Abraço Mortal (1947)

A Double Life - Poster 5

 

Título Original – A Double Life

 

Drama psicológico, pela mão do grande George Cukor, sobre o Teatro e os perigos do entranhar da interpretação.

Protagoniza um mestre da representação – Ronald Colman.

 

Anthony John é um prestigiado actor de teatro. Toda a sua vida foi dedicada ao palco.

O seu mais recente desafio leva-o a interpretar Othello.

Mas aquela que poderia ser a sua interpretação máxima revela-se um pesadelo – para ele e para quem o rodeia.

John começa a ter dificuldade em perceber o que é real e o que é a ficção do palco.

A Double Life - screenshot 1

Se a vida é um palco (assim dizia Shakespeare), então o ser humano anda em permanente representação.

Aqui, tal é levado ao extremo.

0013197.jpg

O mundo dos palcos é visto como um jogo de espelhos de almas e de criação de duplos do Eu.

Visão de um mundo de criação (a interpretação de uma pessoa), acaba por ser uma jornada psicológica a alguém que criou um outro Eu e outra realidade, fruto de um “simples” trabalho de interpretação.

A Double Life - screenshot 4

O filme permite as mais profundas (e estimulantes) análises psicológicas e psiquiátricas.

A Double Life - screenshot 3

George Cukor tem aqui um dos seus momentos altos, pela forma como combina a ilustração de um mundo, o drama sentimental e o suspense psicológico, a momentos algo terroríficos.

 

Ronald Colman está estupendo, a compor um actor igualmente magistral, mas incapaz de dominar o mergulho da sua mente na criação “irreal” face à “desconstrução” da realidade.

A Double Life - lobbycard 1

 

Fabuloso trabalho de fotografia.

A Double Life - screenshot 2

Uma visão muito complexa do mundo da representação, que é um notável exercício de Cinema e interpretação.

 

Obrigatório.

 

“A Double Life” tem edição portuguesa. O preço é que ainda não é muito abraçador ao cinéfilo.

A Double Life - lobbycard 3

Realizador: George Cukor

Argumentistas: Ruth Gordon e Garson Kanin

Elenco: Ronald Colman, Signe Hasso, Edmond O’Brien, Shelley Winters, Ray Collins, Philip Loeb, Millard Mitchell

 

Mercado doméstico (USA)  – 1.7 milhões de Dólares

 

Clips

 

O tema de Miklós Rózsa

 

A Double Life - Poster 3

“Melhor Actor” (Ronald Colman) e “Melhor Música” (de Miklós Rózsa), nos Oscars 1948. Esteve também nomeado para “Melhor Realizador” (Cukor perdeu para Elia Kazan em “Gentleman’s Agreement”) e “Melhor Argumento” (“The Bachelor and the Bobby-Soxer” foi preferido).

“Melhor Actor” (Ronald Colman), nos Globos de Ouro 1948.

A Double Life - lobbycard 2

O personagem de Colman tinha sido escrito a pensar em Laurence Olivier, mas ele estava indisponível.

Colman interpreta um personagem que ganha o estatuto de ser o actor que mais tempo representou a peça de teatro “Othello”. Na realidade, e nessa altura, tal recorde pertencia ao actor teatral Paul Robeson.

Aos 15 anos, Shelley Winters tinha concorrido a uma personagem de “Gone with the Wind” (que contou com algum trabalho de realização de Cukor). Cukor mandou-a ir descobrir mundo. Só durante o casting de “A Double Life” é que Cukor soube quem Winters era. Winters tinha como apelido Winter. A Universal decidiu acrescentar-lhe um S.

 

Numa determinada cena, Signe Hasso não conseguia ter a reacção que se pretendia. O seu irmão disse-lhe algo (em sueco) que a actriz não gostou e a reacção da actriz foi a adequada à cena.

É a primeira de várias colaborações entre Cukor e o casal de argumentistas Garson Kanin e Ruth Gordon. A parceria durou de 1947 a 1954. Os outros títulos são “Adam’s Rib” (1949, com Katharine Hepburn e Spencer Tracy), “Born Yesterday” (1950, com Judy Holliday e William Holden), “The Marrying Kind” (1952, com Judy Holliday e Aldo Ray), “Pat and Mike” (1952, com Katharine Hepburn e Spencer Tracy), “It Should Happen to You” (1954, com Judy Holliday, Jack Lemmon e Peter Lawford).

O argumento baseia-se num filme inglês, de 1936, intitulado “Men Are Not Gods” (de Walter Reisch, com Miriam Hopkins, Gertrude Lawrence, Sebastian Shaw, Rex Harrison).

A Double Life - Poster 1

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s