O Atirador (2015)

The Gunman - Poster 2

Título Original – The Gunman

 

O realizador do imparável “Taken” regressa à acção e volta a trazer um (grande) actor para este registo – Sean Penn.

 

Jim Terrier trabalha no Congo numa ONG, mas também faz umas operações sujas como mercenário para uma empresa mineira. Um recente trabalho deixa-lhe marcas na consciência.

Anos depois, novamente em acção altruísta num país necessitado, Terrier vê-se como um alvo a abater.

Em busca do porquê, Terrier descobre que as pontas soltas do seu trabalho no Congo andam a incomodar muita gente do seu passado.

Terrier vai descobrir os culpados e expor a verdade. Com muito sangue e pólvora.

The Gunman - screenshot 1

Um muito eficaz action conspiracy thriller, na senda do melhor do género feito na Europa nos 70s, com toques humanitários (a importância de ajuda humana nos países terceiro-mundistas), sentimentais (o protagonista também quer salvar a sua amada) e de crítica (a forma como se focam os interesses “humanitários” de grandes corporações).

 

Pierre Morel volta a mostrar que as adrenaline rush de “Taken” e “From Paris With Love” não foram acidentais. Morel é um muito competente artesão old school para o action cinema.

Aqui, volta a dirigir com garra, sabendo dar ritmo (não atabalhoado) e criando boas set pieces (mostrando que não confunde acção com confusão).

 

Sean Penn sai-se muito bem como action hero, rivalizando com os melhores, compondo (excelentemente) um personagem atormentado pelo seu passado e em busca de redenção.

 

Uma boa surpresa.

Muito bom entretenimento.

The Gunman - screenshot 2

Realizador: Pierre Morel

Argumentistas: Don MacPherson, Pete Travis, Sean Penn, a partir do livro de Jean-Patrick Manchette

Elenco: Sean Penn, Jasmine Trinca, Javier Bardem, Ray Winstone, Mark Rylance, Idris Elba

 

Site – http://thegunmanthefilm.com/#!/home

 

Orçamento – 40 milhões de Dólares

Bilheteira (até agora) – 6 milhões de Dólares (USA)

The Gunman - screenshot 3

Há muito que Sean Penn procurava uma oportunidade de trabalhar com Mark Rylance. Foi o próprio Penn que convidou Rylance para o filme.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s