Umberto D. (1952)

Umberto D - Poster 3

Mais uma pérola do NeoRealismo.

Mais uma maravilha de Vittorio De Sica. E logo num filme tão pessoal para ele.

 

Umberto Ferrari é um idoso, já reformado, que (sobre)vive na companhia de Flick, o seu adorável e devoto cãozinho. Umberto procura arranjar algum dinheiro para conseguir pagar a renda do quarto, bem como ter sempre uma refeição digna.

Alguns dos acontecimentos vão ser um teste definitivo à amizade entre Umberto e Flick.

Umberto D - screenshot 1

“Umberto D.” é mais que a crónica do “desenrascanço” de um velhinho.

É também um “documentário” sobre os dramas da velhice, o desespero da solidão, a vida nas grandes cidades e a forma como esta marginaliza os mais desemparados.

Mas é, acima de tudo, uma poderosa história (e lição) de amor, amizade, devoção, dedicação e partilha entre dois seres – um homem e um cão.

Umberto D - screenshot 2

Com momentos de grande dramatismo (a visita ao canil, os receios pelo que pode ter acontecido a Flick e o que se segue), de comoção (Flick a pedir esmola e o que se segue), de dilacerante emotividade (a separação, o “suicídio” e o que se segue), “Umberto D.” é NeoRealismo e De Sica em estado puro e de excelência.

Umberto D - screenshot 5

Fiel ao seu estilo, De Dica faz um filme absolutamente arrebatador, de uma riqueza humana e sentimental absolutamente extraordinária, sempre atento ao quotidiano, pessoas e vida, mas sempre capaz daquela sensação de lirismo humano como De Sica sabia.

Umberto D - screenshot 4

Carlo Battisti é absolutamente comovente.

Mas a quem se deve tirar o chapéu é mesmo a Flick. Para além de um adorável cãozinho, capaz de momentos tão divertidos (o seu peditório com o chapéu) e ternurentos (o reencontro), Flick dá uma verdadeira lição de amizade, carinho e dedicação. Flick comporta-se como um autêntico antepassado do adorável Uggie, o cãozinho de “The Artist”.

Umberto D - screenshot 7

Um daqueles títulos que nos esgota o coração e os adjectivos.

Obra-prima total. O capolavoro máximo de Vittorio De Sica.

 

Absolutamente obrigatório.

 

“Umberto D.”, lamentavelmente, não tem edição portuguesa. Tem edição em vários países, e com uma óptima restauração a nível de imagem e de som. As edições inglesas, francesas e americanas têm um bom documentário como extra. Os preços são diversos, mas há muitas edições a bom preço.

“Por aí” e no YouTube, o filme pode ser encontrado com legendas em Brasileiro (mas de qualidade).

Umberto D - screenshot 9

 

Realizador: Vittorio De Sica

Argumentista: Cesare Zavattini

Elenco: Carlo Battisti, Maria Pia Casilio, Lina Gennari

 

Trailer

Filme

 

Martin Scorsese sobre o filme

 

Umberto D - Poster 5

Nomeado para “Melhor Argumento”, nos Oscars 1957. Perdeu para “The Brave One”.

Nomeado para o “Grande Prémio do Festival”, em Cannes 1952. Perdeu para “Due Soldi di Speranza” e “The Tragedy of Othello: The Moor of Venice”.

“Melhor Filme Europeu”, nos Prémios Bodil 1955.

“Melhor Realizador Estrangeiro”, nos Prémios Jussi 1957.

“Melhor Filme Estrangeiro”, pelos críticos de Nova Iorque 1955.

Umberto D - screenshot 6

Muitos dos actores eram completamente desconhecedores do trabalho de representação, incluindo os protagonistas Carlo Battisti (que apenas fez este filme) e Maria Pia Casilio (que depois faria mais filmes) – para ambos, “Umberto D.” foi o primeiro filme.

Apenas um cão surge na história, mas Flick é interpretado por dois. Um aparece em quase toda a metragem, o outro é usado em duas cenas – quando Umberto se esconde da polícia e quando Flick é encontrado no canil.

 

Vittorio De Sica dedica este filme ao seu pai.

De Sica considera este como o seu filme preferido.

Em 2005, “Umberto D.” fazia parte dos “100 Melhores Filmes”, pela revista Time.

Ingmar Bergman tem “Umberto D.” como o seu filme preferido.

Umberto D - screenshot 10

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s