eis o seu filme seguinte, que ilustra (muito bem) o seu talento.

 

Amelia ‘Milly’ Michaelson muda para uma nova casa e localidade. Milly está na adolescência, o irmão Louis está na infância e a mãe tem de se adaptar a um novo emprego. Para os três, é uma oportunidade de tentarem superar a morte do pai.

As coisas vão correndo de forma lenta.

Milly conhece um rapaz vizinho, Eric, que perdeu os pais e desde então desenvolveu um estado que se acredita ser autista. Eric não consegue comunicar com os outros, mas acredita que consegue voar.

Mily desenvolve um carinho muito especial por Eric e procura ajudá-lo.

Tal relação será um estímulo para todos conseguirem superar os seus medos e traumas.

M8DBOWH FE001

The Boy Who Could Fly - screenshot 6

Apesar do que possa parecer pela narrativa, isto não é uma variação ou rip-off de “Superman”.

 

Na verdade, Castle elabora um delicado filme sobre a adolescência e infância, os seus medos e desafios, a amizade pura, a dedicação sentimental, a união familiar, o lidar com a partida de entes queridos e o poder do sonho na concretização das nossas aspirações.

 

Dadas as características narrativas e emocionais, o filme consegue momentos de uma arrebatadora ternura (os cuidados de Milly face a Eric), de inocente sentimentalismo (o primeiro beijo) e de magia (o “momento da verdade”, sobre se Eric voa ou não).

The Boy Who Could Fly - screenshot 5

MSDBOWH FE007

MSDBOWH FE014

MCDBOWH EC002

Bonita música de Bruce Broughton (um dos grandes compositores cinematográficos dos 80s e 90s).

 

Nick Casle dirige com sensibilidade.

MMDBOWH FE001

MSDBOWH FE013

Uma esplêndida (e linda) Lucy Deakins explora toda a dimensão emocional da sua personagem.

Jay Underwood usa bem o seu rosto para transmitir emoções.

Boa prestação do restante elenco, com destaque para o petiz Fred Savage.

Boa nota também para Max, o dedicado e heróico cão.

(que tem a seu cargo os momentos mais divertidos e um dos mais corajosos)

The Boy Who Could Fly - screenshot 8

Um belíssimo filme, de grande pureza e inocência.

Uma pequena pérola.

 

Muito recomendável.

 

“The Boy Who Could Fly” não tem edição portuguesa, mas existe noutros mercados, a preço “voador”. A edição USA tem legendas em Brasileiro, sendo guarnecida de um esclarecedor e nostálgico comentário do realizador e de membros do elenco.

The Boy Who Could Fly - screenshot 14

 

Realizador: Nick Castle

Argumentista: Nick Castle

Elenco: Lucy Deakins, Jay Underwood, Bonnie Bedelia, Fred Savage, Colleen Dewhurst, Fred Gwynne, Mindy Cohn, Jason Priestley, Louise Fletcher

 

Orçamento – 9 milhões de Dólares

Bilheteira – 7 milhões de Dólares

The Boy Who Could Fly - Poster 2

Trailers

 

The Boy Who Could Fly - Soundtrack Frontcover 2

isc295tray_OUT.indd

Temas da Banda Sonora

 

A canção que fecha o filme

(com imagens raras)

MSDBOWH EC001

“Melhor Filme de Fantasia”, nos Prémios Saturn 1987. Lucy Deakins e Jay Underwood estiveram nomeados para “Melhor Jovem Actor/Actriz”, mas foram derrotados por Carrie Henn em “Aliens”. Nick Castle esteve nomeado para “Melhor Argumento”, mas James Cameron foi preferido por “Aliens”.

Fred Savage foi o “Melhor Jovem Actor Secundário – Comédia, fantasia ou Drama”, nas Prémios Young Artist 1987.

Jay Underwood foi premiado com o “Prémio Carreira de Antiga Estrela Jovem”, nos Prémios Young Artist 2001.

The Boy Who Could Fly - Lucy Deakins - Photo 1

Para Nick Castle, “Dumbo” (1941) é a sua inspiração para este “The Boy Who Could Fly”.

É o primeiro filme de Fred Savage.

The Boy Who Could Fly - screenshot 2

Numa cena, um personagem joga “Last Starfighter”. É o jogo que deriva do filme com o mesmo título, assinado em 1984 por Nick Castle.

 

Os FX são de Richard Edlund (“Ghostbusters”, “Big Trouble in Little China”, “Die Hard”).

MSDBOWH FE015

Inspirada pelo filme, a banda musical Thrice escreveu uma canção chamada “A Song For Milly Michaelson”, que consta no seu álbum de 2007, “The Alchemy Index – Vols. III & IV”.

Ei-la:

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s