Fast & Furious 6 – Velocidade Furiosa 6 (2013)

Fast & Furious 6 - Poster 1

Eis a grande aceleradela da temporada.

Esta sexta velocidade fecha um ciclo e prepara terreno para um outro.

 

Depois da golpada no Rio, Dom, Brian, Mia e companhia gozam de descanso. Mas não por muito tempo. O agente Luke Hobbs pede-lhes ajuda na captura de um gang que se dedica a audaciosos roubos com recurso a automóveis. Dom acede, pois é estimulado por uma estonteante surpresa – Letty está viva (yup, ela não morreu na velocidade 4) e está aliada ao inimigo. O grupo entra em cena, mas descobre um adversário cheio de recursos e quase invencível. O melhor ataque passa pelo uso de carros old school (lembram-se dos tempos em que debaixo do capot estava mecânica pura e não esta treta moderna que mais parecem motherboards de computadores?).

Fast & Furious 6 - Poster 2

À semelhança do episódio 5, voltamos a ter uma reunião da equipa para uma acção conjunta. Mas se no filme anterior, o grupo até tinha alguma vantagem graças à sua astúcia e ao uso da tecnologia, aqui tudo isso parece sofrer uma (ligeira) derrota, obrigando-os a métodos old school.

As grandes novidades são o regresso de Michelle Rodriguez e a entrada em cena de Gina Carano. Se o comeback de Michelle dá uma componente emocional à narrativa, o embate entre ambas vai fazer muito (suposto ou pretenso) durão tremer. Quando as duas meninas embatem temos um festival de kick ass six ways from Sunday, onde ambas mostram que são duas das maiores action heroines da actualidade.

Mas não se desiludam os que estremeceram com o embate (visto no episodio anterior) entre Vin Diesel e Dwayne Johnson. Desta vez vamos vê-los lado a lado em wrestling style a derrubar um verdadeiro rinoceronte humano.

OK, acção física humana é fixe, mas estamos num episódio “Fast & Furious”. Queremos é muito carmageddon.

Fast & Furious 6 - Poster 3

Pois bem, nada a temer. A saga tem-se sempre superado nesta matéria e o novo episódio não é excepção. Uma devastadora perseguição (nocturna) pelas ruas de Londres já dá o mote do menu que vai ser servido. O prato alto é mesmo a destruidora perseguição numa auto-estrada espanhola (foi filmada em Tenerife e dá vontade de ir para lá e entrar numa de a todo gas), que iguala o nível de espectáculo e destruição da perseguição nas ruas do Rio, no final do episódio 5 – os heróis, em carros “à moda antiga” a travarem um brutal tanque.

O realizador Justin Lin está de saída, por isso investe forte na acção, no entretenimento e no espectáculo, dando-nos (e à saga) um fantástico adeus, seguindo também a regra “não se vão já embora, pois ainda há mais”. Quando se julgava que tudo tinha terminado em matéria de espectáculo, eis todo o gang bem acelerado numa desenfreada perseguição (onde um ALFA Romeo Giulietta – vermelho, pois – faz um brilharete – ahh, ma che bella macchina!!! – face a tanto American Muscle) numa pista de aeroporto, em luta com um avião gigantesco.

Conforme prometido, “Fast & Furious 6” encerra um ciclo que se iniciou em “Fast & Furious” (o episódio 4). Mas não haverá tempo para grande descanso. Durante o genérico final (não saiam da sala assim que este começa) temos direito ao “turbo” que nos vai levar para o episódio 7. Não só se resolvem as confusões entre os episódios 4-5-6 com o episódio 3, como também somos apresentados ao novo vilão (sim, o rosto vai ser uma bela surpresa).

Justin Lin sai de cena. Realizador da saga desde o episódio 3 (o mais mal-amado – injustamente, diga-se), Lin conseguiu manter energia na saga, revitalizá-la (quando o grupo original regressou), dar um sentido de unidade e continuidade (a forma como personagens de outros episódios regressavam e era dado relevante tempo de antena a todos) e criar épicos momentos de acção automobilística, com a adrenalina a alta rotação. Lin sai pela porta grande.

“Fast & Furious 6” está ao nível do melhor que a saga nos habituou e é um temendo, bem acelerado e espectacular entretenimento.

Toca a fazer tuning e upgrade aos vossos carros, meninos.

Fast & Furious 6 - Poster 4

Durante este Verão iniciam-se as filmagens de “Fast & Furious 7”. Novos personagens vão surgir, outros saem de cena, muitos se mantêm. Regressa-se a L.A. (onde se passaram os episódios 1 e 4) e a Tóquio (cenário do episódio 3) e fala-se que se pode dar uma corridinha até ao Médio-Oriente. Será o início de uma nova trilogia (os contornos já foram delineados, mas ainda não há detalhes divulgados). Há rumores dos episódios 7 & 8 serem filmados back-to-back. A grande novidade é a substituição de Justin Lin por James Wan. Wan é um nome associado ao terror, desde o mais extremo (“Saw”) ao mais atmosférico e insustentável (“Dead Silence” e “Insidious”). Já teve uma passagem pelo cinema de acção (“Death Sentence”), mas não foi muito memorável (embora se visse, aqui e ali, momentos de alguma destreza e planeamento). Vamos ver como corre esta mudança de “mecânico”.

“Fast & Furious 7” acelera a 11 Julho 2014.

“Fast & Furious 6” custou 160 milhões de Dólares. Neste seu primeiro fim-de-semana, as receitas mundiais andaram perto dos 300. Com tanta dificuldade (política) em arranjar dinheiro, aqui fica uma fórmula (infalível e bem veloz) de fazer dinheiro.

 

Site – http://www.thefastandthefurious.com/splashpage/mobile/index.php

Fan site – http://www.thefastandthefuriousfans.webs.com/

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s