Duelo de Fogo (1957)

Gunfight at the O.K. Corral - Poster 1

Título Original – Gunfight at the O.K. Corral

 

O famoso duelo faz parte da História americana.

Mas também ganhou contornos de lenda, pelo que Hollywood imediatamente se interessou.

Esta é uma das mais famosas versões.

Dirige um mestre do Western – John Sturges.

Protagonizam duas lendas (do género e do Cinema), ao nível das personagens reais que interpretam – Burt Lancaster e Kirk Douglas.

 

Wyatt Earp e Doc Holliday conhecem-se em circunstâncias pouco pacíficas e a cumplicidade acaba por ser necessária (apesar da relutância de ambos).

O Destino encarrega-se de os obrigar a unir, mais uma vez.

Em Tombstone, há uma antiga rivalidade entre os Earp e os Clanton.

E as coisas chegaram a um ponto em que tudo tem de ser resolvido de forma definitiva. Com (muita) pólvora.

Gunfight at the O.K. Corral - screenshot 1

Gunfight at the O.K. Corral - screenshot 2

Gunfight at the O.K. Corral - screenshot 3
Western robusto e másculo, é também uma história de amizade e duas de amor.

Pega-se no tema clássico do lawman a impor a lei numa cidade que precisa dela, o confronto com o líder do grupo que procura o controlo da cidade, com os inevitáveis jogos de armadilhas, provocações e duelos.

Mas o que conta mesmo é a amizade crescente entre dois homens, opostos na sua postura perante a vida, mas complementares perante a sua ética e conduta, ganhando um crescendo de respeito e companheirismo (mútuo).

Se Wyatt Earp é um duro e intransigente lawman (veja-se a sua confrontação, sem armas, face a um grupo armado; a sua atitude face a uma jogadora), Doc Holiday é um homem amargo, em luta com os seus demónios (veja-se ele face ao seu rival amoroso, pela mulher de ambos) e em busca de redenção (humana e emocional).

Pelo meio, duas histórias de amor – uma construtiva (Wyatt & Laura) e outra destrutiva (Doc & Kate).

Gunfight at the O.K. Corral - screenshot 20

Gunfight at the O.K. Corral - screenshot 19

Gunfight at the O.K. Corral - screenshot 8

Gunfight at the O.K. Corral - screenshot 6

Excelente argumento, muito bem organizado e estruturado, que cria o devido desenvolvimento nos personagens e nos acontecimentos.

 

Excelente fotografia (em gloriosos VistaVision e Technicolor).

Muito boa música, do grande Dimitri Tiomkin.

Gunfight at the O.K. Corral - screenshot 9

Gunfight at the O.K. Corral - screenshot 10

Gunfight at the O.K. Corral - screenshot 11

Gunfight at the O.K. Corral - screenshot 12

Gunfight at the O.K. Corral - screenshot 14

John Sturges dirige com mão de mestre, sempre a dar espaço e tempo para os personagens, as suas emoções e relações.

Mas sempre empenhado na encenação de boa acção (o duelo final) e na criação da tensão necessária (a meia hora final e a forma como se antecipa o duelo como algo inevitável).

Gunfight at the O.K. Corral - screenshot 17

Gunfight at the O.K. Corral - screenshot 16

Burt Lancaster e Kirk Douglas estão em topo de forma e entregam o máximo do seu carisma, talento, convicção, energia e intensidade (física e emocional) aos seus personagens.

Muito boa prestação do restante elenco.

Gunfight at the O.K. Corral - screenshot 5

Gunfight at the O.K. Corral - screenshot 18

Pouco importa se o filme é ou não (“por acaso”, até nem é) fiel à verdade dos factos. “Gunfight at the O.K. Corral” é Cinema e não um documentário. Pega na realidade (que ganhou contornos lendários) e usa-a para encenar um grande momento da Arte Cinematográfica – emoção, espectáculo e entretenimento, com personagens convincentes, densas e plausíveis.

 

Obra-prima do género e no Cinema.

Um clássico absoluto.

Provavelmente, a versão definitiva sobre o mítico duelo.

 

Obrigatório.

 

“Gunfight at the O.K. Corral” tem edição portuguesa e anda a bom preço.

Gunfight at the O.K. Corral - screenshot 15

Realizador: John Sturges

Argumentista: Leon Uris, a partir de um artigo de George Scullin

Elenco: Burt Lancaster, Kirk Douglas, Rhonda Fleming, Jo Van Fleet, John Ireland, Lyle Bettger, Frank Faylen, Earl Holliman, Ted de Corsia, Dennis Hopper, Whit Bissell, John Hudson, DeForest Kelley, Martin Milner, Lee Van Cleef, Jack Elam, Brian G. Hutton

 

Orçamento – 2 milhões de Dólares

Bilheteira – 10 milhões de Dólares

 

Gunfight at the O.K. Corral - lobbycard 2

Trailer

 

Frankie Laine canta a canção principal da banda sonora.

Laine daria voz às canções de outros importantes westerns – “High Noon” (1952, de Fred Zinnemann, com Gary Cooper e Grace Kelly), “Rawhide” (1959, a série televisiva que revelou Clint Eastwood) e “Blazing Saddles” (1974, de Mel Brooks, com Cleavon Little e Gene Wilder).

A canção:

 

A música de Tiomkin

 

Gunfight at the O.K. Corral - Poster 8

 

“Melhor Action Drama”, “Melhor Action Star Masculino” (Burt Lancaster), nos Prémios Laurel 1958. Kirk Douglas também tentou ser “Melhor Action Star Masculino”.

Gunfight at the O.K. Corral - Promo Photo 3

Gunfight at the O.K. Corral - Promo Photo 4

 

Segundo rumores da imprensa da época, o produtor Hal B. Wallis tinha pensado em chamar Humphrey Bogart como Doc Holliday e Barbara Stanwyck como uma das mulheres da história.

Lancaster aceitou fazer este filme com a condição de ser o protagonista de “The Rainmanker” (1956, de Joseph Anthony, com Katharine Hepburn).

 

O filme teve filmagens perto de Tombstone.

O local onde se filmou o tiroteio final é o mesmo onde se filmou o tiroteio final de “Rio Bravo” (1959, de Howard Hawks, com John Wayne, Dean Martin, Angie Dickinson, Walter Brennan e Ricky Nelson).

Douglas confessaria mais tarde que planeou exactamente os momentos em que o seu personagem tosse.

Gunfight at the O.K. Corral - backstage1

Gunfight at the O.K. Corral - Promo Photo 2

É o segundo de sete filmes que Douglas e Lancaster fizeram juntos.

Os filmes foram “Walk Alone” (1948), “Gunfight at the O.K. Corral” (1957), “The Devil’s Disciple” (1959), “The List of Adrian Messenger” (1963), “Seven Days in May” (1964), “Victory at Entebbe” (1976) e “Tough Guys” (1986).

 

No elenco está Bing Russell. É o pai de Kurt Russell. Kurt interpretaria Wyatt Earp em “Tombstone” (1993, de George Pan Cosmatos, com Val Kilmer, Sam Elliott, Bill Paxton, Powers Boothe, Michael Biehn, Charlton Heston, Jason Priestley, Stephen Lang, Thomas Haden Church).

Dennis Hopper (Billy Clanton) nasceu em Dodge City, cidade que chegou a ter como sheriff… Wyatt Earp.

John Ireland (Johnny Ringo) já tinha participado num filme sobre esta história – “My Darling Clementine” (1946, de John Ford, com Henry Fonda e Victor Mature). Ireland era Billy Clanton.

 

Gunfight at the O.K. Corral - Poster 2

Os membros da “Western Writers of America” consideram “Gunfight at the O.K. Corral” como um dos “100 melhores Westerns de sempre”.

(concordo; é justo)

 

Gunfight at the O.K. Corral - Poster 7

10 anos depois, Sturges voltaria a esta história. Com um conteúdo diferente (a história foca o aftermath do duelo) e uma abordagem mais real (o filme é mais fiel à História). “Hour of the Gun” é o filme e conta com James Garner (Wyatt Earp), Jason Robards (Doc Holliday) e Robert Ryan (Ike Clanton).

 

Gunfight at the O.K. Corral - lobbycard 1

O filme desvia-se da verdade histórica em diversos aspectos:

  • O duelo – no filme é mais longo e com mais vítimas; na verdade foi mais curto e com menos baixas.
  • Virgil Earp já era um U.S. Marshal quando Wyatt chega a Tombstone; o filme não cumpre este facto.
  • Wyatt chega a Tombstone já casado, mandando depois a esposa para longe, para a proteger; nada disso se passa no filme.
  • Johnny Ringo não estava presente no duelo; no filme, é um dos presentes.
  • Um dos Clanton não participa no duelo; no filme, todos os Clanton participam.
  • O irmão Earp que é emboscado e morto não é o visto no filme.

 

A história do filme decorre entre 1879 e 1881.

O famoso duelo ocorreu na manhã de 26 de Outubro de 1881. Durou 30 segundos. Trocaram-se 34 tiros e morreram 3 pessoas. No filme, o tiroteio fomenta mais vítimas e dura mais tempo (5 minutos). Ocupou 4 dias de filmagens.

 

Sobre o duelo:

http://www.history.com/this-day-in-history/shootout-at-the-ok-corral

http://www.historynet.com/ok-corral

http://news.discovery.com/human/what-happened-at-the-ok-corral-121026.htm

http://www.bignosekates.info/history3.html

http://www.express.co.uk/expressyourself/344368/The-real-gunfight-at-the-OK-Corral

http://www.ok-corral.com/

 

Um documentário sobre o evento

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s