Taken – Busca Implacável (2008)

Taken - Poster 4

Liam action Neeson está de volta ao seu mais emblemático personagem.

Precisamente, aquele que mostrou os seus dotes de action hero e que o estabeleceu como o melhor e mais solicitado do cinema actual.

O terceiro (e, supostamente, último) capítulo já está nas salas.

Como já é moda minha, toca a rever a matéria anterior.

 

Bryan Mills, um ex-operacional dos serviços secretos deve retomar o lado mais negro e violento da sua personalidade para salvar a sua filha, vítima de rapto. Tudo decorre em Paris e Bryan tem tempo limite, senão nunca mais encontrará a sua filha. Poucos o ajudam, as dificuldades e inimigos são imensos.

Mas Bryan tem um particular set of skills que vão fazer dele um pesadelo para os mauzões.

Taken - screenshot 1

Luc Besson mostrou desde o início da sua carreira (seja na funções de realizador, argumentista ou produtor) que o cinema francês pode combater os géneros popularizados e dominados por Hollywood, com igual capacidade de entretenimento, espectáculo e popularidade.

“Taken” parecia ser mais um produto típico da Besson factory.

Mas algo marcava a diferença. Ou melhor, alguém.

Liam Neeson.

Este estupendo actor, sempre intenso nas suas interpretações dramáticas e de personagens históricos, fazia aqui a sua estreia no action cinema.

A curiosidade levou muito espectador às salas.

E o resultado…?

Whoa!!!

Way to go, Mr. Neeson.

Taken - screenshot 2

“Taken” é um imparável actioner (num primeiro acto, temos a disposição dos personagens, das suas relações e emoções; mas depois do rapto e assim que Mills entra em campo para o resgate, o filme é um acelerar non-stop de acção, tensão e adrenalina), que capta a atenção desde o início, levando o espectador a uma rollercoaster de thrills.

Muito do mérito está em Pierre Morel (que já nos tinha dado o imparável “Banlieue 13”, também escrito e produzido por Besson), que dá ao filme um enorme dinamismo, capaz de nos fazer perder o fôlego, criando também impecáveis set pieces, fazendo-nos sentir toda a tensão da situação e da urgência face ao tempo.

 

Em “Taken” vemos Neeson num registo mais físico, mas não isento de intensidade. O seu personagem parece ter tido acções de formação com o James Bond de Daniel Craig. É de tal modo convincente, heróico e letal, que fica-se admirado porque é que Neeson não investiu (ou porque ninguém o convocou) antes neste tipo de filmes.

 

Não se procure no argumento aquilo que não existe nem deve ter. “Taken” é um entretenimento rápido, eficaz e despretensioso.

 

Uma produção de Luc Besson, que volta a demonstrar que o cinema francês (e europeu) pode bater-se com o americano, naquilo que este sabe fazer melhor (com a vantagem de ser mais barato).

Uma hora e meia muito bem passada.

Taken - screenshot 3

Realizador: Pierre Morel

Argumentistas: Luc Besson, Robert Mark Kamen

Elenco: Liam Neeson, Maggie Grace, Famke Janssen

 

Site

http://www.europacorp.com/dossiers/taken/

 

Orçamento – 25 milhões de Dólares

Bilheteira – 145 (USA); 226 (mundial)

 

Trailers

 

Taken - screenshot 4

Esteve nomeado para “Melhor Filme Internacional”, nos Prémios Saturn 2010. Perdeu para “District 9”.

“Melhor Música”, nos Prémios BMI Film & TV 2009.

Taken - screenshot 5

Neeson foi treinado (em luta e armas) por um ex-operacional do SAS.

O estilo de arte marcial praticada por Neeson é Nagasu Do. É uma combinação de Judo, Aikido e Ju-Jitsu.

A faca usada na luta final é uma karambit. De origem na Indonésia e na Malásia, é famosa por ser difícil de retirar a quem a usa, devido ao desenho do punho e na forma como encaixa na mão.

Famke Janssen descobriu que o tipo de raptos, bem como o sistema de corrupção permissivo (nas autoridades e governos), que o filme ilustra é muito comum nos dias de hoje. Janssen pertence a um comité das Nações Unidas que estuda e procura meios de luta contra este flagelo.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s