Saint Laurent (2014)

Saint Laurent - Poster 1

Uma nova visão da vida e obra do prestigiado costureiro.

 

Em tom episódico, acompanhamos alguns dos momentos áureos (criativos, profissionais, pessoais e sentimentais) de Yves Saint Laurent.

Assistimos às suas grandes criações, ao apogeu do seu império empresarial, a sua relação com Pierre Bergé e conflito entre eles quando Yves conhece Jacques, uma nova e arrebatadora paixão.

Saint Laurent - screenshot 1

Não vi “Yves Saint Laurent”, o outro filme sobre o famoso criador, estreado há meses.

Como tal, não posso fazer a comparação.

(segundo me explicaram, o anterior é mais típico biopic, dando mais detalhes sobre a sua vida; este novo é mais focado numa fase específica da vida e carreira)

Sendo assim, foco exclusivamente “Saint Laurent”.

 

Menos biopic (aliás, o filme desafia mesmo as convenções do biopic) e mais abordagem episódica de uma vida, “Saint Laurent” procura ilustrar, através de momentos, todo o poder criativo, genial, complexo, humano, sensível e apaixonado de um homem “simples”, grandioso artista.

 

Bertrand Bonello (autor do belo “L’Apollonide” (Souvenirs de la Maison Close), “reportagem” sobre um bordel e as vidas, dilemas, dramas e sentimentos das suas “habitantes”) faz do seu filme todo um desfile de Arte – desde a cinematográfica (o planeamento visual, o ritmo, o uso do espaço, da roupa e da fotografia) até à do próprio Saint Laurent (onde vemos e “cobiçamos” algumas das suas mais magníficas criações).

 

Muito cuidadoso trabalho de fotografia.

Excelente guarda-roupa.

(isto já era de esperar, não?)

Óptima banda sonora, cheia de temas populares dos 60s e 70s.

Saint Laurent - screenshot 4

Gaspard Ulliel tem uma interpretação magistral, fazendo-nos crer que é, verdadeiramente, Yves Saint Laurent.

Louis Garrel tem uma pequena (mas muito relevante) participação, mas o que faz (a começar logo pela sua entrada em cena) é de deixar muita menina excitada e a suspirar.

Saint Laurent - screenshot 2

Apesar do “desfile” masculino, também há a presença de beldades femininas (afinal, Saint Laurent desenhava e vestia a beleza da mulher) – Léa Seydoux, Amira Casar, Aymeline Valade, Valeria Bruni Tedeschi, Valérie Donzelli e Jasmine Trinca.

Os espectadores mais veteranos podem deliciar-se com o regresso de dois dos grandes sex symbols do cinema europeu dos 70s – Helmut Berger e Dominique Sanda.

Saint Laurent - screenshot 5

Belo filme, artístico e sobre a arte de um artista.

Saint Laurent - screenshot 3

OBS.: dado que é um filme sobre gente gay, que vive (intensa, aberta e apaixonadamente) a sua sexualidade, o filme não se inibe de algumas cenas (ligeiramente) explícitas (mas muito bem filmadas, procurando mostrar mais a paixão do que atingir o choque) que podem incomodar algumas mentes mais “puritanas”.

 

Realizador: Bertrand Bonello

Argumentistas: Thomas Bidegain, Bertrand Bonello

Elenco: Gaspard Ulliel, Jérémie Renier, Louis Garrel, Léa Seydoux, Amira Casar, Aymeline Valade, Helmut Berger, Valeria Bruni Tedeschi, Jasmine Trinca, Valérie Donzelli, Dominique Sanda

 

Trailer

 

Sobre Yves Saint Laurent

http://www.ysl.com/

http://www.yslbeautyus.com/

http://www.yslbeautyus.com/makeup

http://www.biography.com/people/yves-saint-laurent-9469669

http://www.youtube.com/user/ysl

http://www.fondation-pb-ysl.net/en/Accueil-Fondation-Pierre-Berge-Yves-Saint-Laurent-575.html

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s