Estreia – Quarteto Fantástico

Quarteto Fantástico - 2015 - Poster 3

Realizador: Josh Trank

Elenco: Miles Teller, Kate Mara, Michael B. Jordan, Jamie Bell, Toby Kebbell, Tim Blake Nelson

Género: Acção, Aventura, Ficção Científica

Duração: 100 Minutos

Trailer –

Regresso dos Super-Heróis Marvel. É o último filme deles, em 2015. Em 2016 há mais.

Mais um reboot. Agora dos quatro cientistas amigos, que ganham uns super-poderes, para bem da Ciência e da Humanidade.

Quatro jovens génios da Ciência vêem-se dotados de incríveis capacidades depois de uma viagem a um universo alternativo. O grupo procura agora lidar com esses poderes e como usá-los para o Bem. O Destino já lhes deu um ultimato – durante o processo, um outro humano (amigo deles) ganhou poderes, mas está a usá-los para o Mal. Está na hora de ser Fantástico. E porque não a 4?

Bom elenco.

Josh Trank mostrou que sabe trabalhar (super-)heroísmo em grupo – assinou o surpreendente “Chronicle”.

Sobre os Fantastic Four.

Simon Kinberg (o homem que tem tratado do universo “X-Men”) escreve o argumento.

A origem do grupo e do Dr. Doom segue os eventos narrados em “Ultimate Fantastic Four” e não o conceito da bd original

Kit Harington, Anton Yelchin, Richard Madden, Jack O’Connell concorreram a ser Reed Richards/Mr. Fantastic. Miles Teller venceu.

Saoirse Ronan, Allison Williams, Emmy Rossum, Margot Robbie, Sasha Pieterse, Samira Wiley concorreram a Susan Storm/The Invisible Woman. Kate Mara venceu.

Michael B. Jordan foi sempre a única escolha para ser Johnny Storm/Human Torch. Jordan chegou a encontra-se com Chris Evans (o Johnny Storm/Human Torch do filme de 2005 e sequela), que o aconselhou a divertir-se com o filme e a criar a sua própria interpretação do personagem.

Kiefer Sutherland e Christian Cooke foram ponderados para Ben Grimm/The Thing.

Jamie Bell (Ben Grimm/The Thing) pediu ajuda a Andy Serkis, devido à sua experiência em performance capture (“The Lord of the Rings”, “The Hobbit”, “King Kong”, “Tintin”).

Eddie Redmayne, Jack Huston, Domhnall Gleeson, Sam Riley concorreram a Dr. Doom. Toby Kebbell venceu. Kebbell era a escolha preferida do estúdio.

Os criadores do filme inspiraram-se na trilogia “Spider-Man” (a de Sam Raimi), “Scanners” e “The Fly” (de David Cronenberg), bem como “Chronicle” (o filme anterior de Josh Trank).

O filme estreia 10 anos depois da tentativa anterior de saga – o filme de 2005, realizado por Tim Story, com Ian Gruffudd, Jessica Alba, Chris Evans e Michael Chiklis. O filme só teve uma sequela (“Fantastic Four: Rise of the Silver Surfer, em 2007)

The Thing é criado por efeitos CGI.

Reencontro entre Jordan e Trank, depois de “Chronicle”.

Site Oficial

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s