Nausicaä do Vale do Vento (1984)

Nausicaä do Vale do Vento  - Poster 1

Título Original – Kaze no tani no Naushika

Título Internacional – Nausicaa of the Valley of the Wind

 

Mais um dos gloriosos títulos de Miyazaki.

Agora no território da sci-fi apocalíptica, mas sempre fiel ao estilo (inconfundível) do lendário autor.

 

O mundo ainda recupera de um cataclismo (nuclear?) que quase exterminou a Humanidade e a Natureza.

Nausicaä é uma jovem princesa, corajosa e determinada, que vive numa pequena comunidade, sediada num vale que ainda está preservado da destruição que assola a Terra.

Nausicaä vive em perfeita comunhão com a Natureza e consegue comunicar com criaturas.

A chegada ao vale de duas facções rivais e com interesses bélicos pode levar à destruição do vale e à criação de um estado de guerra com os temíveis Ohms (umas criaturas guardiães da Natureza).

Nausicaä vai tentar evitar o conflito.

Nausicaa of the Valley of the Wind - Screenshot 1

Este poderia ser o “´Mad Max` made by Miyazaki”.

O Mestre pega em elementos da série “Future Boy Conan” (de teor bem apocalíptico) e desenvolve-os com elementos de parábola ecologista (antecipando assim o fabuloso “Princess Mononoke”).

Mas “Nausicaä…” é um pastiche, um rip-off ou um “rascunho”?

Nem pensar. O filme sopra personalidade própria.

Nausicaa of the Valley of the Wind - Screenshot 7

Se na primeira parte estamos num campo mais actioner de sci-fi apocalíptica (o mundo recupera de um colapso bélico causado pelo Homem, com grupos a quererem sobreviver em harmonia, outros em busca de poder e conflito para o assegurarem), na segunda parte entramos mais pelo campo da fantasia ecológica (a Natureza a reagir aos malefícios do Homem, embora com mais complacência e humanismo). Pelo meio, a história clássica do conflito de humanos à volta de sobrevivência, poder, opressão e paranóia.

Nausicaa of the Valley of the Wind - Screenshot 6

Miyazaki elabora um filme complexo, belo, fascinante e provocatório, onde reflecte sobre a unidade familiar e social, o Homem, a Natureza, o poder e forma como tudo pode (e deve) viver de forma equilibrada.

Nausicaä é uma das mais fascinantes personagens/raparigas do cinema do Mestre, do Cinema de Animação e do Cinema.

À boa maneira da Disney, a presença de simpáticas criaturas, ainda que secundárias, são pilares para os protagonistas – a adorável raposa-esquilo, inseparável amigo de Nausicaä.

“Nausicaä…” é, portanto, puro Miyazaki.

Uma maravilha.

Nausicaa of the Valley of the Wind - Screenshot 5

Excelente partitura musical de Joe Hisaishi (um habitual do Cinema de Miyazaki).

 

“Nausicaä…” tem edição portuguesa (no seu Director`s Cut) e está a preço “ventoso” para a prateleira do cinéfilo.

Nausicaa of the Valley of the Wind - Screenshot 3

Realizador: Hayao Miyazaki

Argumentista: Hayao Miyazaki, a partir da sua BD

 

Site – http://www.nausicaa.net/wiki/Main_Page

 

Os Estúdios Ghibli – http://www.onlineghibli.com

 

Trailers

 

 

John Lasseter (o Número 1 da Pixar, grande fã e amigo de Miyazaki) sobre o filme

 

O Filme

(com legendas em Português)

http://www.anitube.se/video/60460/Nausicaa-of-the-Valley-of-the-Wind-Pré-Ghibli

Nausicaa of the Valley of the Wind - Screenshot 4

“Melhor Filme”, no Fantafestival 1985.

“Prémio do Público”, nos Prémios Kinema Junpo 1985.

“Prémio Especial”, no Concurso Mainichi 1985.

“Melhor Filme de Língua Não-Inglesa”, pelos Críticos de Utah 1984. O filme ficou em segundo lugar para “Melhor Filme” (ganhou “Once Upon a Time in America”) e Miyazaki ficou em segundo lugar para “Melhor Realizador” (Sergio Leone ganhou).

Nausicaa of the Valley of the Wind - Comic Poster 1

Hayao Miyazaki ficou consternado pelos cortes na versão internacional. Quando os direitos ficaram na Disney para a distribuição USA, o cineasta mandou uma espada samurai aos executivos da Disney, acompanhada por uma mensagem – “no cuts”.

Dada dimensão de cortes que o filme teve na sua distribuição mundial (fora do Japão), Miyazaki conseguiu negociar que os novos detentores de direitos ficassem proibidos que fazer cortes

Ao contrário do que disse alguma “controvérsia” na época, Nausicaä não usa um vestido curto (e portanto sujeita, quando há vento, a mostrar as suas private parts), mas sim umas calças justas com uma cor semelhante à da pele (o “vestido” é, afinal, um casacão).

Nausicaä é o nome de um personagem de “A Odisseia” de Homero.

Apenas 263 cores foram usadas no filme.

Alguma da tecnologia (aviões, tanques e armas de fogo) usada pelos Tolmekians (uma das facções hostis) é semelhante à usada pelos nazis.

O filme adapta os dois primeiros volumes da bd de Miyazaki. A saga durou de Fevereiro de 1982 até Março de 1994. A Manga é mais complexa, tem mais eventos, personagens e passa-se em mais locais.

Nausicaa of the Valley of the Wind - Comic Drawing 1

A produção é de Isao Takahata, nome importante do estúdio (que realizou pérolas como realizou “Heidi”, “Grave of the Fireflies”, “Only Yesterday”).

Quando o filme foi feito, os estúdios Ghibli ainda estavam em processo de criação (o seu primeiro filme foi “Castle in the Sky”, em 1986). A Top Craft foi responsável pela animação. O primeiro filme de Miyazaki é de 1979 (“Castle of Cagliostro”) e foi um enorme sucesso. A empresa Animage contratou o Mestre para lhes produzir filmes. As ideias do cineasta foram recusadas, mas a empresa pediu-lhe que criasse uma Manga. Assim nasceu “Nausicaä of the Valley of the Wind”. Perante o sucesso da bd, a empresa pediu a Miyazaki que fizesse um filme. O autor aceitou com a condição de ser ele a realizar.

Miyazaki inspirou-se em obras literárias de nomes de prestígio como Ursula K. Le Guin (“Earthsea” – que já foi adaptado como Anime, pelos Ghibli e realizado pelo filho de Miyazaki, Goro), Brian Aldiss (“Hothouse”), Isaac Asimov (“Nightfall”), J.R.R Tolkien (“The Lord of the Rings”), William Golding (“The Lord of the Flies”) e Frank Herbert (“Dune”).

Quando o filme estreou, recebeu uma recomendação pelo World Wide Fund for Nature (WWF).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s