John Guillermin – RIP (1925-2015)

John Guillermin - Photo 1

Mais um Long Goodbye no Cinema.

Agora a John Guillermin, competente artesão dos 70s e 80s.

 

Nascido em Londres, foi estudante em Cambridge e ingressou na Royal Air Force.

Aos 22 anos decide seguir a carreira da realização.

Estuda em França e envereda pelo documentário.

Em 1950 muda-se para L.A. e entra no movie business.

 

Vai ganhando curriculum com títulos como “Town On Trial”, “The Blue Max”, “El Condor”, “Skyjacked”, “Bridge At Remagen” e ”Shaft In Africa”.

 

Em 1974 tudo muda. O King dos disaster movies, Irwin Allen, chama-o para co-dirigir (Allen era o outro realizador) aquele que é (ainda) o supra-sumo dos filmes-catástrofe – “The Towering Inferno”.

O sucesso é enorme.

 

Em 1976, Guillermin é chamado por outro poderoso produtor, Dino De Laurentiis, e assina o gigantesco remake de um clássico absoluto – “King Kong” (onde se revela Jessica Lange).

 

A década seguinte não foi tão fértil para Guillermin. Registe-se a correcta adaptação de uma história de Agatha Christie (“Death On The Nile”, com Peter Ustinov como Poirot) e a simpática jungle adventure “Sheena” (com Tanya Roberts).

Em 1986, é feita uma tentativa de ressurgir o maior gorila do Cinema – “King Kong Lives” chega às salas, mas não tem o mesmo impacto de outrora.

Seria este o seu último filme.

 

Para alguns, John Guillermin era um realizador megalómano.

Para muitos, John Guillermin era um hábil e competente artesão, versátil, capaz de se adaptar a vários géneros, sabendo transmitir o devido sentido de espectáculo e entretenimento.

 

Concordo com a segunda visão.

 

Guillermin disse uma bonita frase – “You know, there’s really nothing like an exciting film on a big screen. Hopefully, I’ve made a few in my career”.

De facto, assim é. E Guillermin assim o conseguiu.

 

John Guillermin tinha esse mérito – saber fazer bom espectáculo e entretenimento.

O Cinema precisa/precisou/precisará (sempre) de realizadores assim.

John Guillermin - Photo 2

So Long, John. O espectáculo e o entretenimento continuam na nossa memória cinéfila.

 

Eis os trailers de alguns dos seus filmes:

 

The Towering Inferno

 

King Kong – 1976

 

King Kong Lives

 

Bridge at Remagen

 

Death in the Nile

 

Sheena

 

Shaft in Africa

 

Skyjacked

 

The Blue Max

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s