Uma Comédia Intergaláctica (2015)

Absolutely Anything - Poster 4

Título Original – Absolutely Anything

 

Encontro de grandes comediantes – Simon Pegg, Robin Williams e os Monty Python (os ainda vivos).

Ao lado deles, uma das grandes beldades da actualidade – Kate Beckinsale.

Uma ideia bem divertida (e com a qual já muito humano sonhou).

Haja diversão, portanto.

 

Um grupo de alienígenas poderosos e bem excêntricos decide dar o poder supremo a um humano. O objectivo é verificar se a Humanidade merece ser salva ou não. Tal acto revela-se absolutamente desastroso nas suas intenções e delirante nos seus resultados.

Absolutely Anything - screenshot 3

Há uns anos, Jim Carrey ganhou o poder supremo no divertido “Bruce Almighty” (que teria uma semi-sequela, “Evan Almighty”, com Steve Carell).

“Absolutely Anything” pega numa temática semelhante e explora o lado fácil e divertido da história (um humano a usar o poder supremo para aquilo que lhe é útil), aqui e ali com umas alusões e piadas a questões do quotidiano mundial.

Mas paralelamente à narrativa principal, há a secundária onde se brinca com os detentores do poder, a forma como tal serve para diversão dos poderosos que usam os “comuns mortais” como experiências.

Absolutely Anything - screenshot 5

Absolutely Anything - screenshot 8Simon Pegg volta a usar a sua ternurenta comicidade.

Kate Beckinsale apela ao desejo de termos o poder de a conquistar para sempre.

Os Monty Python e Robin Williams partem a loiça toda com o seu (fantástico) trabalho vocal (são o conselho galáctico e o cão, respectivamente).

Absolutely Anything - screenshot 1

Absolutely Anything - screenshot 7

Efeitos visuais de muito bom nível.

 

Nada de extraordinário – o argumento não explora todo o potencial “filosófico” e mordaz que a ideia permite.

Mas o filme garante cerca de 90 minutos bem passados e divertidos, podendo até ser visto como um Pilot de uma série televisiva.

 

Vê-se bem.

Absolutely Anything - screenshot 9

Realizador: Terry Jones

Argumentistas: Gavin Scott, Terry Jones

Elenco: Simon Pegg, Kate Beckinsale, Simon Pegg, Robin Williams, Monty Python (John Cleese, Michael Palin, Eric Idle, Terry Gilliam, Terry Jones), Joanna Lumley, Eddie Izzard

 

Trailer

Clip

Absolutely Anything - screenshot 10

É o último filme de Robin Williams (dá voz a um cão).

 

Desde “The Meaning of Life” (1983), que os membros (vivos) dos Monty Python não se reuniam.

É o primeiro filme de Terry Jones em 19 anos.

 

Jones usou como inspiração, um conto de H.G. Wells – “The Man Who Could Work Miracles”.

Benedict Cumberbatch e Gemma Arterton eram as primeiras escolhas para protagonistas.

 

Simon Pegg gosta imenso de cães, tendo-se dado muito bem com Mojo, o cão do seu personagem.

Monty Python - Terry Gilliam, Michael Palin, Eric Idle, Terry Jones and John Cleese - Photo 1

Sobre os Monty Python

http://www.montypython.com/

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s