Cidades de Papel (2015)

Paper Towns - Poster 2

Título Original – Paper Towns

 

Drama sobre os dilemas entre Amizade e Amor, ilustrando a busca de ambos.

 

Quentin tem em Margo a sua grande amiga, que muito lhe ensina sobre a Vida e as emoções.

Mas Margo parte um dia, sem deixar notícias. Mas deixa pistas.

Quentin parte em busca dela, na companhia de uns amigos.

A viagem será plena de descobertas para eles e para Quentin – a derradeira descoberta sobre Margo, a importância dela sobre ele, a descoberta dos verdeiros sentimentos dele e a lição definitiva para Quentin sobre como viver.

Paper Towns - screenshot 1

Paper Towns - screenshot 2

Jake Schreier deixou-me com (muito) boa impressão depois de ter visto o singelo “Robot & Frank” (já visitado aqui). Nele, Schreier mostrou delicadeza e simplicidade na hora de abordar emoções (complexas), dando relevo aos personagens, mostrando cuidado na direcção de actores.

Pois bem, este belo “Paper Towns” mostra que não me enganei nas expectativas à volta de Schreier.

Ou seja, é caso para se dizer “he did it again”.

Paper Towns - screenshot 4

Schreier muda-se agora para um universo adolescente (o filme é, na sua base, com, sobre e para adolescentes), mas foca situações e emoções universais e intemporais.

 

Estamos perante uma sentimental crónica sobre o final da adolescência, o valor da Amizade, a descoberta do Amor e a forma como um confunde (correcta ou incorrectamente) o outro.

Metade do filme é on the road e é esse tom (ligeiro) de road movie que ajuda a ilustrar a viagem (emocional) dos personagens – aos seus corações e relações.

 

Com a devida dose de sentimento, profundidade e simplicidade (o filme nunca esquece que está a lidar com adolescentes e visa esse público), “Paper Towns” é, afinal, uma homenagem, hino e “palestra” sobre a necessidade (eterna) do ser humano em perder-se, descobrir(-se), conviver, viajar (em diversos sentidos), amar e viver.

Paper Towns - screenshot 6

Paper Towns - screenshot 5

Paper Towns - screenshot 9

Paper Towns - screenshot 10

Simpatiquíssima e (muito) natural prestação de todo o elenco (em perfeita sintonia), do qual é justo estar-se atento e expectante a futuros trabalhos.

 

Margo torna-se uma das personagens mais fascinantes do cinema recente.

Paper Towns - screenshot 3

“Paper Towns” é, provavelmente, o título mais simpático, edificante, feelgood e “educativo” de 2015.

 

Muito recomendável.

 

A ver com a/o melhor amiga/amigo.

Paper Towns - screenshot 11

Realizador: Jake Schreier

Argumentistas: Scott Neustadter, Michael H. Weber, a patir do livro de John Green

Elenco: Nat Wolff, Cara Delevingne, Austin Abrams, Justice Smith, Halston Sage, Jaz Sinclair, Cara Buono, Josiah Cerio, Hannah Alligood

 

Site – http://papertownsmovie.com/

 

Orçamento – 12 milhões de Dólares

Bilheteira – 12 (USA); 28 (mundial)

Paper Towns - bookcover 2

Sobre John Green

(o seu livro está à venda em Portugal)

http://johngreenbooks.com/

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s