O Juiz (2014)

O Juiz - Poster 2

Título Original – The Judge

 

Drama familiar, resolvido nas salas dos tribunais, apoiado num excelente elenco.

 

Hank Palmer é um advogado brilhante e de sucesso, sempre à custa de poderosos e culpados.

O falecimento da sua mãe leva-o de regresso à sua cidade-natal, para se reencontrar com a família. A dificuldade máxima é com o seu pai Joseph, rigoroso e prestigiado juiz da comunidade, cujas relações estão quebras desde há décadas.

Mas quando Joseph é acusado de um crime, Hank decide defendê-lo.

Devido ao caso, há que mexer em mistérios do passado.

Mas é também uma derradeira oportunidade de redenção para ambos na sua relação. E para Hank, uma descoberta de causas, menos generosa$, mas de emotivas recompensas.

The Judge - screenshot 2

Hollywood sempre gostou de dramas em família e de encenações em tribunal.

E fá-lo sempre com mestria e eficácia.

Aliás, nestas coisas (e noutras), ninguém bate Hollywood.

JUDGE, THE

“The Judge” move-se nessas duas vertentes.

Temos um intenso drama em família, sobre as longas tensões entre pai e filho, reencontros, encontros com o interior de cada um e catarses emocionais definitivas.

A força emocional é muito grande (atenção ao momento da “ajuda higiénica”) e tudo é feito por um duo protagonista cujo trabalho só pode ser considerado como magistral, criando mesmo das melhores interpretações das respectivas carreiras.

O mistério policial/criminal/judicial é simples e previsível (e isto não é um defeito), servindo apenas como acelerador da resolução afectiva que envolve os protagonistas.

JUDGE, THE

David Dobkin dirige com eficácia (as quase duas horas e meia de metragem nem se sentem, pois o filme consegue mesmo cativar todas as emoções do espectador), ainda que num registo de telefilme (isto poderia ser o Pilot para uma nova série televisiva – a cena final abre portas para novas “aventuras” de Hank Palmer).

JUDGE, THE

“The Judge” é, mesmo, um filme de actores e é neles que reside a sua maior virtude.

Robert Downey Jr desfila a sua habitual coolness (veja-se a forma como conquista uma chavala num bar), mas comove com o seu registo humano (a relação com a filha e com o irmão deficiente) e emocional (o seu “discurso” libertador com o pai).

Robert Duvall ilustra (pela enésima vez) porque é um dos maiores actores do mundo e de sempre, dando sempre uma forte densidade ao seu personagem (atenção ao momento em que ele se “explica” sobre o seu passado como pai).

O restante elenco (ainda que com menor tempo de antena, mas relevante) porta-se ao nível exigido pelos protagonistas.

Emma Tremblay merece destaque, pois adivinha-se uma futura excelente actriz.

The Judge - screenshot 7

Pelas interpretações e pelas emoções, “The Judge” merece estar na lista dos melhores filmes de 2014.

 

Muito recomendável.

JUDGE, THE

Realizador: David Dobkin

Argumentistas: Nick Schenk, Bill Dubuque e David Dobkin

Elenco: Robert Downey Jr., Robert Duvall, Vera Farmiga, Billy Bob Thornton, Vincent D’Onofrio, Jeremy Strong, Dax Shepard, Leighton Meester, Ken Howard, Emma Tremblay, Balthazar Getty, Grace Zabriskie

 

Orçamento – 50 milhões de Dólares

Bilheteira (até agora) – 40 (USA); 69 (mundial)

 

Site – http://thejudgemovie.com/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s