Ted (2012)

Ted - Poster 2

Ted, o mais irreverente e adorável dos ursos de peluche, regressou às salas.

Um óptimo motivo para celebrarmos (em alta moka) o reencontro com este thunder buddy.

Aproveite-se e reveja-se o original.

Foi a estreia de Seth MacFarlane (o criador das geniais séries “Family Guy” e “American Dad”) em imagem real.

 

John Bennett é solteiro e vive com o seu urso de peluche, Ted, o seu brinquedo favorito desde a infância. John sempre teve o sonho que Ted ganhasse vida própria. E eis que o seu sonho se torna realidade. Mas Ted vai revelar-se tudo menos um adorável ursinho. Ted acaba por ser, em versão teddy bear, a encarnação da maior das irreverências e irresponsabilidaes do ser humano, aliado ao sonho (eterno) de ser sempre criança. Por muito que tente, John não cresce (apenas em corpo) e tem em Ted o perfeito buddy para uma reckless life.

Ted - screenshot 1

MacFarlane chega ao Cinema (em 2014, ele trouxe o louco “A Million Ways to Die in the West”, já aqui abordado) e fá-lo em grande.

 

Conto de fadas moderno, “adulto” e “masculino”, “Ted” é também uma deliciosa, irreverente, selvagem, destravada, incorrecta e comovente comédia sobre o conflito do comportamento infantil na vida adulta.

Mas é também uma bela história de amor e amizade – entre um homem e o seu ursinho de peluche.

Nota alta para as imensas referências à pop culture (algo habitual em MacFarlane).

Ted - screenshot 2

O elenco presta-se à brincadeira e MacFarlane faz um trabalho fabuloso ao dar voz a Ted.

Ted - screenshot 7

O ursinho Ted é um prodígio de animação, bem como o urso de peluche e amigo de infância (e mesmo de “adulteza”) que muitos gostariam de ter.

 

Irresistível e imperdível.

 

“Ted” tem edição portuguesa e os preços andam variados.

Ted - screenshot 8

Realizador: Seth McFarlane

Argumetistas: Seth MacFarlane, Alec Sulkin, Wellesley Wild

Elenco: Mark Wahlberg, Mila Kunis, Seth MacFarlane (voz), Giovanni Ribisi, Jessica Barth, Bill Smitrovich, Patrick Stewart (voz), Norah Jones, Sam J. Jones, Tom Skerritt

 

Orçamento – 50 milhões de Dólares

Bilheteira – 218 (USA); 549 (mundial)

 

Site – http://www.tedisreal.com/

 

Trailer

 

Sobre Seth MacFarlane – http://sethmacfarlane.net/

Ted - Poster 3

Esteve nomeado para “Melhor Filme de Fantasia”, nos Prémios Saturn 2013. Perdeu (?????) para “Life of Pi”.

“Top Box Office Film”, nos Prémios ASCAP 2013.

“Melhor Voz de Narração” (Patrick Stewart),nos Prémios Behind the Voice Actors 2013.

“Melhor Comédia”, nos Prémios IGN Summer Movie 2012, nos Prémios People’s Choice 2013, pelos críticos de St. Louis 2012, nos Prémios Empire 2013.

“Melhor TV Spot”, “Melhor Poster de Comédia”, nos Prémios Golden Trailer 2013.

“Melhor Música numa Comédia”, nos Prémios International Film Music Critics 2012.

“Melhor Filme Internacional”, nos Prémios Jupiter 2013.

“Melhor On-Screen Duo” (Mark Wahlberg/Seth MacFarlane), nos Prémios MTV Movie 2013.

“Melhor Voz” (Seth MacFarlane), pela Associação Online Film & Television 2013.

Ted - Promo Photo 1

MacFarlane planeou “Ted” como uma série de animação. Perante os avanços em animação digital para filmes de imagem real, MacFarlane decidiu fazer um filme.

“Who Framed Roger Rabbit?” foi uma inspiração para MacFarlane, pela combinação de imagem real e animação (que nesse filme era a tradicional).

 

Ted é totalmente digital. MacFarlane interpretou-o graças ao método de motion capture.

Planos de “Flash Gordon” tiveram de sofrer uma remasterização digital para que estivessem em sintonia com a qualidade da fotografia de “Ted”.

Nas filmagens, Ted era representado por um bastão com dois olhos.

Ted - Promo Photo 2

Muito do elenco de “Ted” vem de “Family Guy” – McFarlane, Mila Kunis, Patrick Warburton, Patrick Stewart e Ralph Garman.

Wahlberg aceitou participar no filme depois de ter visto uma caricatura sua num episódio de “Family Guy”.

Reencontro entre Wahlberg e Giovanni Ribisi, depois de “Contraband”.

Terceiro encontro entre Wahlberg e Mila Kunis, depois de “Max Payne” e “Date Night”.

 

Num momento do filme, Wahlberg e MacFarlane falam sobre o 9/11. Ambos escaparam por pouco à desgraça. Ambos iam voar nos fatídicos aviões, mas alterações de última hora alteraram tudo (MacFarlane chegou atrasado, Wahlberg decidiu ficar em Nova Iorque e regressar à California mais tarde).

Num momento, ouve-se o tema “All Time High”, cantado por Rita Coolidge, vindo do filme “007 – Octopussy”. Barbara Broccoli, produtora da saga “James Bond”, nunca autoriza o uso externo de canções da saga. Mas acedeu perante o pedido de MacFarlane, dado que era a canção favorita da mãe dele.

Num momento, Wahlberg manda uma carta à Hasbro, a empresa criadora de Ted. Wahlberg participou em “Transformers: Age of Extinction” (2014), cujos protagonistas são brinquedos da… Hasbro.

 

Cameos:

  • MacFarlane – é o homem que está a alimentar os patos, no parque.
  • Ted Danson – aparece numa entrevista (fictícia) a propósito de “Cheers” (popular e premiada série, por ele protagonizada), onde entrevista Woody Harrelson (seu colega na série) sobre o tamanho do seu pénis.

Ted - screenshot 5

Segundo MacFarlane, esta é a primeira live action comedy a usar o método motion capture.

Wellesley Wild ouvia muita música dos Queen enquanto fazia a sua parte na elaboração do argumento. Foi daí que veio a ideia de usar “Flash Gordon” e o seu protagonista Sam J. Jones.

 

As cópias foram enviadas às salas com o título “Thunder Buddies”.

Na época, era a comédia de classificação R de maior sucesso de sempre.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s