John Wick (2014)

John Wick - Poster 2

 

Keanu Reeves está de volta.

Como action hero.

E com o dedo bem pesado no gatilho.

 

John Wick é um retirado hitman.

O seu passado de violência foi abandonado pelo amor a Helen, a sua amada esposa.

Mas o falecimento de Helen deixa John só e amargurado, tendo apenas dedicação ao seu carro (um Ford Mustang de 69), numa vida cuja única energia vem da adrenalina que John retira dos seus drifts numa pista.

Um dia, John recebe uma prenda de Helen – uma adorável cadelinha, através da qual Helen pede a John a missão de cuidar dela e assim continuar a ter alguém a quem dar afecto.

Mas uma noite, a casa de John é assaltada. Ele é atacado, o carro roubado e a cadela é morta.

Para John, é uma perfeita justificação para retomar o seu antigo modo de vida e vingar-se. Sem tréguas, piedade e prisioneiros.

John Wick - screenshot 1

John Wick - screenshot 3

Um muito eficaz, dinâmico e entretido action revenge flick, cuja mais-valia reside nas muito bem elaboradas set pieces, que combinam a essência dura do actioner 70s e 80s com a estética de videogame (John Wick é personagem de um popular jogo) – a acção traz a violência de outros tempos e a forma como John despacha os inimigos faz-nos sentir dentro de um bom first person shooter.

John Wick - screenshot 4

John Wick - screenshot 5

O argumento é básico, limitando-se apenas a gerir a premissa simples da ideia.

Ter-se-ia muito a ganhar com uma revisão mais aprimorada e com uma história mais longa, dado o potencial de alguns personagens (a esposa de John, a equipa da “limpeza”), relações (John e o polícia de ronda da zona, John e um outro hitman) e ambientes (o hotel de luxo que é um resort para hitmen).

Aliás, é realmente nesta entrada e saída rápida de ambientes e personagens que o filme evoca algo de videogame (surgem consonante as necessidades do personagem/jogador).

Enfim, quem sabe se “John Wick” não será um pilot para uma série (ou jogo) onde se irá desenvolver mais estas questões.

 

Bom trabalho de fotografia, que recupera aquele visual de urban & underground noir dos 70s.

John Wick - screenshot 7

Keanu Reeves está em grande, ora fragilizado ora temível, sempre heróico e implacável, conseguindo transmitir a dor, raiva e determinação do seu personagem. Os anos passam e ele não perde a sua destreza como action hero.

O restante elenco é vistoso (pelos nomes envolvidos), mas limita-se a pequenas participações.

John Wick - screenshot 6

John Wick - screenshot 2

Um actioner de grande nível, com contornos modernistas e nostálgicos.

 

Muito bom entretenimento.

 

Muito recomendável.

 

“John Wick” já está nas salas portuguesas.

 

John Wick - screenshot 8

 

Realizadores: Chad Stahelski, David Leitch (sem crédito)

Argumentista: Derek Kolstad

Elenco: Keanu Reeves, Michael Nyqvist, Willem Dafoe, Adrianne Palicki, Bridget Moynahan, John Leguizamo, Ian McShane

 

Orçamento – 20 milhões de Dólares

Bilheteira – 43 milhões de Dólares (USA); 88 (mundial)

 

Site – http://www.johnwickthemovie.com

 

John Wick - Poster 3

“Grande Surpresa do Ano”, nos Prémios Golden Schmoes 2014.

“Melhor Filme de Acção do Ano”, nos Prémios IGN Summer Movie 2014.

“Melhor Luta”, nos Prémios World Stunt 2015.

John Wick - Poster 1

Estreia na realização de uma prestigiada dupla coordenadora de stunts team (fundaram a 87Eleven, uma das mais prestigiadas empresa ligadas a stunts).

Chad Stahelski tem curriculum como duplo de Keanu Reeves – “Point Break”, “The Matrix Reloaded”, “Constantine”.

David Leitch e Stahelski são os produtores de uma mini-série chamada “Rain”. O protagonista é… Keanu Reeves, que interpreta… um hitman (de nome John Rain).

 

O argumentista Derek Kolstad inspirou-se nalguns dos seus film noir preferidos.

Stahelski cita “The Good, The Bad and the Ugly” (1966, de Sergio Leone), “Point Blank” (1967, de John Boorman), “Le Cercle Rouge” (1970, de Jean-Pierre Melville) “The Killer” (1989, de John Woo), como títulos inspiradores.

 

Numa fase inicial, o era “Scorn”. Wick era mais velho (andava na casa dos 60 anos) e a cadela também. Wick não fala durante bastante tempo e o body count era mais baixo. O estúdio produtor recusou a ideia à volta da idade do personagem e procurou ter um actor mais jovem.

O filme inspira-se num evento verídico – o ex Navy SEAL Marcus Luttrell (autor do livro “Lone Survivor” – que originou o filme com o mesmo título, protagonizado por Mark Wahlberg) recebeu um pequeno labrador; este foi morto a tiro por quatro homens; Lutrell perseguiu-os por quatro condados e conseguiu que eles fossem capturados pela Policia; os quatro homens foram condenados à prisão e nunca mostraram arrependimento; Lutrell afirmou que lhes poupou as vidas pois já estava farto de mortes.

 

Reeves foi sujeito a um treino rigoroso e intensivo de quatro meses, nas artes de judo e jiujitsu.

Reeves fez a maior parte das stunts exigidas.

A cadela de Wick é uma beagle com 8 semanas de vida.

 

John Wick é também um personagem do jogo “Payday 2”.

 

Usou-se gordura de bacon na cara de Reeves, no sentido de atrair a cadela a ir-lhe lamber a cara.

Michael Nyqvist aleijou-se seriamente numa stunt. Teve de ser operado.

Muitos dos stuntmen são reutilizados ao longo do filme. Os realizadores mudaram-lhes o aspecto (cabelo, barba).

 

Na cena do aeroporto, um segurança acena a Wick. O homem está a ler o romance “Shibumi”, de Rod Whitaker (escritor que usava sempre o pseudónimo de Trevanian). Nesse livro, o protagonista também é um assassino já reformado, mas de volta ao activo.

Quando se refere que Wick já matou com recurso a um lápis, tal ideia vem desse romance.

Clint Eastwood já realizou e protagonizou um filme inspirado num romance desse escritor, com esse personagem – “The Eiger Sanction” (1975).

 

A tatuagem de Wick diz “Fortis Fortuna Adiuvat” – “A Sorte Favorece os Audazes”. É o lema de muitas forças especiais mundiais.

No filme refere-se um certo “The Red Circle Bar”. É uma alusão ao filme “Le Cercle Rouge” (1970, de Jean-Pierre Melville).

Os american muscle cars vistos no filme são: Ford Mustang Mach 1 1969, Chevelle SS 454 LS6 1970, Dodge Charger LD 2011 e Dodge Charger 1968.

Na casa de Wick pode ser visto um livro sobre Álvaro Siza Vieira.

 

Segundo filme onde Reeves conduz um Dodge Charger, depois de “Street Kings” (2008).

 

Eva Longoria, a mais famosa das “Desperate Housewives” é uma das produtoras do filme.

 

O primeiro cut era de 140 minutos.

 

John Wick - Poster 7

Anúncios

One comment on “John Wick (2014)

  1. Manuel Araújo diz:

    Viva…

    Muito Bom regresso de Reeves ao cinema de acção. O registo perfeito para as suas capacidades como actor, na minha modesta opinião! Um filme de “kick ass” que deixará os fãs do género satisfeitos, embora não seja uma obra-prima do género.
    Só um pequenino pormenor- John Wick é aprecidador de boa arquitectura, já que possui um livro de Siza Vieira na mesa de centro da sala de estar 🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s