Os Irmãos Kray (1990)

The Krays - Poster 2
Título Original – The Krays

 

Numa altura em que anda pelas salas uma nova visão sobre a vida destes fraternais criminosos, eis um título anterior que dá uma outra visão dos Krays.

Protagonizam dois irmãos – Gary e Martin Kemp (membros dos Spandau Ballet).

 

O filme foca a vida dos Irmãos Kray (Reggie e Ron), desde a infância até ao apogeu do império do crime que tinham criado.

Uma vida criminosa que tem de lidar com a dedicação e protecção à mãe, bem como a incapacidade de Reggie em assegurar o devido amor à esposa Frances.

The Krays - screenshot 1

Um correcto Gangster Film, que procura focar mais a ascensão dos Krays e a sua dependência face à mãe, ilustrando também uma história de amor unidireccional.

 

Eficaz e agradável dentro do género, mas o filme carece da devida garra e energia (no argumento, interpretações e realização) tendo em conta a história que conta. Contudo, elogia-se a forma como o argumento trata a relação entre os irmãos e a mãe.

The Krays - screenshot 2

Os Irmãos Kemp não se saem mal (Gary até chega a ser bastante maléfico e psicótico), mas não conseguem a densidade emocional e psicológica que os personagens necessitam.

Boa nota para Billie Whitelaw e Kate Hardie, que defendem muito bem o jugo sentimental que envolve as suas personagens.

 

Vê-se bem.

 

“The Krays” não tem edição portuguesa, mas pode ser encontrado noutros mercados a bom preço.

MSDKRAY EC007

 

Realizador: Peter Medak

Argumentista: Philip Ridley

Elenco: Gary Kemp, Martin Kemp, Billie Whitelaw, Tom Bell, Kate Hardie, Steven Berkoff

 

Trailer

 

Filme

 

The Krays - Poster 1

Billie Whitelaw esteve nomeada para “Melhor Actriz Secundária”, nos BAFTA 1991. Perdeu para Whoopi Goldberg em “Ghost”.

“Melhor Filme” e “Melhor Talento Promisor” (Philip Ridley), nos Prémios Evening Standard 1991.

Billie Whitelaw foi a “Melhor Actriz”, no FantasPorto 1991. “The Krays” esteve a concurso para “Melhor Filme”, mas foi derrotado por “Henry: Portrait of a Serial Killer”.

The Krays - screenshot 3

Reggie Kray chegou a corresponder-se com Martin Kemp.

Reggie chegou a sugerir que Patsy Kensit (actriz e cantora – da banda Eighth Wonder – popular na época). Reggie era o padrinho de Patsy. A actriz/cantora recusou participar no filme. Kate Hardie substituiu-a.

Roger Daltrey (líder dos The Who) tencionava produzir um filme sobre os Krays, a partir do livro “The Profession Of Violence”, John Pearson (o livro que inspira Brian Helgeland para o seu “Legend”). Pensou em nomes como Hywel Bennett (Ronnie), Gerry Sundquist (Reggie), Billy Murray (Charlie) e Jean Alexander (a mãe dos Krays). O projecto ficou cancelado quando se soube do início de produção de “The Krays”.


The Krays

Sobre os Irmãos Kray

http://www.telegraph.co.uk/culture/culturepicturegalleries/10727427/The-unseen-Kray-twins-in-pictures.html

http://www.telegraph.co.uk/men/the-filter/11839551/The-Kray-twins-their-extraordinary-life-behind-bars.html

http://www.gq-magazine.co.uk/entertainment/articles/2015-08/07/kray-twins-legend-tom-hardy

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s