Anjos Marcados (1948)

Anjos Marcados  - Poster 2

Título original – The Search

 

Para a História do Cinema, é o primeiro filme com Montgomery Clift.

Dirige um mestre do drama social – Fred Zinnemann.

 

Nos rescaldos do fim da Segunda Guerra Mundial, um jovem militar ajuda um rapaz na descoberta da mãe.

The Search - screenshot 3

Entre o documentário (o primeiro terço) e uns “tiques” de neo-realismo, Fred Zinnemann constrói um belíssimo filme, de uma enorme riqueza humana e humanista sobre a esperança, a devoção aos outros e a força do sentimento em tempos de recuperação da irracionalidade humana.

Em campo andam vítimas de um inferno. Mas afinal, o filme é sobre um paraíso e sobre anjos. O paraíso criado pelos anjos que o inspiram (as crianças), o procuram (mães e mulheres) e os que o criam (aqueles que de dedicam).

 

Excelente trabalho de fotografia.

The Search - screenshot 1

Montgomery Clift está excelente, na composição de um personagem de grande entrega humana e emocional, antevendo já o estupendo actor que o futuro daria.

O petiz Ivan Jandl é esplêndido na sua candura e fragilidade.

 

Pequena obra-prima.

Tão desconhecido, que é urgente a sua descoberta.

 

“The Search” tem edição portuguesa (embora com legendas em… brasileiro, onde recebe o título “divino” de “A Pesquisa”) e está a preço “angelical”.

The Search - screenshot 4

Realizador: Fred Zinnemann

Argumentistas: Richard Schweizer, David Wechsler, Paul Jarrico, Montgomery Clift (sem crédito), Richard Schweizer (sem crédito), Betty Smith (sem crédito) e Peter Viertel (sem crédito)

Elenco: Montgomery Clift, Ivan Jandl, Aline MacMahon, Wendell Corey, Jarmila Novotna, Mary Patton, Ewart G. Morrison, William Rogers

The Search - screenshot 5

Trailer

 

O jovem Ivan Jandl foi premiado nos Oscars 1949, com o “Prémio Jovem”. O filme também venceu na categoria de “Melhor Argumento”. Montgomery Clift esteve nomeado para “Melhor Actor”, mas foi derrotado por Laurence Olivier em “Hamlet”. Fred Zinnemann esteva nomeado para “Melhor Realizador”, mas perdeu para John Huston em “The Treasure of Sierra Madre”.

“Melhor Argumento” e “Prémio Especial” (para Ivan Jandl), nos Globos de Ouro 1949.

“Top 10 do Ano”, pela National Board of Review 1948.

The Search - screenshot 6

Ivan Jandl não sabia inglês e as suas falas na língua eram ditas por memorização.

Ao longo do filme falam-se várias línguas – inglês, francês, alemão, polaco, checo, húngaro e hebreu.

Montgomery Clift demora 36 minutos para surgir em cena.

O “Theater Guild on the Air” emitiu uma versão radiofónica de 60 minutos e 9 de Março de 1952. Clift retomou o seu personagem.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s